Ana Paula Vitorino já tem luz verde para liderar AMT

Paulo Cunha / Lusa

A ex-ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, é casada com o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita.

A Comissão de Recrutamento e Seleção para a Administração Pública (CReSAP) aprovou a escolha da ex-ministra do Mar e atual deputada Ana Paula Vitorino para a presidência da Autoridade da Mobilidade e dos Transportes (AMT), segundo um parecer.

No documento, a que a Lusa teve acesso, e que já foi entregue na Assembleia da República, a entidade analisou o percurso académico e profissional de Ana Paula Vitorino, bem como os resultados de uma autoavaliação e entrevista, depois de ter recebido da “parte do Senhor Secretário de Estado das Infraestruturas, o pedido à Presidente da Comissão de Recrutamento e Seleção para a Administração Pública de avaliação curricular e de adequação de competências” da “personalidade indigitada para Presidente do Conselho de Administração da Autoridade da Mobilidade e dos Transportes”.

“Existem evidências da presença de competências técnicas e comportamentais que sustentam uma apreciação muito positiva para o desempenho do cargo em causa”, concluiu a entidade.

Assim, “a CReSAP, através da sua Comissão Técnica Permanente, emite o parecer de ‘Adequado’ à designação da Eng.ª Ana Paula Mendes Vitorino para o desempenho das funções de Presidente do Conselho de Administração da Autoridade da Mobilidade e dos Transportes”.

No seu parecer, a CReSAP descreve primeiro a experiência profissional e académica de Ana Paula Vitorino, incluindo a sua passagem por vários cargos políticos, que, além do Ministério do Mar, incluíram a tutela dos transportes, como secretária de Estado, entre 2005 e 2009.

“Ao nível comportamental mostra-se muito determinada e empenhada na obtenção de resultados, cumprindo e fazendo cumprir os objetivos que se propõe alcançar”, diz a CReSAP, salientando que a responsável “denota capacidade de iniciativa na realização de múltiplas tarefas, mostrando independência de atuação e avaliando prós e contras das decisões, mesmo que estas nem sempre sejam consensuais”.

Além disso, de acordo com a entidade, Ana Paula Vitorino “evidencia um estilo de liderança assertivo e focado nas metas que coloca como sendo determinantes ao sucesso do trabalho a realizar”, mostrando, “ainda, forte dinâmica para a concretização de atividades que impliquem a prestação de serviço público de qualidade, sendo leal aos compromissos estratégicos que são previamente definidos”.

Por outro lado, realçou a entidade, a deputada, segundo uma autoavaliação e entrevista, “preconiza a necessidade de realização de ações”, bem como a criação “de mecanismos de acompanhamento permanente das normas internacionais, comunitárias ou de outras organizações internacionais relevantes” e de mecanismos “que reforcem a transparência e a garantia de respeito pelas regras da concorrência dentro de cada um dos modos e das cadeias multimodais de transporte”.

Além disso, disse a CReSAP, Ana Paula Vitorino pretende “promover a internalização das orientações e objetivos de desenvolvimento sustentável da Agenda 2030 das Nações Unidas, bem como das Orientações da UE para a descarbonização, digitalização e transição energética, contribuindo para a mitigação e correção dos efeitos resultantes das alterações climática”, e “racionalizar a estrutura organizativa da AMT potenciando a sua eficiência interna e a eficácia funcional”.

O ministro das Infraestruturas e Habitação, Pedro Nuno Santos, rejeitou em 9 de junho críticas quanto à escolha da ex-ministra Ana Paula Vitorino para presidir à AMT, dizendo que garante “independência face aos regulados”.

O governante, que falou no lançamento da variante rodoviária a Arruda dos Vinhos, disse que, “se há pessoa qualificada” e que “dá garantias de independência face aos regulados, é Ana Paula Vitorino”.

“É uma das pessoas mais qualificadas no nosso país da área [dos transportes] e quem a conhece percebe que tem um perfil que garante independência face aos regulados”, assegurou, depois de críticas do presidente do PSD, Rui Rio.

  // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Nuno Melo, do CDS/PP

Nuno Melo ataca líder do CDS por anunciar sentido de voto sem consultar deputados

O candidato à liderança do CDS-PP criticou, este sábado, o atual líder do partido por ter comunicado publicamente a intenção de votar contra a proposta de Orçamento do Estado sem se ter reunido com os …

Vaticano tem três celas e um só prisioneiro. Uma onda de julgamentos pode mudar isso

Dez pessoas vão ser julgadas no Vaticano por crimes relacionados com a venda de um edifício em Londres. Visto como limitado e sombrio, o sistema judicial da cidade-estado está a mudar. Carlo Capella é o único prisioneiro …

Alexandra Leitão diz que "não há trabalhadores a mais na Administração Pública"

A ministra da Modernização do Estado assegura que não há trabalhadores a mais na Administração Pública e assume toda a abertura do Governo para negociar, "com humildade e responsabilidade", medidas adicionais às inscritas no OE2022. Em …

Start-up israelita quer fazer roupa a partir de algas

A Algaeing, criada em 2016, é uma empresa que converte as algas numa fórmula líquida, que depois pode ser usada como corante ou transformada num tecido. A indústria da moda é uma das responsáveis pelas emissões …

O antigo Presidente dos Estados Unidos, Bill Clinton

Bill Clinton já teve alta hospitalar e deve regressar a Nova Iorque

O ex-Presidente dos Estados Unidos deixou, neste domingo de manhã, o hospital da Califórnia onde foi internado com uma infeção, informou o chefe da equipa de médicos que o tratou. "O Presidente Clinton teve alta do …

Acordo escrito. Bloco diz que Governo "conhece bem" os pontos negociais

O Bloco de Esquerda anunciou, este domingo, que vai enviar ao Governo propostas de articulado de nove pontos negociais colocados em cima da mesa no início de setembro, aos quais declara não ter obtido resposta …

Mais de 1,6 milhões de portugueses vivem com menos de 540 euros por mês

Mais de 1,6 milhões de portugueses vivem abaixo do limiar da pobreza, ou seja, com menos de 540 euros por mês, uma realidade que afeta famílias numerosas, mas também quem vive sozinho, idosos, crianças, estudantes …

O ministro da Economia, Pedro Siza Vieira

"Subida do salário mínimo é para manter", diz Siza Vieira

O ministro da Economia destaca que a trajetória do aumento do salário mínimo nacional "é para manter", assegurando que a meta é que este suba até aos 750 euros em 2023. Em entrevista ao semanário Expresso, …

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro

Cabo Verde extraditou Alex Saab para os Estados Unidos

O empresário Alex Saab, considerado pelos Estados Unidos testa-de-ferro do Presidente da Venezuela deixou a ilha do Sal, este sábado, em cumprimento do pedido de extradição das autoridades norte-americanas. "Isto configura um rapto. Foi novamente raptado", …

Nove mortes e mais 465 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas

Portugal registou, este domingo, mais nove mortes e 465 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 465 novos …