Atirador de Las Vegas transferiu dinheiro para o estrangeiro e instalou câmaras no hotel

Bill Hughes / Las Vegas News Bureau / HANDOUT / EPA

59 pessoas morreram e mais de 500 ficaram feridas no tiroteio no Route 91 Harvest festival, em Las Vegas, EUA

O autor do ataque de Las Vegas transferiu 100 mil dólares para o estrangeiro dias antes do tiroteio e planeou o massacre meticulosamente, colocando câmaras no visor da porta do quarto de hotel e no corredor, informaram as autoridades.

A polícia está a investigar a namorada do atirador e o que esta pode saber sobre o ataque no festival de música country que provocou 59 mortos e mais de 500 feridos.

Marilou Danley, de 62 anos, voltou aos Estados Unidos, vinda das Filipinas, na terça-feira à noite e foi abordada por agentes do FBI (Departamento Federal de Investigação).

As autoridades estão a tentar perceber quais as motivações de Stephen Paddock, que protagonizou o mais mortal tiroteio da história dos EUA.

O xerife Joseph Lombardo disse estar “absolutamente” confiante em que vão conseguir perceber o que motivou Paddock, de 64 anos, contabilista reformado, que se matou quando a polícia entrou no seu quarto de hotel, no 32.º andar.

Paddock transferiu 100 mil dólares para as Filipinas nos dias antes do tiroteio, disse à agência Associated Press um dirigente norte-americano, sob condição de anonimato.

Os investigadores continuam a tentar localizar o dinheiro e estão a analisar pelo menos uma dúzia de relatórios financeiros das últimas semanas, que indicam que Paddock apostava mais de dez mil dólares por dia, disse o mesmo dirigente.

As câmaras que Paddock colocou no hotel Mandalay Bay faziam parte do seu extenso plano de preparação, que incluiu o armazenamento de quase duas dúzias de armas no quarto, antes de abrir fogo sobre o concerto. As câmaras estavam instaladas no visor da porta do quarto e no carrinho de serviço de quartos, parado no corredor.

Além das câmaras, os investigadores encontraram no quarto de hotel um computador, 23 armas e um dispositivo que permite que uma espingarda dispare continuamente, como uma arma automática. Outras 19 armas foram encontradas na casa de Paddock em Mesquite e sete na casa de Reno.

Mais de 500 pessoas ficaram feridas, algumas atingidas por tiros, outras feridas ao tentarem escapar entre o caos. Pelo menos 45 pessoas, em dois hospitais, permanecem em estado crítico.

Sobre o que poderá ter motivado Paddock, o agente reformado do FBI Jim Clemente, especializado em perfis, afirmou que pode ter surgido “algum tipo de gatilho na sua vida – uma grande perda, o fim de uma relação, ou talvez tenha descoberto que tinha uma doença terminal”.

Clemente considera ser necessário realizar uma “autópsia psicológica” para desvendar o motivo. Se o suicídio não tiver destruído o cérebro do atacante, os especialistas poderão mesmo encontrar algum tipo de desordem neurológica.

O Presidente dos EUA afirmou que desconhece se o autor do tiroteio tinha algum tipo de ligação ao grupo radical Estado Islâmico. “Não tenho ideia”, disse aos jornalistas a bordo do Air Force One, no regresso de Porto Rico.

Embora o grupo radical tenha assumido a autoria do tiroteio, o FBI descartou por agora qualquer vínculo de Paddock a grupos terroristas estrangeiros.

Trump, que vai viajar hoje para Las Vegas para se reunir com as autoridades locais e familiares das vítimas, retratou Paddock como alguém “doente” e “demente”.

O Presidente evitou ainda falar sobre o controlo de armas de fogo nos EUA e afirmou que “quem sabe” esse debate se abra “em algum momento”.

Segundo a Associated Press, este foi o tiroteio mais mortífero da História moderna dos Estados Unidos, ultrapassando o número de vítimas do ataque numa discoteca de Orlando, em junho de 2016, que fez 49 mortes.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Vem tudo nos filmes americanos, pobres vitimas do concerto, mas alguém com a família ameaçada de morte faria de tudo para salvar os seus. A casa branca é cruel para os seus cidadãos e nem o presidente da Coreia do Norte faria pior.

Responder a Jonas Cancelar resposta

Encontrados medicamentos ilegais em suplementos para o cérebro

Cientistas encontraram medicamentos ilegais, não aprovados nos Estados Unidos, em suplementos que alegadamente melhoram o desempenho cognitivo. Clareza mental, criatividade aprimorada e uma memória extremamente nítida são algumas das promessas feitas a quem compra suplementos de …

Voluntários oferecem-se para cumprir pena de jovem acusado de blasfémia

Num ato de solidariedade, 120 voluntários pediram para cumprir a pena de um jovem nigeriano condenado a 12 anos de prisão por blasfémia. Entre os voluntários está o diretor do Memorial de Auschwitz. Ao todo, 120 …

ADN ajuda a identificar assassino em série num dos mais infames casos da Austrália

Uma amostra de ADN ajudou a justiça australiana a considerar um homem como culpado pelo assassinato de duas mulheres na década de 1990, encerrando um caso que permaneceu sem solução durante quase 25 anos. Durante quase …

Mais 665 casos e nove mortes por covid-19 em Portugal

Portugal regista, este domingo, mais 665 novos casos positivos e nove mortes por covid-19, segundo boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Assim, desde o início da pandemia, Portugal conta com 73.604 infetados e 1.953 …

De guerreiros a anciões. Grupo étnico no Quénia faz cerimónia única de "transformação"

Milhares de homens Maasai vestidos com xales vermelhos e roxos e com as suas cabeças revestidas de ocre vermelho reuniram-se esta semana para uma cerimónia que os transforma de Moran (guerreiros) em Mzee (anciãos). De acordo …

Há 60 anos, Richard Nixon tricou uma sanduíche (e este homem guardou-a desde então)

Há 60 anos, o então vice-Presidente dos Estados Unidos, Richard Nixon, trincou uma sanduíche - e Steve Jenne, um homem que vive em Illinois, guardou-a os restos desde então. De acordo com o The New York …

Coreia do Norte adverte Sul para não procurar nas suas águas oficial assassinado

A Coreia do Norte pediu hoje à Marinha sul-coreana que deixe de entrar nas suas águas territoriais, numa altura em que Seul procura recuperar o corpo de um oficial sul-coreano morto a tiro no mar …

"Um abandonar dos utentes". Centros de saúde atiram pacientes para farmácias e privados

Sem resposta nos centros de saúde, vários utentes vêm-se obrigados a recorrer ao setor privado e a farmácias. A Entidade Reguladora de Saúde já recebeu várias reclamações. Face à pandemia de covid-19, os centros de saúde …

Polícia treinou uma cadela para farejar provas eletrónicas

No Minnesota, Estados Unidos, a polícia treinou uma cadela para farejar dispositivos eletrónicos. Sota já ajudou a encontrar provas em dez crimes. A polícia estatal do Minnesota treinou uma cadela labrador britânica para farejar dispositivos eletrónicos, …

Trabalhistas lideram primeira sondagem desde que Boris chegou ao poder

O partido do primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, situa-se hoje, pela primeira vez desde que chegou ao poder, atrás da oposição trabalhista nas intensões de voto, o que estará relacionado com a gestão da crise pandémica, …