Ataque terrorista em Londres fez 5 mortos e 40 feridos (um português)

Andy Rain / EPA

-

Pelo menos 5 pessoas morreram, incluindo um polícia e o atacante, e 20 ficaram feridas no atentado de hoje junto ao Parlamento britânico, em Londres, informou a Polícia Metropolitana.

Atentado em Londres

Uma nova atualização das vítimas do ataque desta tarde na capital londrina elevou o número de vítimas para 5 mortes confirmadas e mais de 40 feridos, vários dos quais em estado grave, incluindo três polícias.

A sessão da Câmara dos Comuns, do Parlamento britânico, em Londres, foi esta quarta-feira suspensa depois de um suspeito, entretanto abatido pela polícia, ter esfaqueado um polícia.

Há também relatos de que um carro atropelou várias pessoas na ponte de Westminster.

Do ataque, ocorrido pelas 14:40, resultaram até agora 5 mortos, entre os quais um polícia e o atacante, e 40 feridos, alguns dos quais com gravidade, segundo a Polícia Metropolitana.

Em declarações aos jornalistas, um porta-voz da polícia disse que as autoridades acreditam que apenas um atacante esteve envolvido no atentado.

Testemunhas citadas pela Sky News dizem ter visto um homem com uma faca junto ao palácio de Westminster, onde se situa o Parlamento, e o jornalista Quentin Letts afirmou ter visto “seguranças do Parlamento a disparar contra um homem que atacou um polícia”.

Algumas testemunhas citadas pela BBC relatam a existência de feridos na Ponte de Westminster, depois de um automóvel ter atropelado pelo menos cinco pessoas no passeio da ponte de Westminster.

O condutor, depois de atropelar os peões, foi embater no gradeamento do edifício do parlamento, saiu do veículo empunhando uma grande faca e esfaqueou um polícia, antes de ser alvejado.

A Scotland Yard afirma que o caso está a ser tratado como um “ato terrorista” até que se prove o contrário e já mobilizou a sua unidade de contraterrorismo.

De acordo com vários órgãos, uma mulher atropelada na ponte morreu e há mais feridos que apresentam lesões graves.

A primeira-ministra britânica, Theresa May, estava no Parlamento na hora do incidente e foi de imediato retirada do edifício. O gabinete de Downing Street já confirmou que a governante se encontra em segurança.

Um porta-voz da Câmara dos Comuns disse à AFP que os deputados estão confinados no interior do Parlamento. O edifício foi encerrado e as autoridades já estão a preparar a evacuação.

O London Eye, famosa atração turística da capital britânica, foi encerrado. Várias pessoas ficaram fechadas no interior das cabines por razões de segurança.

Um português entre os feridos

Um jovem português foi atropelado no ataque terrorista em Londres, Reino Unido, sofrendo cortes profundos num joelho e numa mão, mas já teve alta hospitalar e encontra-se bem, disse à Lusa José Luís Carneiro, secretário de Estado das Comunidades.

O jovem, de 26 anos, foi atropelado quando atravessava a rua para apanhar o metro, tendo sido colhido por um carro, e rebolou por cima do capô, relatou José Luís Carneiro.

O português, que vive em Londres com a mãe, sofreu “dois cortes profundos, um no joelho e outro numa mão”, tendo sido assistido no hospital de Chelsea-Westminster.

O jovem já recebeu entretanto alta hospitalar e “encontra-se bem de saúde“, referiu o governante.

O nível de alerta terrorista no Reino Unido foi fixado em agosto de 2014 em “grave”, o quarto de uma escala de cinco.

O ataque de hoje ocorreu no dia em que a Bélgica assinala o primeiro aniversário do atentado terrorista que provocou a morte a 32 pessoas em Bruxelas.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Os ingleses que me desculpem mas as suas proprias autoridades é que são culpadas disto… então há anos que a partir dali os radicais islamicos e outros recrutam novos membros e espalham para todo o mundo mensagens de odio a partir de mesquitas, rádios, net, etc… tudo isto com o conhecimento das autoridades e tudo lhes é permitido… estavam à espera de quê? milagres? E graças à pressão do “politicamente correto” toda esta historia vai continuar e pioraaaaar… fixem aí o que eu escrevi…

RESPONDER

Quatro mortos em manifestações na Bolívia. São 23 desde o final de outubro

Comissão Interamericana de Direitos Humanos registou pelo menos 122 feridos desde sexta-feira. Já houve 23 vítimas mortais desde o final de Outubro, início da crise social e política na Bolívia. Quatro pessoas morreram no sábado em …

UE acusada de pagar aos próprios traficantes para travar imigração

A União Europeia conta com um processo no Tribunal Penal Internacional interposto por Omer Shatz e Juan Branco. A UE é acusado de pagar aos próprios traficantes para parar a imigração. Omer Shatz, advogado e professor …

Governo quer ter a primeira refinaria de lítio da Europa

O Governo quer abrir a primeira refinaria de lítio no continente europeu. No entanto, João Galamba refere que tudo depende dos resultados do estudo de impacto ambiental das minas. Sem confirmar que venha a haver minas …

Cientistas desvendam novas pistas sobre o maior macaco que já existiu

O mítico "Bigfoot" é uma criatura lendária mas, durante milhões de anos, o verdadeiro — um símio com o dobro do tamanho de um ser humano adulto — percorreu as florestas do Sudeste Asiático, antes …

Preço do tabaco pode aumentar. Decisão cabe ao Governo

Os responsáveis do Programa Nacional para a Prevenção do Tabagismo propuseram um aumento do preço do tabaco, e a decisão depende agora do Governo. Os responsáveis do Programa Nacional para a Prevenção do Tabagismo propuseram um …

Derrocada em Borba. Um ano depois, ainda é uma ferida aberta e problemas continuam

Um ano depois do acidente na pedreira de Borba, o sindicato que representa os trabalhadores garante que os perigos persistem, enquanto a associação Assimagra salienta que foi um caso “isolado” e está a avançar com …

Caracóis estão a ficar amarelos para se adaptarem às alterações climáticas

Nas áreas urbanas, os caracóis estão a ficar com as cascas amarelas para se adaptarem às alterações climáticas. Os cientistas vão agora analisar os padrões das penas dos pássaros, para perceberem se também há uma …

Os terrenos contaminados de Fukushima vão tornar-se num centro de "energia verde"

Fukushima, local que sofreu um dos maiores desastres nuclear do mundo, vai reinventar-se e tornar-se num centro de energia renovável. Depois de ser atingido por um terramoto e um tsunami de 15 metros em 2011, três …

Cientistas identificaram neurónios específicos que mapeiam memórias

Neurocientistas descobriram um aspeto curioso de como a nossa memória funciona: Quando o cérebro precisa de recuperar informação relacionada com um lugar específico, neurónios individuais podem atingir memórias específicas. De acordo com o estudo publicado na …

Grande tempestade de areia pode ter ditado o fim de um império da Mesopotâmia

O Império Acádio da Mesopotâmia entrou em colapso devido a uma enorme tempestade de areia, sugeriu uma nova investigação levada a cabo por cientistas da Universidade de Hokkaido, no Japão. Em comunicado, os especialistas explicam …