Chega sob suspeita de falsificação. Há assinaturas de menores e de pessoas que já morreram

João Relvas / Lusa

O Ministério Público pediu acesso ao processo de criação do novo partido Chega por considerar que podem existir indícios da prática de crimes, nomeadamente falsificação ou contrafação de documentos.

Em causa está o atribulado processo de criação do partido que, segundo os juízes do Tribunal Constitucional, na decisão a que a TSF teve acesso, revelou indícios que “não são tranquilizadores” quanto à forma como foram feitas ou obtidas tantas assinaturas irregulares para avançar com o Chega.

Numa primeira fase, os fundadores do partido apresentaram 8.312 assinaturas de cidadãos eleitores, mas depois de análise apenas foram validadas 6.499. As restantes 1.813 foram consideradas irregulares. Confrontados com o problema, os fundadores voltariam a apresentar centenas de assinaturas que também não puderam ser aceites.

Na resposta aos primeiros problemas levantados pelo Tribunal Constitucional, o Chega apresentou mais 2.223 assinaturas a subscrever a criação do partido, mas mesmo assim, destas, 826 voltaram a apresentar problemas. Ao todo, nas duas fases, cerca de 2.600 assinaturas foram consideradas irregulares.

O tribunal adianta que uma amostra analisada permitiu perceber que “além da falta de coincidência entre os números de cartão de cidadão e os nomes dos respetivos titulares, de entre os registos não validados encontram-se igualmente múltiplos casos de subscritores menores de idade ou já falecidos“.

O jornal avança com exemplo como o jovem Simão, que depois de cruzado o nome com o número do cartão de cidadão se percebeu que não tinha nascido a 15 de setembro de 2000, mas na mesma data em 2011, tendo por isso apenas oito anos. Outro caso é o do senhor Adelino, já falecido, que se fosse vivo teria 114 anos.

Os juízes acrescentam que a maior parte das assinaturas irregulares apresentadas pelo futuro partido referiam-se a números de cartão de cidadão não coincidentes com o nome dos subscritores.

As 6.499 assinaturas já validadas na primeira fase mais as 1.397 validadas na segunda fase ultrapassariam o limite de 7.500 necessárias para criar um partido, pelo que os juízes concluem que têm de aceitar a criação do Chega.

Garantindo que a maioria dos problemas foram apenas lapsos de escrita ou constrangimentos legais, na resposta que enviaram aos juízes depois de detetadas as primeiras irregularidades, os fundadores do Chega garantiram que recolheram as assinaturas de “boa-fé” acreditando na verdade dos dados transmitidos pelos subscritores.

Na decisão em que aceita as novas assinaturas como suficientes para criar o Chega, o Ministério Público sublinha, no entanto, que o partido não esclareceu cabalmente as irregularidades encontradas, “não identificando os seus causadores, não descrevendo o procedimento adotado na recolha, exame, confirmação e comunicação das subscrições nem esclarecendo qual a responsabilidade dos requerentes-subscritores no sucesso descrito”.

Apesar das interrogações e falta de tranquilidade sublinhadas por juízes e magistrados do Ministério Público, o Tribunal Constitucional aceitou a inscrição do Chega como o 24.º partido da democracia portuguesa, recordando que não tem competência para avaliar as consequências dos indícios criminais encontrados.

  ZAP //

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. A ser verdade, afinal parece que NÃO CHEGA; só muda mesmo o cheiro, porque de resto, acabam por ser todos iguais: só querem mesmo é o poleiro.

    • Não. Quem terá falsificado terão sido as pessoas que, de má fé, deram os dados trocados. Só para prejudicar o partido. Há gente imaginativa e capaz de tudo.

  2. Epá isto é muito bom!.. Assinaturas de putos e defuntos e vamos embora com a formalização do partido!.. Ainda dizem que o TC os prejudica e mais não sei o quê…

    Assim andam os populismos da Europa. Levados ao colo pelas instituições que melhor nos deviam proteger deles. Já não basta o Brexit, com a campanha Leave a ter infringido a Lei Eleitoral Britânica, tendo ultrapassado escandalosa e ilegalmente o limite de gastos… E mesmo assim dizem que o referendo é válido e que o povo votou pra sair.

    Mas claro que os Populistas, que por natureza são bebés chorões, vão sempre dizer que são discriminados e umas vítimas.

    Eu diria mesmo mais… CHEGA de André Ventura!.. BASTA de André Ventura!..

  3. É normal que um partido de garotos possa ser legalizado utilizando assinaturas de menores. E depois vão governar o Portugal dos Pequenitos!

  4. Mas não foi o CHEGA e o Andre ventura a dizer que ia fazer queixa por suspeita de haverem pessoas a assinar para prejudicar propositadamente o partido CHEGA?
    E agora sai um spin-off encomendado pela esquerda de que é o Ministerio Publico que afinal quer investir

RESPONDER

Banido do Facebook, Donald Trump aposta na criação da sua própria rede social

Nova rede social deverá estar disponível a partir do início do próximo ano e é uma resposta do antigo presidente às empresas que o decidiram banir. O antigo Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump anunciou o …

Um cigarro aceso

"Fumar mata." Deputados britânicos querem que o aviso seja impresso em cada cigarro

Para desencorajar os fumadores, os deputados britânicos querem imprimir o slogan "Fumar mata" em cada cigarro de um maço de tabaco. Deputados britânicos apresentaram, no Parlamento, uma emenda à Lei de Saúde e Cuidados de Saúde …

Ludogoretz 0-1 Braga | Horta bracarense dá frutos cedo

O Sporting de Braga conseguiu um importante triunfo por 1-0 na deslocação ao terreno do Ludogoretz, no Grupo F da Liga Europa. A formação lusa não quis perder tempo e marcou logo aos sete minutos, por …

PJ admite mais pessoas envolvidas na morte de jovem no metro das Laranjeiras

A Polícia Judiciária (PJ) admitiu, esta quinta-feira, que estejam mais pessoas envolvidas na morte de um jovem, na quarta-feira, na estação de metro das Laranjeiras, em Lisboa. Os dados foram avançados esta tarde, em conferência de …

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa

Marcelo continua a "desejar e a esperar que haja uma possibilidade de o OE passar"

O Presidente da República afirmou, esta quinta-feira, que continua "a desejar e a esperar que haja uma possibilidade de o Orçamento passar" e considerou que os próximos dias, com reuniões partidárias até ao fim-de-semana, "são …

Facebook acorda com parte da imprensa diária francesa pagar "direitos conexos"

O Facebook chegou a um acordo com parte da imprensa diária francesa para pagar "direitos conexos", anunciou a rede social norte-americana, algumas semanas depois de assinar acordos semelhantes com o Le Monde e o Le …

Os trabalhadores que acumulam empregos em teletrabalho — e em segredo

Com a normalização do teletrabalho nos últimos anos, há cada vez mais pessoas que acumulam dois empregos a tempo inteiro — e em segredo. Têm dois endereços de e-mail profissionais, dois computadores, dois patrões e... dois …

Tiago Pinto: "No Benfica acredita-se muito nos jovens, aqui ainda não"

Director da Roma recusa desentendimentos com José Mourinho e foge a pergunta sobre arbitragem. A Roma perdeu pela terceira vez nesta edição da Serie A, no domingo passado, ao ser derrotada no jogo mais aguardado da …

O pior jogador desta Liga dos Campeões está no grupo do Benfica

Eric García está em destaque onde não queria estar. Sporting e Bruno Fernandes merecem elogios nesta jornada. O Sporting merece destaque nesta semana, depois de ter vencido pela primeira vez na presente edição da Liga dos …

Pichardo pode ser eleito o melhor atleta mundial em 2021

Lista de 10 nomeados foi divulgada pela federação internacional de atletismo. Karsten Warholm, Ryan Crouser e Armand Duplantis também são candidatos. Pedro Pablo Pichardo está mais perto de ser considerado o melhor atleta mundial do ano. …