Alemão que tinha as obras quer de volta o tesouro nazi confiscado

gurlitt.info

Cornelius Gurlitt

Cornelius Gurlitt

O octogenário alemão Cornelius Gurlitt, em cuja casa foram encontradas mais de 1.400 obras, algumas eventualmente retiradas a judeus durante o regime nazi, decidiu apresentar hoje uma queixa contra o confisco da sua coleção.

Há cerca de dois anos, a justiça alemã apreendeu os quadros pertencentes a este filho de um negociante de arte com um passado turbulento durante o regime do III Reich, no âmbito de um processo por fraude fiscal.

De início, e ultrapassado pelos acontecimentos, este idoso solitário que vive num apartamento em Munique rodeado de telas de mestres como Chagall ou Matisse, não reagiu.

Após a descoberta do seu “tesouro”, amplamente divulgada pelos ‘media’, Cornelius Gurlitt permaneceu na defensiva, até ao início desta semana.

Na segunda-feira, este homem de cabelos brancos, que prefere escrever uma carta a telefonar, colocou online, através dos seus advogados e do seu porta-voz, um site com informação no endereço.

“Apenas pretendo viver com os meus quadros, em paz e em tranquilidade”, escreve na apresentação do portal, que pretende divulgar os seus argumentos.

“Na Alemanha existem muitas coleções públicas e privadas, nas quais a proporção de arte suscetível de ter sido roubada pelos nazis é muito mais elevada que na coleção Gurlitt. Ora, para estes colecionadores e para os diretores dos museus em causa, não existem de momento sanções”, afirmou um dos seus defensores, Hannes Hartung, ao anunciar o novo sítio na rede.

O caso Gurlitt relançou o debate sobre a restituição de obras retiradas aos judeus durante o III Reich, apesar de a Alemanha ter assinado em dezembro de 1998 a “declaração de Washington” pela qual 44 estados se comprometeram a detetar e restituir as obras de artes que foram apropriadas pelo regime nazi.

Berlim já prometeu novas medidas e na sexta-feira o estado regional da Baviera apresentou na câmara alta do parlamento alemão um projeto-lei destinado a facilitar as restituições.

De acordo com a AFP, e na sequência das últimas investigações de um grupo de peritos encarregue de detetar a origem da coleção Gurlitt, não está excluída a hipótese de as 458 obras terem sido roubadas ou retiradas a judeus.

Perto de 380 outras obras de arte foram confiscadas de museus alemães na década de 1930 por serem incluídas na categoria de “arte degenerada”, como eram então designadas pelos nazis.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Em segundo plano". OM alerta para falta de resposta para doentes prioritários não covid-19

A Ordem dos Médicos (OM) alertou esta quinta-feira para a falta de resposta aos doentes prioritários não covid-19, que diz estarem a ser relegados para segundo plano, em áreas que “não podem esperar” como a …

Lagarde contraria Draghi. Perdão de dívida às empresas é “impensável”

A presidente do Banco Central Europeu considera "impensável" conceder um perdão de dívida generalizado das dívidas contraídas pelas empresas, ao contrário do que sugeriu o antigo presidente do BCE, Mario Draghi. “Parece-me totalmente impensável. Não é …

No Norte, espera-se duas semanas para fazer testes à covid-19

Na Área Metropolitana do Porto, muitos esperam duas semanas para realizar o teste à covid-19, denunciam vários autarcas. Em causa está a falta de material e equipamentos. Mais de metade dos casos confirmados de covid-19 em …

António Costa adia decisão sobre reabertura das escolas para o fim do mês

O Governo anuncia, esta quinta-feira, a decisão em relação às atividades letivas no terceiro período, depois de ter ouvido durante dois dias especialistas, representantes da comunidade escolar, partidos, sindicatos e os órgãos consultivos do Ministério …

Sánchez insta a oposição a seguir o exemplo de Portugal (e exige solidariedade europeia sem fissuras)

O primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, pediu esta quinta-feira à oposição de direita para seguir o exemplo de Portugal, onde o presidente do PSD, Rui Rio, fez um “discurso emotivo” a desejar “boa sorte” e a oferecer …

Clube alemão vendeu 100 mil bilhetes para um jogo contra um "adversário invisível"

O Lokomotive Leipzig, da quarta divisão alemã, vendeu mais de 100 mil bilhetes virtuais a um euro cada para um jogo contra um "adversário invisível", a realizar no próximo dia 8 de Maio. A venda de …

Rui Pinto aceita revelar passwords dos discos encriptados que lhe foram apreendidos

Uma das condições para Rui Pinto ser colocado em prisão domiciliária terá passado pela sua colaboração com as autoridades. O hacker português vai revelar as passwords dos discos rígidos encriptados que lhe foram apreendidos. Rui Pinto, …

FC Porto de olho no espanhol Alex Centelles

A imprensa espanhola avança que os dragões estão de olho no lateral esquerdo Álex Centelles, jogador do Valência que neste momento joga no Famalicão. Segundo o programa espanhol Tiempo de Descuento, citado pelo jornal A Bola, …

Aumentos na Função Pública? Siza Vieira "não sabe", CGTP diz ser "inaceitável" e UGT quer negociar

Os aumentos para a Função Pública prometidos pelo Governo de António Costa estão em risco por causa da pandemia de covid-19. Mas a CGTP e a UGT não desistem, ainda que de formas diferentes. O …

William Carvalho soma interessados. Inter de Milão entra na corrida

Esta época, William Carvalho esteve lesionado quatro meses, mas ainda atrai o interesse de vários clubes. Leicester, Mónaco e Inter de Milão estão na corrida pelo jogador. A cumprir a sua segunda temporada no Real Bétis, …