Atacante de Londres era britânico e foi investigado. Estado Islâmico reivindica

Andy Rain / EPA

Polícia britânico em vigilância a Whitehall após o atentado terrorista junto ao parlamento britânico, em Londres

Polícia britânico em vigilância a Whitehall após o atentado terrorista junto ao parlamento britânico, em Londres

A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, revelou hoje que o autor do ataque de quarta-feira ao parlamento era de nacionalidade britânica e já tinha sido investigado pelos serviços secretos por ligações à violência extrema.

Atentado em Londres

Perante a Câmara dos Comuns, Theresa May assegurou por outro lado que as autoridades acreditam que o atacante agiu sozinho e não há razões para recear outros ataques.

Segundo a primeira-ministra britânica, o atacante, cuja identidade não foi nesta fase divulgada, é britânico, foi investigado e considerado uma figura sem relevância.

May considerou que o ataque é “um ataque contra todas as pessoas livres” e assegurou que o Reino Unido “não tem medo”.

Esta quarta-feira, o atacante atropelou várias pessoas na ponte de Westminster, embateu na grade do parlamento, abandonou a viatura e correu para o edifício, onde esfaqueou um agente da polícia antes de ser abatido pelas forças de segurança.

O atacante, o polícia esfaqueado e dois civis morreram, havendo ainda cerca de 40 pessoas feridas, entre as quais um jovem português.

Uma das vítimas mortais era casada com português

Uma das duas vítimas civis do ataque em Londres, Aysha Frade, professora de espanhol residente na capital londrina, ia buscar as filhas à escola quando foi atropelada pelo atacante na ponte de Westminster.

Filha de um cipriota e de uma espanhola que se conheceram no Reino Unido, Aysha Frade era casada com um português, João Frade, natural de Braga. O casal tem duas filhas, de 8 e 11 anos. De acordo com fonte da Secretaria de Estado das Comunidades Portuguesas, João Frade tem nacionalidade britânica.

Aysha Frade / Facebook

Aysha Frade

Professora num colégio da zona de Westminster, Aysha Frade ia buscar as filhas e estava a caminho de casa após o trabalho quando foi atropelada

Segundo uma fonte do ministério dos Negócios Estrangeiros espanhol, em Madrid, Aysha Frade, perdeu a nacionalidade espanhola há já “alguns anos”, mas a sua mãe e duas irmãs vivem no concelho de Betanzos, na Galiza.

Aysha, que era professora de espanhol no colégio DLD, em Londres, tinha passaporte britânico, pelo que não foi inicialmente identificada como uma vítima pelas autoridades espanholas.

Há 8 detidos relacionados com o ataque

A polícia britânica realizou esta madrugada uma operação em Birmingham e Londres relacionada com o ataque de Westminster, na sequência da qual foram detidas 8 pessoas.

Segundo o comandante da unidade antiterrorista da polícia londrina, Mark Rowley, as buscas decorreram em seis locais, envolveram centenas de agentes e resultaram em 8 detenções.

Mark Rowley adiantou ainda que até ao momento, não foram encontrados indícios que apontem para “novas ameaças terroristas”.

“Continuamos convencidos de que o atacante agiu sozinho esta quarta-feira, e que foi inspirado pelo terrorismo internacional“, sublinhou.

Segundo Rowley, a polícia está a concentrar a investigação na “motivação e preparação” do suspeito e de possíveis “associados”, estando a ser interrogadas centenas de testemunhas e analisadas imagens de câmaras de segurança.

Segundo o jornal The Guardian, o Estado Islâmico reivindicou a responsabilidade do atentado, através de uma nota da agência noticiosa Amaq, habitualmente usada pela organização terrorista para difundir propaganda.

Presidente da Turquia condena atentado em Londres

Um dia depois de ter ameaçado que nenhum europeu andará em segurança, o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, condenou hoje o ataque terrorista de Westminster, numa mensagem difundida através do Twitter, afirmando que o Reino Unido é um aliado na luta contra o terrorismo.

“Demonstramos solidariedade para com o Reino Unido, aliado e amigo contra o terrorismo: a maior ameaça contra a paz e a segurança global”, afirma Erdogan na mensagem divulgada hoje.

Na quarta-feira, horas antes do atentado de Londres, Erdogan dizia a um grupo de jornalistas em Ancara que os cidadãos europeus “não vão poder sair às ruas em paz” criticando o “comportamento da Europa” em relação aos membros do governo da Turquia impedidos de participar em comícios a favor da revisão constitucional turca.

Na mensagem difundida esta quinta-feira, o presidente turco afirma que a Turquia “partilha a dor do Reino Unido“, referindo-se ao atentado ocorrido em frente ao parlamento britânico.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Mais um memorial que vai ser mandado construir em Londres pelos políticos em memória das vítimas e se no entanto nada pensarem mudar em relação a certas religiões e raças daqui a algum tempo teremos a Europa plena desses monumentos.

  2. Chamem-lhe “britânico”… Isto do politicamente correcto já mete nojo. Mas se fosse um português diziam logo que era português. Os ingleses só têm medo é dos mouros.

RESPONDER

Faca feita de fezes entre os vencedores deste ano dos prémios Ig Nobel

Uma faca feita com fezes congeladas e um jacaré a arrotar são alguns dos vencedores dos prémis Ig Nobel, que distinguem as invenções mais incomuns. Os prémios Ig Nobel – uma paródia dos prémios atribuídos pelas …

O hemisfério norte teve o verão mais quente de que há registo (e isso é um sinal de alerta para a Terra)

O hemisfério teve em 2020 o verão mais quente de que há registo. No geral, o Planeta Terra teve três dos meses mais quentes, e o mês de agosto foi o segundo mais quente que …

Há uma nova explicação para o naufrágio do Titanic: Uma fantástica Aurora Boreal

Todos conhecemos a história do Titanic. Também todos sabemos que o seu naufrágio aconteceu após o grande navio ter embatido num iceberg. Contudo, um investigador americano põe novas hipóteses em cima da mesa. E se …

Famalicão 1-5 Benfica | "Águia" faminta com nota artística

Após a desilusão de Salónica, que ditou um adeus precoce dos milhões da fase de grupos da Liga dos Campeões, o Benfica goleou na noite desta sexta-feira o Famalicão por 5-1, numa espécie de redenção. Neste …

O anonimato de Banksy teve um custo. Perdeu os direitos sobre uma das suas obras mais icónicas

O famoso artista de rua britânico Banksy perdeu uma longa batalha judicial pelos direitos autorais da obra "The Flower Thrower", contra a Full Colour Black, empresa que produz postais de felicitações. Banksy, o misterioso artista que, …

Reino Unido e Espanha aumentam restrições. Itália e Alemanha com quase dois mil casos

Madrid restringe movimentos de 850 mil pessoas, Itália regista um aumento dos casos de infeção nas últimas 24 horas, britânicos enfrentam novas restrições no país e Alemanha com dois mil novos casos de covid-19. A região …

Trump novamente acusado de assédio sexual. "Enfiou a língua na minha garganta", disse Amy Doris

O Presidente dos EUA, Donald Trump, foi acusado esta quinta-feira de agressão sexual por uma ex-modelo, num episódio que alegadamente terá ocorrido num torneio de ténis, em 1997. A ex-modelo Amy Dorris relatou ao jornal britânico …

Ventura pondera suspender mandato para se dedicar à campanha presidencial

O presidente do Chega afirmou hoje que o seu partido "está a analisar" no plano jurídico a questão da suspensão temporária do seu mandato de deputado para se dedicar às campanhas dos Açores e presidenciais. Em …

Schumacher está em estado vegetativo e dificilmente recupera, avisa neurologista

Um neurologista ouvido num documentário da RMC Sport diz que o ex-piloto de Fórmula 1 Michael Schumacher está em estado vegetativo e dificilmente recuperará. Já passaram quase sete anos desde que Michael Schumacher sofreu um acidente …

Processos com acórdãos a meias entre Rangel e Galante estão em risco

Durante dez anos, centenas de acórdãos do Tribunal da Relação de Lisboa foram feitos a meias entre Rui Rangel e Fátima Galante. Agora, esses processos estão em risco. A Procuradoria-Geral da República anunciou esta sexta-feira a …