Mais de cem médicos assinam carta a exigir fim da “tortura” de Assange

Stringer / EPA

Mais de cem médicos assinaram uma carta, divulgada esta terça-feira, na qual pedem que o fundador do Wikileaks receba tratamento médico adequado. 

Através de uma carta publicada, esta terça-feira, na revista científica The Lancet, mais de uma centena de médicos pediram que Julian Assange receba o tratamento médico adequado na prisão para resolver os seus problemas de saúde física e mental.

“Os nossos apelos são simples: Estamos a pedir aos Governos que ponham fim à tortura de Assange e lhe garantam o acesso aos melhores cuidados de saúde disponíveis antes que seja tarde demais”, pode ler-se na missiva.

“Se Assange morrer numa prisão do Reino Unido, é porque efetivamente foi torturado até à morte”, destacam os médicos, acrescentando que esta “profissão não se pode dar ao luxo de permanecer em silêncio, do lado errado da tortura e do lado errado da História”.

Esta segunda-feira, o atual diretor do Wikileaks, o islandês Kristin Hrafnsson, a advogada do informático, Jennifer Robinson, e os deputados australianos George Christensen e Andrew Wilkie compareceram perante os media para denunciar as consequências da detenção de Assange.

Hrafnsson advertiu que o desfecho do julgamento no Reino Unido, que responde a um pedido de extradição entregue pelos Estados Unidos em maio de 2019, determinará o “futuro do jornalismo”, por decidir “o que acontece a um jornalista que difunde informação evidente sobre um Estado e de interesse público”.

Os EUA pediram ao Reino Unido a sua extradição por 18 presumíveis delitos de espionagem e conspiração por cometer ingerência informática, e arrisca 175 anos de prisão caso seja considerado culpado.

Detido inicialmente no Reino Unido a pedido da Suécia devido a um alegado caso de violação, entretanto arquivado, Assange passou os últimos dez anos confinado, primeiro sob prisão domiciliária e de seguida como refugiado, na embaixada do Equador em Londres, que em 2019 lhe retirou o asilo político. Atualmente, o australiano de 48 anos encontra-se detido na prisão londrina de alta segurança de Belmarsh.

No final da sessão, o pai do detido, John Shipton, declarou que o estado de saúde do seu filho “melhorou”, após ser autorizado a sair da sua cela de isolamento e iniciar um regime de exercícios.

O início do processo está agendado para a próxima segunda-feira em Londres.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Facebook promete investir 90 milhões para apoiar o jornalismo

A rede social Facebook prometeu esta segunda-feira investir 100 milhões de dólares (90 milhões de euros) na indústria do jornalismo. “O setor das notícias está a trabalhar sob condições extraordinárias para manter as pessoas informadas durante …

Covid-19 já faz estragos na indústria espacial. Concorrente da Space X declara falência

A empresa de satélites OneWeb, que tinha como objetivo ligar os lugares mais remotos do mundo à Internet, declarou esta sexta-feira falência depois de ter perdido um importante investidor por causa da pandemia de covid-19. …

CR7, Bernardo, Mourinho, Lage e mais 22 personalidades do futebol doaram 150 mil máscaras ao Hospital de Santo António

O agente Jorge Mendes juntou 26 personalidade do futebol, que vão desde jogadores, treinador e amigos, com o objetivo de dotar unidades hospitalares com materiais para combater a Covid-19. A iniciativa, que contou com a …

Italiana de 102 anos recuperou da covid-19. "Chamamos-lhe imortal"

Uma italiana, de 102 anos, recuperou da covid-19, depois de ter passado mais de 20 dias no hospital. Os médicos que a acompanharam vão agora estudar o seu caso. "Chamamos-lhe Highlander, a imortal", contou à CNN …

China já lucra com a Covid-19 (mas se a economia não engrenar depressa, pode nascer uma tempestade)

A China já está em fase de recuperação da Covid-19 e a economia do país dá sinais de vida, embora ainda longe dos patamares pré-pandemia. E o facto de o contágio continuar a alastrar por …

Cientistas de todo o mundo trabalham em 20 vacinas e 30 potenciais medicamentos

Cientistas em todo o mundo estão a trabalhar num total de 20 vacinas e 30 possíveis medicamentos contra o Covid-19, alguns dos quais já estão na última fase de testes antes da aprovação definitiva. De acordo …

Há uma vila na Lombardia sem infetados por Covid-19

Em Ferrera Erbognone, uma vila da Lombardia com mil habitantes e uma média de idades de 60 anos, ainda não se registaram casos de Covid-19, embora esteja no epicentro do surto em Itália. De acordo com …

Rei da Tailândia isola-se em hotel de luxo na Alemanha com 20 mulheres e vários servos

O rei da Tailândia, Maha Vajiralongkorn, decidiu isolar-se num hotel de luxo na cidade de Garmisch-Partenkirchen, na Alemanha, com a sua comitiva, que inclui um "harém" de 20 mulheres e vários servos. De acordo com o …

Rendas podem ser suspensas durante estado de emergência e mês seguinte

Empresas e famílias vão poder suspender o pagamento da renda nos meses em que vigore o estado de emergência e mês subsequente, de acordo com a proposta que cria um regime excecional de proteção aos …

Mais 11 pessoas detidas por desobediência. Número total sobe para 81

A PSP e a GNR detiveram até esta segunda-feira 81 pessoas pelo crime de desobediência no âmbito do estado de emergência iniciado dia 22 e decretado devido à pandemia de covid-19, anunciou o Ministério da …