França confirma 3 casos de coronavírus chinês. Já chegou à Austrália e Malásia

Wu Hong / EPA

Depois de França ter confirmado três pessoas infetadas com o novo coronavírus oriundo da China, também a Austrália e Malásia reportaram casos.

As autoridades da Malásia anunciaram este sábado terem registado os primeiros três casos de pessoas infetadas com o novo coronavírus detetado na China.

Os três casos foram confirmados no estado de Johor, que faz fronteira com Singapura, explicaram as autoridades. Os indivíduos infetados são cidadãos chineses e familiares próximos de um homem de 66 anos que já tinha sido infetado com o vírus em Singapura.

A mulher e os seus dois netos foram rastreados e deram positivo, disse o ministro da Saúde da Malásia, Dzulkefly Ahmad.

Na Austrália, há um caso confirmado: trata-se de um paciente chegou a Melbourne há uma semana procedente da cidade de Wuhan, o epicentro da epidemia, anunciaram as autoridades australianas citada pela agência noticiosa AFP.

Segundo Brendan Murphy, responsável de saúde pública do Governo australiano, as autoridades do estado de Victoria seguiram “estritamente os protocolos, incluindo o isolamento do infetado”. “O paciente está com pneumonia e o seu quadro é estável”.

O ministro australiano da Saúde, Greg Hunt, informou que os passageiros do voo no qual o homem estava foram contactados “para informação e conselhos”.

Esta sexta-feira, o coronavírus chegou à Europa, havendo três casos confirmados. As pessoas em causa estiveram na China e estão hospitalizadas – uma em Bordéus e duas em Paris – com medidas de “isolamento”, revelaram as autoridades de França.

Ao todo, o coronavírus já chegou a 12 países: Macau, Tailândia, Taiwan, Coreia do Sul, Japão, Nepal, Malásia, Singapura, Vietname, Estados Unidos e França.

Número de mortos na China aumenta

O número de mortos devido ao novo coronavírus aumentou entretnto para 41, depois de 15 pessoas terem morrido na província de Hubei, informaram as autoridades locais.

De acordo com as autoridades chinesas, citadas pelas agências France-Presse e AP, o número de casos confirmados é de cerca de 1.300.

As autoridades montaram uma operação de quarentena que vai cobrir 13 cidades na província de Hubei para tentar conter a propagação deste vírus.

O novo vírus, que causa pneumonia, foi detetado na China no final de 2019. Além do território continental chinês, estão confirmados casos em Macau, Tailândia, Taiwan, Hong Kong, Coreia do Sul, Japão, Estados Unidos e França.

As autoridades chinesas consideram que o país está no ponto “mais crítico” no que toca à prevenção e controlo do vírus e colocaram em quarentena, impedindo entradas e saídas, três cidades onde vivem mais de 18 milhões de pessoas — Wuhan, onde começou o surto, e as vizinhas Huanggang e Ezhou.

Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde anunciou a ativação dos dispositivos de saúde pública de prevenção, enquanto o Centro Europeu de Controlo de Doenças elevou para “moderado” o risco de contágio na União Europeia.

O Comité de Emergência da Organização Mundial de Saúde (OMS), que reuniu esta quarta e quinta-feira, optou por não declarar emergência de saúde pública internacional, embora reconheça que há esse risco. Os primeiros casos do coronavírus “2019 – nCoV” apareceram na cidade de Wuhan, capital e maior cidade da província de Hubei, no centro da China, quando começaram a chegar aos hospitais pessoas com uma pneumonia viral.

Os sintomas associados à infeção causada por este novo coronavírus são mais intensos do que uma gripe e incluem febre, dor, mal-estar geral e dificuldades respiratórias, incluindo falta de ar.

Dados preliminares, divulgados pela revista médica The Lancet, apontam algumas semelhanças entre o novo coronavírus e o coronavírus que esteve na origem da Síndrome Respiratória Aguda Grave, identificada pela primeira vez na China há mais tempo.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Nicotina contribui para cancro do pulmão formar metástases no cérebro

A nicotina, uma substância não carcinogénica presente no tabaco, contribui para que o cancro no pulmão se dissemine no cérebro, formando metástases, concluiu um estudo publicado na revista Journal of Experimental Medicine. Uma equipa de investigadores …

Nas montanhas suíças, há quartos de hotel sem paredes nem teto

Dois artistas concetuais suíços criaram sete "quartos de hotel" ao ar livre, sem paredes nem teto, mas com vistas para as montanhas da Suíça e de Liechtenstein. A dupla suíça, os irmãos gémeos Frank e Patrik …

Risco de segunda vaga de covid-19 é alto em França

Um estudo publicado esta sexta-feira revela que a chamada "imunidade de grupo" está longe de ser alcançada em França. O risco de uma segunda vaga de covid-19 em França é "extremamente elevado", de acordo com um …

Desvendado mistério das cartas censuradas entre a rainha Maria Antonieta e o seu suposto amante

A natureza da relação entre a rainha Maria Antonieta e o conde sueco Axel de Fersen continua a intrigar os historiadores há mais de um século. Eram realmente amantes? Agora, graças a uma nova análise …

Ministra do Madagáscar afastada por querer gastar 1,8 milhões em rebuçados para disfarçar sabor de "Covid-Organics"

A ministra da Educação do Madagáscar foi destituída esta quinta-feira, depois de ter proposto gastar 1,8 milhões de euros em rebuçados, para distribuir em escolas e atenuar o sabor de uma infusão para a covid-19. A …

Santa Clara 3-2 SC Braga | Açorianos estreiam-se na nova casa com vitória sobre os minhotos

O Santa Clara venceu hoje o Sporting de Braga por 3-2, em jogo da 25.ª jornada da I Liga de futebol em que se assinalou também a estreia da Cidade do Futebol como palco de …

O maior e mais antigo monumento Maia já conhecido foi descoberto no México

O maior e mais antigo monumento já conhecido construído pela civilização Maia, batizado como Aguada Fénix, foi encontrado no sudeste do México. De acordo com o site New Scientist, o Aguada Fénix é uma enorme …

Twitter bloqueia vídeo de campanha de Donald Trump com tributo a George Floyd

O Twitter bloqueou um vídeo de tributo a George Floyd feito pela campanha de reeleição do Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. A rede social colocou um rótulo no vídeo da página da conta @TeamTrump, dizendo …

Depois da covid-19, poder haver uma outra doença respiratória à nossa espera

Com o desconfinamento, vamos gradualmente regressando ao normal, mas agora possivelmente com um novo inimigo. A doença dos legionários pode estar escondida nos edifícios que deixamos para trás. Surtos globais de coronavírus forçaram o encerramento de …

Apple está a seguir iPhones roubados das lojas durante os protestos nos EUA

Os iPhones que têm sido roubados das lojas da Apple durante os protestos contra a violência policial, nos Estados Unidos, foram desativados e estão a ser seguidos pela empresa. De acordo com a revista Newsweek, as …