Avião da Boeing com 176 pessoas a bordo cai no Irão. Não há sobreviventes

Abedin Taherkenareh / EPA

A queda de um avião ucraniano perto da capital do Irão provocou, esta madrugada, a morte de todas as pessoas que seguiam a bordo, informaram as autoridades de emergência iranianas.

Pelo menos 176 pessoas, entre passageiros e tripulantes, seguiam a bordo do Boeing 737, que se despenhou pouco depois de descolar do aeroporto internacional Imam Khomeini, em Teerão. Uma informação divulgada anteriormente pela televisão estatal iraniana dava conta de que 180 pessoas seguiam a bordo da aeronave.

O aparelho partiu do aeroporto de Teerão, capital do Irão, às 6h12 desta quarta-feira (hora local), com destino à capital ucraniana de Kiev. De acordo a FlightRadar 24, um site que regista voos mundiais em tempo real, o avião despenhou-se dois minutos depois da descolagem — hora a que foi recebido o último sinal — entre as cidades de Parand e Shahriar.

Segundo agências internacionais, o avião da Ukraine International Airlines caiu num terreno agrícola a sudoeste de Teerão, para onde já foi mobilizada uma equipa de investigação.

No avião, seguiam 176 pessoas: 167 passageiros e nove tripulantes. O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, já confirmou, de acordo com informações preliminares, a morte de todas as pessoas que seguiam no avião. O conselho de segurança da Ucrânia, citado pela agência Reuters, disse que onze cidadãos ucranianos morreram no acidente — nove deles são tripulantes. A maior parte das vítimas — 140 — eram de nacionalidade iraniana. De acordo com a Sky News, há três cidadãos britânicos.

As primeiras indicações disponibilizadas pelas autoridades iranianas apontaram para a existência de problemas mecânicos. Fonte oficial da embaixada ucraniana em Teerão assegurou, de acordo com o Observador, que foi uma falha no motor provocou a queda da aeronave.

A Ukraine International Airlines suspendeu todos os voos para Teerão por tempo indeterminado.

O acidente ocorreu horas depois do lançamento de dezenas de mísseis iranianos contra duas bases em Ain Assad e Arbil, no Iraque, utilizadas pelo exército norte-americano, numa operação de vingança pela morte do general iraniano Qassem Soleimani.

O Boeing 737-800 é um avião a jato de curto a médio alcance. Milhares destas aeronaves são usadas por companhias aéreas em todo o mundo.

Em outubro do ano passado, um avião da companhia aérea Lion Air caiu e provocou a morte de 189 pessoas. Cinco meses depois, a queda de uma aeronave da Ethiopian Airlines fez 157 mortos. Desde então, todos os Boeing 737 Max 8 foram retirados de circulação em todo o mundo.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Chineses desistem de comprar o BNI Europa. Está agora em mãos angolanas

O contexto de incerteza, provocado pela pandemia de covid-19, levou o Grupo chinês KWG a desistir de comprar 80,1% da participação do BNI Europa. O grupo chinês KWG desistiu de comprar 80,1% da participação do BNI …

Tesla usa peças do Model 3 para construir um ventilador

A Tesla também está a tentar contribuir para colmatar a escassez de ventiladores com um novo protótipo, feito com partes do Model 3. A Tesla construiu um ventilador com recurso a componentes automóveis. A fabricante elétrica …

Há acordo no Eurogrupo: 500 mil milhões de euros "disponíveis imediatamente"

Os ministros das Finanças da Zona Euro chegaram a acordo, esta quinta-feira, sobre os apoios económicos para fazer face à pandemia de covid-19. O Eurogrupo chegou a acordo sobre o pacote de ajuda económica para a …

Se recebeu uma chamada da Tunísia, não devolva. É fraude

Clientes de várias operadoras nacionais têm recebido, nas últimas semanas, um "anormal" volume de chamadas internacionais. As operadoras suspeitam de fraude. Segundo o Jornal de Notícias, várias pessoas têm recebido chamadas de u número internacional que …

FMI avisa que vêm aí "tempos sombrios" e que "todos vão sofrer"

Kristalina Georgieva, chefe do Fundo Monetário Internacional (FMI), avisou que os próximos tempos serão sombrios e que todos irão sofrer. Numa introdução às reuniões da primavera do FMI e do Banco Mundial, que decorrem entre 14 …

Merkel pede paciência: situação continua "frágil"

Angela Merkel pediu paciência aos alemães e admitiu que "não será necessário" impor no país medidas mais rigorosas de confinamento. A chanceler alemã, Angela Merkel, apelou esta quinta-feira à paciência dos alemães, num momento de crescente …

Detido bilionário chinês que criticou Presidente Xi Jinping. Estava desaparecido há um mês

O bilionário chinês Ren Zhiqiang que criticou a forma como Presidente da China, Xi Jinping, lidou com a pandemia, está sob custódia das autoridades chinesas devido a uma investigação em que é o principal suspeito. …

Bloqueio dos coronabonds pela Holanda é "irresponsável"

Jean-Claude Juncker, antigo presidente da Comissão Europeia, considera que o bloqueio pela Holanda do uso do Mecanismo Europeu de Estabilidade é "irresponsável". O antigo presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, considerou esta quinta-feira “irresponsável” o bloqueio …

Creche recusou receber filho de enfermeira por falta de funcionários. Meteram baixa

A creche e pré-escolar "Voar mais alto", em Setúbal, recusou receber uma criança de três anos, filha de uma enfermeira, por falta de funcionários. A notícia é avançada esta quinta-feira pelo Observador que adianta que as …

Subsídio por assistência a filhos vai ser pago 100% em toda a função pública

O subsídio por assistência a filho sobe de 65% para 100% do salário aos funcionários públicos inscritos na Caixa Geral de Aposentações. O Governo aprovou, esta quinta-feira, um diploma que aumenta o subsídio por assistência …