Atacante de Londres era britânico e foi investigado. Estado Islâmico reivindica

Andy Rain / EPA

Polícia britânico em vigilância a Whitehall após o atentado terrorista junto ao parlamento britânico, em Londres

Polícia britânico em vigilância a Whitehall após o atentado terrorista junto ao parlamento britânico, em Londres

A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, revelou hoje que o autor do ataque de quarta-feira ao parlamento era de nacionalidade britânica e já tinha sido investigado pelos serviços secretos por ligações à violência extrema.

Atentado em Londres

Perante a Câmara dos Comuns, Theresa May assegurou por outro lado que as autoridades acreditam que o atacante agiu sozinho e não há razões para recear outros ataques.

Segundo a primeira-ministra britânica, o atacante, cuja identidade não foi nesta fase divulgada, é britânico, foi investigado e considerado uma figura sem relevância.

May considerou que o ataque é “um ataque contra todas as pessoas livres” e assegurou que o Reino Unido “não tem medo”.

Esta quarta-feira, o atacante atropelou várias pessoas na ponte de Westminster, embateu na grade do parlamento, abandonou a viatura e correu para o edifício, onde esfaqueou um agente da polícia antes de ser abatido pelas forças de segurança.

O atacante, o polícia esfaqueado e dois civis morreram, havendo ainda cerca de 40 pessoas feridas, entre as quais um jovem português.

Uma das vítimas mortais era casada com português

Uma das duas vítimas civis do ataque em Londres, Aysha Frade, professora de espanhol residente na capital londrina, ia buscar as filhas à escola quando foi atropelada pelo atacante na ponte de Westminster.

Filha de um cipriota e de uma espanhola que se conheceram no Reino Unido, Aysha Frade era casada com um português, João Frade, natural de Braga. O casal tem duas filhas, de 8 e 11 anos. De acordo com fonte da Secretaria de Estado das Comunidades Portuguesas, João Frade tem nacionalidade britânica.

Aysha Frade / Facebook

Aysha Frade

Professora num colégio da zona de Westminster, Aysha Frade ia buscar as filhas e estava a caminho de casa após o trabalho quando foi atropelada

Segundo uma fonte do ministério dos Negócios Estrangeiros espanhol, em Madrid, Aysha Frade, perdeu a nacionalidade espanhola há já “alguns anos”, mas a sua mãe e duas irmãs vivem no concelho de Betanzos, na Galiza.

Aysha, que era professora de espanhol no colégio DLD, em Londres, tinha passaporte britânico, pelo que não foi inicialmente identificada como uma vítima pelas autoridades espanholas.

Há 8 detidos relacionados com o ataque

A polícia britânica realizou esta madrugada uma operação em Birmingham e Londres relacionada com o ataque de Westminster, na sequência da qual foram detidas 8 pessoas.

Segundo o comandante da unidade antiterrorista da polícia londrina, Mark Rowley, as buscas decorreram em seis locais, envolveram centenas de agentes e resultaram em 8 detenções.

Mark Rowley adiantou ainda que até ao momento, não foram encontrados indícios que apontem para “novas ameaças terroristas”.

“Continuamos convencidos de que o atacante agiu sozinho esta quarta-feira, e que foi inspirado pelo terrorismo internacional“, sublinhou.

Segundo Rowley, a polícia está a concentrar a investigação na “motivação e preparação” do suspeito e de possíveis “associados”, estando a ser interrogadas centenas de testemunhas e analisadas imagens de câmaras de segurança.

Segundo o jornal The Guardian, o Estado Islâmico reivindicou a responsabilidade do atentado, através de uma nota da agência noticiosa Amaq, habitualmente usada pela organização terrorista para difundir propaganda.

Presidente da Turquia condena atentado em Londres

Um dia depois de ter ameaçado que nenhum europeu andará em segurança, o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, condenou hoje o ataque terrorista de Westminster, numa mensagem difundida através do Twitter, afirmando que o Reino Unido é um aliado na luta contra o terrorismo.

“Demonstramos solidariedade para com o Reino Unido, aliado e amigo contra o terrorismo: a maior ameaça contra a paz e a segurança global”, afirma Erdogan na mensagem divulgada hoje.

Na quarta-feira, horas antes do atentado de Londres, Erdogan dizia a um grupo de jornalistas em Ancara que os cidadãos europeus “não vão poder sair às ruas em paz” criticando o “comportamento da Europa” em relação aos membros do governo da Turquia impedidos de participar em comícios a favor da revisão constitucional turca.

Na mensagem difundida esta quinta-feira, o presidente turco afirma que a Turquia “partilha a dor do Reino Unido“, referindo-se ao atentado ocorrido em frente ao parlamento britânico.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Mais um memorial que vai ser mandado construir em Londres pelos políticos em memória das vítimas e se no entanto nada pensarem mudar em relação a certas religiões e raças daqui a algum tempo teremos a Europa plena desses monumentos.

  2. Chamem-lhe “britânico”… Isto do politicamente correcto já mete nojo. Mas se fosse um português diziam logo que era português. Os ingleses só têm medo é dos mouros.

RESPONDER

Cronista do “Observador" é o autor do falso plano de desconfinamento (mas não sabe quem o divulgou)

Carlos Macedo e Cunha, cronista convidado do jornal digital Observador, é o autor do plano de desconfinamento que foi posto a circular nas redes sociais, mas garante desconhecer como é que o documento se tornou …

Governo está a analisar alterações à Lei do Ruído pedidas por Marcelo (mas admite "ser difícil")

Após ignorar o pedido feito pelo Presidente da República no decreto que renovou o estado de emergência há duas semanas, o Governo anunciou estar a analisar alterações à Lei do Ruído neste novo decreto. Há duas …

Santana Lopes não vai ser candidato do PSD à Figueira da Foz

O ex-primeiro-ministro não vai ser o candidato do PSD à Câmara da Figueira da Foz, avançou o jornal digital Observador esta sexta-feira. Segundo o jornal online Observador, havia quem quisesse Pedro Santana Lopes como candidato do …

O segredo para a investigação do cancro pode estar escondido nas baleias

Algumas espécies de baleias vivem durante muitos anos graças a genes supressores de tumores duplicados. Esta descoberta pode ajudar na investigação sobre cancro em humanos. Um novo estudo sugere que o tamanho gigantesco das baleias não …

Passos Coelho cancela participação em fórum para afastar "especulações infundadas" sobre o seu regresso

O antigo primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, decidiu cancelar a presença numa conversa via Zoom agendada para 25 de março, inserida num ciclo denominado “Repensar Portugal”. Esta quinta-feira, o semanário Expresso adiantou que o antigo primeiro-ministro Pedro …

A física quântica pode causar mutações no nosso ADN

Simulações de computador e métodos de mecânica quântica têm sido usados ​​para determinar o papel que o tunelamento de protões, um fenómeno puramente quântico, desempenha nas mutações espontâneas no ADN. A biologia quântica é um campo …

Buracos negros minúsculos podem estar a "esconder-se" dentro de estrelas (e a devorá-las por dentro)

Uma equipa de investigadores tem um novo palpite sobre onde procurar a misteriosa matéria escura: esta pode estar a assumir a forma de buracos negros endoparasitários. De acordo com o ScienceAlert, buracos negros primordiais minúsculos, quase …

Maionese está a salvar tartarugas após derrame de petróleo em Israel

Membros do Centro Nacional de Resgate de Tartarugas Marinhas de Israel estão a usar maionese para limpar as vias respiratórias de tartarugas que inalaram petróleo em alto-mar. Israel fechou este domingo as praias mediterrânicas dias após …

Itália investiga empresas de entrega de comida. Há estafetas tratados "como escravos"

Itália está a investigar as empresas de entrega de comida online, com um promotor a lamentar que os estafetas que fazem as entregas, muitos deles imigrantes, são praticamente tratados "como escravos". Procuradores de Milão avançaram que …

O IONIQ 5 é o novo carro elétrico da Hyundai (e é enorme entre eixos)

O ano 2021 vai ser promissor na apresentação e lançamento de carros elétricos no mercado mundial. Algumas marcas, como a Hyundai, têm produtos prontos para serem comercializados. Agora, a marca sul-coreana apresenta o IONIQ 5. Com …