“Só há coragem para Ovar?”. Malheiro sugere cerca sanitária em Lisboa

Manuel Fernando Araújo / Lusa

O presidente da Câmara de Ovar, Salvador Malheiro

O presidente da Câmara de Ovar afirmou, este domingo, que “Lisboa está a colocar em risco todo o país” relativamente à propagação da covid-19, deixando implícita a sugestão de uma cerca sanitária à capital.

Numa mensagem no Twitter, o autarca do PSD, Salvador Malheiro, começou por recordar que, a 17 de março, “percebeu-se o cerco em Ovar” porque “era o único município em contaminação comunitária”.

Depois, “todo o país passou a essa condição, não fazia sentido fazer cercos”, prosseguiu o presidente da Câmara de Ovar, acrescentando que, “entretanto, tudo melhorou”.

“Hoje, Lisboa está a colocar em risco todo o país. Não esperem mais. Ou só há coragem para Ovar?”, questionou Salvador Malheiro.

Este domingo, a região de Lisboa e Vale do Tejo (LVT) registou 77% dos novos casos de covid-19, concentrando 225 das 292 novas infeções, segundo o boletim da situação epidemiológica em Portugal divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

O primeiro ministro, António Costa, reúne-se, esta segunda-feira, com os presidentes dos cinco municípios da Área Metropolitana de Lisboa que despertam maior preocupação devido ao elevado número de novos casos nas últimas semanas.

Entre os autarcas convocados para a reunião estão Fernando Medina (Lisboa), Basílio Horta (Sintra), Carla Tavares (Amadora), Hugo Martins (Odivelas) e Bernardino Soares (Loures), que devem discutir o eventual aprofundamento das medidas de contenção da pandemia.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, assegurou que apoiará o que o Governo decidir depois desta reunião, naquilo “que for necessário fazer para impedir o descontrolo” do desconfinamento na região de Lisboa.

O líder do Governo vai estar nesta reunião acompanhado pela ministra da Saúde, Marta Temido, bem como pelo secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, Duarte Cordeiro, responsável pela gestão da crise sanitária na região.

Portugal regista 1530 mortes e 39.133 casos desde que foi reportado o primeiro caso de contaminação pelo novo coronavírus, no dia 2 de março.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

42 COMENTÁRIOS

    • Malheiro é um autarca de enorme experiência e um dos melhores do país. Ele sabe do que fala. O amiguismo da equipa governativa não permite a Costa fazer uma cerca sanitária, no núcleo da capital. Além do mais seria aceitar o retrocesso do processo pandémico e a consequente falha do governo pelo resvalar da situação.

    • Este senhor estava a aguardar algo para querer dar nas vistas.
      É com políticos desta envergadura, que o partido, infelizmente, não anda.
      Podia estar caladinho…mais um tiro no pé !!!

  1. E porque não? Com certeza seria preciso definir corretamente as áreas em causa e as limitações adequadas, mas enquanto nada se fizer está o resto de Portugal a sofrer consequências. A cerca iria servir de proteção ao resto do território e ao mesmo tempo facilitar e acelerar a identificação e tratamento das pessoas infetadas. É quase uma questão de bom senso.

  2. É melhor continuarem a espalhar a peste como aconteceu na minha terra onde a filha veio ver os pais e contaminou os aos dois…

  3. Se Ovar teve cerco porque não Lisboa quando os números estão acima já ha semanas? São tb diferentes? À pois são é q se fizer o cerco os srs politicos não podem sair de Lisboa né?? É sempre a mesma bosta.

    • Mas, Lisboa é Lisboa…, o resto é paisagem! Lá pode-se fazer o que for, mas nada que vai contra os potenciais votos!

    • Exactamente. Estes governantes não querem estar cercados nem dar parte de fracos. Adoptar a cerca sanitária era assumir oficialmente a sua falha e fracasso nesta fase da pandemia.

  4. Os Lisbueiros estão abertos e já não se pode com o cheiro… É fazer a cerca e, de preferência, depois encher de água até cima

  5. Pois, parece-me a mim que o Malheiro tem toda a razão. Aliás, do que pude ir acompanhando, pareceu-me uma pessoa bastante esclarecida no contexto da Covid19 e do que foi necessário fazer. Alguém que resolve e nem tanto alguém que gosta de palco, que no fundo é o tipo de pessoas que faz falta.
    Devia-se ponderar esta possibilidade rapidamente, pois a situação justifica-se.
    Em alguns concelhos nos quais tenho acompanhado mais a evolução dos casos, os casos novos são todos (ou na sua esmagadora maioria) provenientes da zona de Lisboa. E estou a falar de concelhos que se situam a várias centenas de quilómetros da região de Lisboa e Vale do Tejo.
    Que não venha a ser necessário correr atrás do prejuízo…

  6. Por acaso, o Presidente da Câmara de Ovar é a pessoa com mais autoridade moral para se queixar já que o seu município foi o único a ter cerca sanitária. E nem sequer foi o município com mais infetados! Os ovarenses foram, comparativamente com os outros portugueses, os mais duramente tratados.

  7. Cansado de ver tantas reportagens de distúrbios e comportamentos que qualifico de criminosos, para não dizer “terroristas”, de ouvir tanta informação e desinformação, tantas sondagens e percentagens mais ou menos credíveis, de ler comentários apontando a culpa ao Norte ao Sul ao Oeste e Este, cada um defendendo a sua capelinha como se trata-se de clubes de futebol. Caros colegas comentadores, tomei como atitude quanto aos cuidados a ter em Sociedade, indiferentemente da Região, e considero que no Território Português temos 10 milhões de infectados incluindo Eu, provavelmente. Portanto é melhor deixarem-se de certas considerações mais ou menos abjetas. A virulência desta nova estirpe en ausência de tratamento e vacina, vai certamente causar baixas importantes na População, no equilíbrio da Economia e de modo geral afectar seriamente o nosso modo de viver para não dizer sobreviver. Claro que as acções provocatórias de alguns, a falta de meios humanos e materiais são a tempestade perfeita para causar uma catástrofe Nacional quasi incontrolável. Por este andar, virá a ser decretado novo estado de emergência com as piores consequências para o País. Portanto o mal maior não vem do Norte ou do Sul, o nosso pior inimigo viaja connosco !..bem haja a todos.

  8. O senhor Malheiro tem toda a razão, repare-se que inicialmente alguém logo apontou provocatória-mente como razão o Norte ser mais afectado por ser mais “pobre”, esqueceram as ligações industriais e comerciais dessa região com Itália e outros, no seu concelho foi tomada uma medida de fundo e resultou, mas agora como pelos vistos o vírus se virou para os ricos, e é interessante ver que ele é de origem comunista e logo de um comunismo que não nega nada a paixão pelo capital, possivelmente agora instalou-se numa zona mais rica e poderá não querer arredar pé, aqueles que por aqui teimam em fazer de conta que nada se passa, que se cuidem, pois o gajo poderá engraçar com eles e então certamente mudarão de opinião.

  9. Vota Malheiro, têm muita razão no que diz, e ninguém o pode contrariar, foi homem de coragem e agora esses saloios de Lisboa quem é que pensam que são a mais dos outros portugueses, sejam solidários para com o resto do pais, ou sejam assumam as vossas responsabilidades, que estão prestes a arrebentarem o resto do pais. fiquem descansados que vos enviamos comida senão morriam á fome sem a malta do centro e norte.

  10. Este pastor de ovelhas compara Ovar a Lisboa e afirma que Lisboa tem 500 mil habitantes.

    É demasiado para ele perceber que o problema não tem a ver com Lisboa, mas sim com a Grande Lisboa; o que é completamente diferente e, onde habitam cerca de 3 milhões de pessoas.

    É o que dá não sair da aldeia. Sabe que Lisboa existe, mas como nunca lá pôs os pés, emite opiniões só porque sim.

RESPONDER

Cidade japonesa acaba de proibir a utilização de telemóveis enquanto se caminha

A cidade japonesa de Yamato acaba de aprovar uma proposta de lei que proíbe as pessoas de utilizarem telemóveis enquanto caminham. A cidade, localizada num subúrbio de Tóquio, entende que os telemóveis são um risco …

MIT apagou base de dados popular que ensinou IA a ser racista e sexista

O Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), nos Estados Unidos, viu-se obrigado apagar uma base de dados de treinamento de Inteligência Artifical (IA) depois de esta ensinar vários algoritmos a usar insultos racistas e sexistas. …

Escola Básica e fábrica de Paços de Ferreira encerradas, com nove casos positivos

A Escola Básica n.º 2 e a Fábrica de Lacados Abrelac, em Paços de Ferreira, Porto, foram encerradas após diagnosticados nove casos de covid-19 para “prevenção” e para “interromper as cadeias de transmissão”, disseram hoje …

Mais nove mortes e 328 casos confirmados em Portugal

Portugal regista hoje mais nove óbitos por covid-19, em relação a sábado, e mais 328 casos de infeção confirmados, dos quais 254 na região de Lisboa e Vale do Tejo, segundo os dados da Direção-Geral …

Cientistas criam miniatura de ondas de choque de supernovas (e quase desvendam um mistério)

Esta versão em miniatura das ondas de choque das supernovas pode ter ajudado os cientistas a chegar muito perto da resolução de um antigo mistério cósmico. Uma equipa de investigadores do Departamento de Energia do Centro …

Na Indonésia, são os recém-licenciados quem mais vai sofrer com o impacto económico da covid-19

A covid-19 continua a desacelerar a economia na Indonésia e pode causar graves impactos nos recém-licenciados que entram no mercado de trabalho pela primeira vez. Na Indonésia, o crescimento económico diminuiu para 2,97% durante o primeiro …

Mudanças climáticas ameaçam 60% das espécies de peixes do mundo

Uma nova investigação levada a cabo por cientistas do Instituto Alfred Wegener, na Alemanha, sugere que as mudanças climáticas podem destruir mais espécies de peixes do que se pensavam anteriormente. Se as temperaturas globais subirem …

Engenheiros desenvolvem célula de combustível duas vezes mais eficiente do que a de hidrogénio

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, desenvolveu um novo processo para uma célula de combustível que funciona com o dobro da tensão das células a combustível tradicionais de hidrogénio. O novo …

Preços das bebidas concertados durante anos. Seis supermercados sob suspeita de cartel

Seis grupos de distribuição alimentar e dois fornecedores de sumos, vinhos e outras bebidas, foram acusados pela Autoridade da Concorrência de concertarem preços durante vários anos em prejuízo do consumidor. "Após investigação, a Autoridade da Concorrência, …

Sindicato denuncia mobilização forçada de médicos para tratar surto de Reguengos de Monsaraz

O Sindicado dos Médicos da Zona Sul (SMZS) denunciou hoje o que diz ser uma “mobilização forçada de médicos” pela Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo para o combate ao surto de covid-19 de …