Banco de Portugal recusou-se a partilhar informação sobre “apagão” dos offshores

Mário Cruz / Lusa

O governador do Banco de Portugal, Carlos Costa

O governador do Banco de Portugal, Carlos Costa

A Inspeção Geral de Finanças pediu dados ao Banco de Portugal para cruzar informação sobre 10 000 milhões, mas o supervisor invocou segredo só enviou números do seu site.

O caso dos 10 000 milhões de euros em transferências para offshores não registadas no sistema central do fisco deverá levar a Autoridade Tributária e Aduaneira a estudar um reforço da cooperação com o Banco de Portugal sobre os fluxos enviados a partir de Portugal para as jurisdições consideradas paraísos fiscais, avança o Público.

A proposta para que as duas instituições partilhem este tipo de informação partiu da Inspeção Geral de Finanças na auditoria ao “apagão” dos 10.000 milhões de euros. Mas, para já, o supervisor liderado por Carlos Costa mantém-se em silêncio sobre este cenário, uma das recomendações deixadas ao fisco.

O Banco de Portugal terá invocado os deveres de segredo para não partilhar dados individualizados, refugiando-se nas normas de sigilo previstas no regime geral das instituições de crédito, adianta o Expresso.

A Inspeção Geral de Finanças pediu informações sobre o número de transferências realizadas, o valor de cada uma – acima de 12.500 euros, como acontece nas declarações enviadas ao fisco pelos bancos -, a identificação fiscal da entidade e do ordenante desses fluxos.

Na prática, a partilha destas informações ajudaria a perceber se os valores que hoje se consideram corretos relativamente às transferências realizadas entre 2011 e 2014 – 16 900 milhões de euros, em vez de 7 100 milhões – coincidem com aqueles que a instituição liderada por Carlos Costa conhece.

Porém, as únicas estatísticas enviadas em anexo a essa resposta foram estatísticas agregadas que estão publicadas no site do Banco de Portugal.

O BdP disse ter enviado a informação “que poderia ser legalmente disponibilizada” e garante ter prestado “toda a colaboração que podia prestar nos limites dos diferentes deveres de segredo – de supervisão e estatístico – a que está vinculado”.

ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. O apagão foi só relativamente aos offshores…
    Deem-se todos por esclarecidos!
    Peçam desculpas pelas insinuações que tenham sido feitas, e já!

  2. muito conveniente,pelo que sei ,hoje em dia ate se recuperam informaçoes apagadas dos discos rigidos,mas tem de haver a vontade para tal 😉

  3. Neste país confunde-se os poderes de reguladores e de autoridade. Que se lixem os deveres de segredo! Autoridade é autoridade…. o cidadão comum nem pode pestanejar que leva logo com coimas e execuções fiscais… Que palhaçada é esta? Este indecente devia ter sido expulso do BdP logo após o caso BES. Ainda anda aqui a ludibriar o povo? Mais uma autoridade?

RESPONDER

Cientistas identificam pela primeira vez expressões faciais emocionais em ratos

Pela primeira vez, cientistas de Neurobiologia do Instituto Max Planck, na Alemanha, identificaram expressões faciais emocionais em ratos. À semelhança dos seres humanos, as expressões faciais dos ratos mudam quando estes animais provam algo doce …

Imprimiram corais artificiais em 3D que podem salvar recifes

Uma equipa de cientistas inspirou-se na natureza para desenvolver estruturas em forma de coral, impressas em 3D, capazes de produzir grandes quantidades de algas microscópicas. Investigadoras da Universidade de Cambridge e da Universidade da Califórnia desenvolveram …

Avalanches submarinas prendem microplásticos no fundo do oceano

As avalanches de sedimentos submarinos transportam os microplásticos para o fundo do oceano e um projeto de colaboração entre as Universidades de Manchester, Utrecht e Durham e o Centro Nacional de Oceanografia acaba de revelar …

Aos 107 anos, Cornelia Ras conseguiu vencer a covid-19

Cornelia Ras, que contraiu o novo coronavírus em meados de março, pode ser a mulher mais velha do mundo a vencer a covid-19. Nunca se é velho demais para vencer o novo coronavírus e a holandesa …

Coreia do Norte pode estar a usar fábricas de fertilizantes para extrair urânio

Um novo estudo norte-americano mostra que a Coreia do Norte pode estar a utilizar fábricas de fertilizantes para produzir mais material nuclear, extraindo urânio de ácidos fosfóricos. Segundo noticiou o Newsweek, na opinião da investigadora Margaret …

Distância social de 1,5 metros é insuficiente para travar contágio

O estudo realizado por investigadores e engenheiros especializados em dinâmica de fluidos concluiu que a distância deve ser de, pelo menos, quatro metros. Um estudo divulgado esta quinta-feira alerta que a distância social de 1,5 metros …

Estados Unidos registam 9 desempregados por segundo

O desemprego está a atingir números preocupantes nos Estados Unidos: só na última semana, 6,6 milhões de pessoas declararam estar sem emprego para poder receber apoios, um número semelhante ao da semana anterior. De acordo com …

Chineses desistem de comprar o BNI Europa. Está agora em mãos angolanas

O contexto de incerteza, provocado pela pandemia de covid-19, levou o Grupo chinês KWG a desistir de comprar 80,1% da participação do BNI Europa. O grupo chinês KWG desistiu de comprar 80,1% da participação do BNI …

Tesla usa peças do Model 3 para construir um ventilador

A Tesla também está a tentar contribuir para colmatar a escassez de ventiladores com um novo protótipo, feito com partes do Model 3. A Tesla construiu um ventilador com recurso a componentes automóveis. A fabricante elétrica …

Há acordo no Eurogrupo: 500 mil milhões de euros "disponíveis imediatamente"

Os ministros das Finanças da Zona Euro chegaram a acordo, esta quinta-feira, sobre os apoios económicos para fazer face à pandemia de covid-19. O Eurogrupo chegou a acordo sobre o pacote de ajuda económica para a …