Assange pode suicidar-se se for extraditado para os EUA, diz advogado

acidpolly / Flickr

Julian Assange, fundador do WikiLeaks

Esta segunda-feira, o advogado Edward Fitzgerald avisou que Julian Assange pode suicidar-se se for extraditado para os Estados Unidos.

Julian Assange pode suicidar-se se for extraditado para os Estados Unidos, avisou um dos seus advogados de defesa, Edward Fitzgerald, num tribunal em Londres, no Reino Unido.

Por sua vez, os advogados que requerem a sua extradição disseram que o fundador do WikiLeaks deve ser extraditado e julgado em solo americano por ser um “vulgar criminoso” e ter posto em risco as vidas de centenas de informadores dos serviços de inteligência.

De acordo com o Público, o julgamento sobre o pedido de extradição começou esta segunda-feira no tribunal londrino. Caso seja extraditado, Julian Assange será acusado de 18 crimes e corre o risco de ser condenado a uma pena de prisão de até 175 anos.

A defesa do fundador do site argumentou que a extradição pode levá-lo a suicidar-se ao pô-lo numa situação desumana e de tratamento degradante, dado que a pena de prisão será desproporcionada.

Na semana passada, dois deputados australianos, George Christensen e Andrew Wilkie, já tinham denunciado que Assange está a sofrer “tortura psicológica” na prisão de alta segurança, onde se encontra detido desde maio.

“Não quero falar de forma demasiado pejorativa sobre o estado em que o vimos, mas era o género de estado que se espera de um homem que foi absolutamente privado e isolado e que não sabe o que se está a passar”, disse Christensen, citado pelo Sydney Morning Herald. “Ficou claro para nós que o seu estado mental não é bom.”

Também em novembro, dezenas de médicos escreveram uma carta aberta a alertar que Julian Assange poderia morrer na prisão se não recebesse, o mais depressa possível, os cuidados médicos necessários.

 

Além de se basear em questões de saúde, a defesa do australiano alega ainda que os Estados Unidos querem a extradição por “motivos políticos“, depois de ter denunciado que o chefe de Estado norte-americano, Donald Trump, lhe ofereceu um perdão presidencial em troca de dizer que a Rússia não esteve envolvida no roubo de e-mails democratas em 2016.

“O Presidente Trump chegou ao poder com uma nova abordagem à liberdade de expressão e nova hostilidade para com a imprensa, declarando efetivamente guerra aos jornalistas de investigação”, disse Fitzgerald, referindo que a Administração de Obama tinha decidido não acusar Julian Assange.

James Lewis, advogado que representa os EUA em tribunal, recusou qualquer motivação política e caracterizou Assange como um “vulgar criminoso” que ajudou a divulgar documentos secretos, pondo em risco as vidas de centenas de informadores dos serviços secretos e Departamento de Estado.

Nesse sentido, James Lewis defendeu ainda que Julian Assange não pode usar o jornalismo como desculpa para a pirataria informática e que não cabe ao tribunal britânico decidir se ele é um jornalista ou um hacker.

Assange divulgou 250 mil documentos confidenciais do Departamento de Estado e vídeos das Forças Armadas que provaram crimes de guerra no Iraque e no Afeganistão. Em 2012, procurou refúgio na embaixada do Equador em Londres e por lá se manteve durante sete anos, até as autoridades equatorianas lhe revogarem acolhimento.

Em abril de 2019, a polícia britânica deteve-o por ter violado a liberdade condicional e está detido desde então numa prisão de alta segurança aguardando a decisão do tribunal britânico sobre o pedido de extradição norte-americano.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

RESPONDER

PCP de volta às negociações. Bloco rejeita bluff e exige mais reuniões com Costa

Ameaçou, mas não caiu. O PCP ainda está vivo e oficialmente de volta à mesa das negociações. A comitiva do Bloco de Esquerda esteve esta terça-feira reunida com o primeiro-ministro, em São Bento. No final de …

Apoio à retoma. Empresas com quebras de faturação superiores a 75% podem reduzir horários a 100%

A possibilidade de redução total do horário de trabalho em empresas abrangidas pelo Apoio à Retoma Progressiva estará disponível para empresas que registem quebras de faturação homólogas iguais ou superiores a 75%. Na segunda-feira, o ministro …

FC Porto é "passado". Otamendi promete "defender Benfica até à morte"

O internacional argentino prometeu, esta terça-feira, durante a sua apresentação como novo reforço dos encarnados, "defender a camisola do Benfica até à morte". Nicolás Otamendi é o novo reforço das águias e foi apresentado, na noite …

Manso Neto tenta evitar que 3 mil emails seus entrem no processo que envolve Manuel Pinho

A defesa de João Manso Neto quer impedir o Ministério Público (MP) de usar 3.277 emails seus como prova no processo no qual é arguido, juntamente com António Mexia, por suspeitas de corrupção que envolvem …

Bruno Tabata assina contrato de cinco anos com o Sporting

O extremo brasileiro, que alinhava no Portimonense, assinou um contrato de cinco temporadas com o Sporting, com uma cláusula de rescisão de 60 milhões de euros. O Sporting não refere, no comunicado, o valor da transferência …

Príncipe germânico foi enterrado com seis mulheres em redor de um caldeirão

Um cemitério pertencente a um senhor de alto estatuto foi descoberto na Saxónia-Anhalt, perto de Brücken-Hackpfüffel, numa escavação que os arqueólogos estão a descrever como a mais importante dos últimos 40 anos da história da …

Entre interrupções e insultos, Biden chama palhaço a Trump (e este põe em causa a sua sanidade mental)

Aconteceu ontem o primeiro de três debates, nos quais os candidatos republicano e democrata à Casa Branca - Donald Trump e Joe Biden - têm oportunidade de apresentar aos eleitores norte-americanos as suas propostas para …

Europa alarga restrições. Alemanha limita festas, Eslováquia em emergência e Itália não facilita

Os país europeus estão a anunciar novas medidas restritivas contra a covid-19, num altura em que o número de infeções voltou a aumentar e o inverno está a chegar. De acodo com o Diário de Notícias, …

Jogos da seleção com Espanha e Suécia vão ter adeptos nas bancadas

Os próximos jogos da seleção portuguesa frente à Espanha e à Suécia, no estádio Alvalade XXI, foram autorizados a receber público, revelou, esta terça-feira, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF). "No jogo de preparação entre as …

Santos Silva rejeita apoio a Ana Gomes (e diz que polémica com embaixador dos EUA foi ultrapassada)

Augusto Santos Silva, ministro dos Negócios Estrangeiros, falou, em entrevista à TVI24 esta terça-feira, sobre a aprovação do Orçamento de Estado para 2021 e as eleições presidenciais e desvalorizou a polémica com o embaixador …