Avião ucraniano não pediu ajuda (e há pistas que apontam para ataque de míssil russo)

Abedin Taherkenareh / EPA

A tripulação do avião ucraniano, que caiu em Teerão, não pediu ajuda via rádio e estava a tentar voltar ao aeroporto quando a aeronave se despenhou, segundo um relatório preliminar da investigação iraniana divulgado esta quinta-feira. Entretanto, a Ucrânia suspeita de que pode ter sido um acto terrorista ou um ataque de um míssil russo.

O aparelho, um Boeing 737, partiu do aeroporto de Teerão às 6h12 desta quarta-feira (hora local), com destino à capital ucraniana de Kiev.

Os dados foram avançados pela autoridade de aviação civil do Irão e constam de um relatório preliminar sobre o acidente que causou 176 mortos (83 iranianos, 63 canadianos, 11 iranianos, 10 suecos, quatro afegãos, três alemães e três britânicos) depois de cair na quarta-feira pouco depois de ter levantado voo do aeroporto da capital iraniana.

As primeiras indicações disponibilizadas pelas autoridades iranianas apontaram para a existência de problemas mecânicos na origem da queda do avião.

O acidente ocorreu horas depois do lançamento de mísseis iranianos contra duas bases da coligação internacional liderada pelos Estados Unidos, em Ain Assad e Erbil, no Iraque, numa operação de vingança pela morte do general iraniano Qassem Soleimani.

As autoridades iranianas encontraram as caixas negras do avião, diz a AFP. “As duas caixas negras do 737 ucraniano que se despenhou esta manhã foram encontradas, disse o porta-voz da proteção civil local, Reza Jafarzadeh à agência de notícias semi-oficial ISNA.

Porém, o Irão não tem intenção de entregar as caixas negras. “Não entregaremos as caixas negras ao fabricante [Boeing] nem aos americanos”, disse o chefe da Organização da Aviação Civil do Irão, Ali Abedzadeh, citado pela AFP.

Ucrânia investiga possível ataque russo

Entretanto, o secretário de segurança nacional da Ucrânia, Oleksiy Danylov, referiu que tem a decorrer uma investigação própria sobre o acidente, nomeadamente para analisar se o avião foi alvo de um atentado terrorista ou atingido por um míssil russo.

Oleksiy Danylov apontou que estão a ser analisadas pistas que foram divulgadas na Internet e que indicam que foi um míssil russo que provocou o acidente. As autoridades ucranianas procuram agora vestígios desse potencial míssil, como relata a Reuters.

Outras hipóteses em estudo são uma eventual falha no motor e a colisão com outro objecto.

O Boeing 737-800 é um avião a jato de curto a médio alcance. Milhares destas aeronaves são usadas por companhias aéreas em todo o mundo.

A verificar-se a tese de falha mecânica, esta seria mais uma ocorrência na lista de incidentes fatais que nos últimos meses assolaram a Boeing.

Em outubro do ano passado, um Boeing 737 Max 8 da companhia aérea Lion Air caiu e provocou a morte de 189 pessoas. Cinco meses depois, a queda de outro 737 Max 8, da Ethiopian Airlines, fez 157 mortos. Desde então, os Boeing 737 Max 8 foram retirados de circulação em todo o mundo.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

      • Portanto,.. o amigo Zé Esteves acha que as notícias que nos são enfiadas pela goela abaixo são, essas sim, fidedignas
        Pois eu chamos a essas verdadeiras ofensas à inteligência humana.
        que é exactamente o que os emissores pretendem. Esses sabem bem que “Inteligência Humana”, em termos colectivos é uma comodidade rara.
        portanto jogam pela estatística. e nunca falha, porque a mediocridade impera.

  1. É necessário descaramento e muita má fé para achar que a Russia ia atacar um avião cívil em solo de um país com o qual mantém boas relações… Já não há paciência para aturar estas tentativas, ainda para mais descabidas, de demonização.

    • Carlos, presta atenção! ninguém disse que foi a “Rússia” e sim, um “missel russo” idêntico aos utilizados pelo Irã em sua defesa aérea.

      • Não é isso que é importante S(eu) Malagoli.
        O que é importante é a intenção de ‘colar’ uma vez mais algo que é negativo e fresco na cabeça das pessoas, aos Russos.
        Os factozinhos manhosos sem fundamento de fazer conecções esterotipadas de “misseis” “terrorismo” “Ucrânia x Rússia”,…tudo técnicas de manipulação de massas que funciona estatisticamente. Pura propaganda medíocre.
        E, quando daqui a uns dias se provar (por quem de direito) que afinal era tudo ‘conjectura’ maliciosa, e sair um desmentido no fundo da 4ª página do jornal, já de nada serve. A mensagem negativa já está plantada.

RESPONDER

Homem na casa dos 20 anos morre de peste no Novo México

Um homem na casa dos 20 anos morreu de peste septicémica no estado norte-americano do Novo México, anunciaram as autoridades de saúde deste estado. A vítima, cuja identidade não foi revelada publicamente, viva em Rio …

Cara do pintor italiano Rafael reconstruida para resolver mistério do seu túmulo

Uma equipa de especialistas fez uma reconstrução em 3D da cara do pintor italiano renascentista Rafael. Assim, confirmaram o seu aspeto físico e resolveram o mistério relativamente ao seu túmulo. O rosto do pintor italiano Rafael …

Novo método não-invasivo permite diagnosticar cancro cerebral sem fazer incisões

Diagnosticar tumores cerebrais pode ser difícil e muito invasivo. Agora, uma equipa de investigadores desenvolveu um método para detetar cancro no cérebro sem ser necessária qualquer incisão. Os tumores cerebrais são normalmente diagnosticados através de imagens …

A última plataforma de gelo intacta do Canadá colapsou. Criou um icebergue maior do que o Porto

A plataforma de gelo Milne, no Canadá, fragmentou-se no final do mês de julho, formando vários icebergues, dois dos quais de grandes dimensões. Cientistas ouvidos pela agência noticiosa AP referem que esta era uma plataforma especial, …

Ícones da moda de luto: a indústria fashion nunca mais será a mesma

Muitas são as áreas da economia a ser gravemente afetadas pela pandemia de covid-19. A indústria da moda não foge à tendência e já são muitos os líderes de grandes marcas a "declarar morte" à …

Covid-19: Cigarros eletrónicos aumentam riscos de infeção em cinco a sete vezes para jovens

O risco de contrair covid-19 entre adolescentes e jovens adultos que fumam cigarros eletrónicos é cinco a sete vezes superior, segundo um estudo liderado pela faculdade de Medicina da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos. O …

Apenas 10% da população escreve com a mão esquerda. Cientistas lutam para explicar porquê

Em praticamente qualquer lugar do globo, apenas 10% das pessoas são canhotas, isto é, têm maior habilidade com o lado esquerdo do corpo, especialmente com a mão, comparativamente com o lado direito. Os cientistas tentam há …

Para reavivar o turismo, esta pequena cidade está a contar com a ajuda dos "vampiros"

A pequena cidade de Forks, em Washington, nos Estados Unidos, é lar de 3.600 pessoas, cujos meios de subsistência nos últimos 15 anos foram impulsionados por uma indústria do turismo alimentada por "Crepúsculo", a série …

Tim Cook acaba de se juntar ao clube dos milionário à boleia de recorde histórico da Apple

O diretor-executivo (CEO) da Apple, Tim Cook, acaba de se juntar à lista de multimilionários do mundo, depois de a gigante tecnológica norte-americana atingir um valor de mercado histórico. De acordo com os cálculos da …

Cientistas calculam probabilidade de contágio ao viajar de comboio

Investigadores da Universidade de Southampton, no Reino Unido, calcularam a probabilidade de contrair covid-19 ao viajar numa carruagem de comboio com uma pessoa infetada. Em colaboração com a Academia Chinesa de Ciências, a Academia Chinesa de …