Banco de Portugal recusou-se a partilhar informação sobre “apagão” dos offshores

Mário Cruz / Lusa

O governador do Banco de Portugal, Carlos Costa

O governador do Banco de Portugal, Carlos Costa

A Inspeção Geral de Finanças pediu dados ao Banco de Portugal para cruzar informação sobre 10 000 milhões, mas o supervisor invocou segredo só enviou números do seu site.

O caso dos 10 000 milhões de euros em transferências para offshores não registadas no sistema central do fisco deverá levar a Autoridade Tributária e Aduaneira a estudar um reforço da cooperação com o Banco de Portugal sobre os fluxos enviados a partir de Portugal para as jurisdições consideradas paraísos fiscais, avança o Público.

A proposta para que as duas instituições partilhem este tipo de informação partiu da Inspeção Geral de Finanças na auditoria ao “apagão” dos 10.000 milhões de euros. Mas, para já, o supervisor liderado por Carlos Costa mantém-se em silêncio sobre este cenário, uma das recomendações deixadas ao fisco.

O Banco de Portugal terá invocado os deveres de segredo para não partilhar dados individualizados, refugiando-se nas normas de sigilo previstas no regime geral das instituições de crédito, adianta o Expresso.

A Inspeção Geral de Finanças pediu informações sobre o número de transferências realizadas, o valor de cada uma – acima de 12.500 euros, como acontece nas declarações enviadas ao fisco pelos bancos -, a identificação fiscal da entidade e do ordenante desses fluxos.

Na prática, a partilha destas informações ajudaria a perceber se os valores que hoje se consideram corretos relativamente às transferências realizadas entre 2011 e 2014 – 16 900 milhões de euros, em vez de 7 100 milhões – coincidem com aqueles que a instituição liderada por Carlos Costa conhece.

Porém, as únicas estatísticas enviadas em anexo a essa resposta foram estatísticas agregadas que estão publicadas no site do Banco de Portugal.

O BdP disse ter enviado a informação “que poderia ser legalmente disponibilizada” e garante ter prestado “toda a colaboração que podia prestar nos limites dos diferentes deveres de segredo – de supervisão e estatístico – a que está vinculado”.

ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. O apagão foi só relativamente aos offshores…
    Deem-se todos por esclarecidos!
    Peçam desculpas pelas insinuações que tenham sido feitas, e já!

  2. muito conveniente,pelo que sei ,hoje em dia ate se recuperam informaçoes apagadas dos discos rigidos,mas tem de haver a vontade para tal 😉

  3. Neste país confunde-se os poderes de reguladores e de autoridade. Que se lixem os deveres de segredo! Autoridade é autoridade…. o cidadão comum nem pode pestanejar que leva logo com coimas e execuções fiscais… Que palhaçada é esta? Este indecente devia ter sido expulso do BdP logo após o caso BES. Ainda anda aqui a ludibriar o povo? Mais uma autoridade?

Responder a ped Cancelar resposta

Braga 3-3 Leicester | Vardy rouba triunfo luso nos descontos

Um "balde de água fria". A recepção do Sporting de Braga ao Leicester não foi parca em emoção e em bom futebol. Os minhotos foram superiores na primeira parte e chegaram ao intervalo em vantagem. Contudo, …

Equipa de Biden escondeu um anúncio de emprego secreto no código-fonte do seu site

O Presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, escondeu um anúncio de emprego no código-fonte do seu site de transição, enquanto inicia o processo de contratação da nova administração para a Casa Branca. De acordo com …

Costa ligou a Lagarde para garantir que vai cumprir compromissos com Novo Banco

O primeiro-ministro ligou, esta quinta-feira, à presidente do Banco Central Europeu (BCE) para assegurar que o Governo cumprirá os compromissos assumidos no quadro da venda do Novo Banco. "Portugal é um Estado de direito que cumpre …

Mário Ferreira acata decisão da CMVM e lança OPA sobre a Media Capital

O empresário anunciou, esta quarta-feira, que vai lançar uma OPA a 69,78% das ações da Media Capital, depois de a CMVM o ter obrigado a realizar esta operação. A Pluris Investments, empresa detida por Mário Ferreira, …

Ford encomenda 12 frigoríficos ultrafrios para distribuir vacinas aos funcionários

Numa altura em que já são conhecidas algumas vacinas no combate à covid-19, a empresa americana antecipa-se e já encomendou 12 frigoríficos ultrafrios para armazenar as injeções e depois distribuí-las aos seus funcionários. Neste sentido, a …

Alemanha vai compensar soldados que sofreram discriminação por serem homossexuais

O Ministério da Defesa da Alemanha anunciou ontem que quer compensar legalmente todos os soldados que, até 2 de Julho de 2000, foram prejudicados devido à sua orientação sexual ou identidade de género. O projeto de …

Árbitros que não sabem as regras: golo foi anulado depois de a bola voltar a rolar

Encontro entre Ceará e São Paulo pode não ter terminado na noite passada. Haverá continuação "na secretaria" por causa de um golo que foi anulado, pela segunda vez, já depois de o jogo ter sido …

Restauração em protesto no Parlamento. "Estão a matar quem quer trabalhar"

Várias centenas de empresários e trabalhadores da restauração, bares, discotecas, cultura, eventos, alojamento e táxis manifestaram-se, esta quarta-feira, em frente ao Parlamento. "Portugal não pode ser menu completo para uns, meia dose para outros e, para …

França quer punir médicos que façam testes de virgindade (mas isso pode prejudicar mulheres)

A possibilidade de banir os testes de virgindade estão a dividir França. Enquanto uns consideram-nos "bárbaros", outros alertam para as possíveis consequências violentas que algumas mulheres poderão sofrer se não os fizerem. Segundo a Organização Mundial …

Mais quatro jovens acusados na decapitação do professor Samuel Paty. Têm entre 13 e 14 anos

Quatro estudantes foram interrogados, e acusados, no âmbito da investigação sobre o assassínio do professor Samuel Paty, decapitado no passado dia 16 de outubro na região de Paris após ter mostrado caricaturas do profeta Maomé …