Airbus testa novo avião que bate a ponta das asas (e pode diminuir a turbulência)

O último teste de voo realizado pelo AlbatrossOne, da multinacional Airbus, veio provar que o “bater da ponta das asas” pode melhorar o desempenho da aeronave. Além disso, o avião atingiu agora uma nova meta – a ponta das suas asas vai passar a ser 75% maior.

No ano passado, a Airbus deu a conhecer o AlbatrossOne, uma nova aeronave que tem uma característica peculiar, inspirada no voo do albatroz – a ponta das asas “batem”. Essa característica faz com que as pontas das asas batam livremente, reagindo e dobrando consoante as rajadas de vento, o que irá reduzir o arrasto e os efeitos da turbulência.

O avião, baseado no A321, é construído a partir de polímeros reforçados com fibra de carbono e fibra de vidro e as pontas das suas asas são articuladas e “semi-aeroelásticas”.

De acordo com a CNN, após um segundo teste de voo bem-sucedido, o AlbatrossONE atingiu um novo marco: as pontas das asas são 75% mais longas do que as testadas na primeira fase.

Tom Wilson, líder do projeto semi-aeroelástico da Airbus, disse esta semana num comunicado que os testes lhes “permitiram provar que as pontas das asas a bater livremente podem aliviar a carga das asas, enquanto aumentam a taxa de rotação em comparação com as pontas de asas fixas e evitam tip stall durante a aterragem“, melhorando o desempenho da aeronave.

O engenheiro-chefe da AlbatrossOne, James Kirk, acrescentou: “Agora que obtivemos a validação do conceito em pequena escala, aumentaremos os nossos esforços para aperfeiçoar a tecnologia numa escala maior.”

“O conceito de pontas das asas com dobradiças não é novo”, disse Wilson, referindo-se à inspiração no albatroz, uma ave marinha capaz de voar durante horas com pouco esforço das suas asas.

“Os jatos militares já as usam para permitir uma maior capacidade de armazenamento nos porta-aviões. No entanto, o AlbatrossOne é a primeira aeronave a ser testada em voo, batendo as pontas das asas livremente – que correspondem até um terço do comprimento da asa”, acrescentou.

A nova aeronave da Airbus faz parte de um “bando” de designs da empresa aeroespacial que foram inspirados em pássaros. O projeto de demonstração de voo fello’fly está a investigar se a eficiência aerodinâmica pode ser aumentada se as aeronaves comerciais voarem em formação, imitando os padrões de voo dos pássaros.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Raro crustáceo parasita descoberto na boca de um tubarão em exibição num museu

Uma equipa de cientistas descobriu uma espécie extremamente rara de Cymothoidae na boca de um espécime de tubarão capturado no Mar da China Oriental e agora em exibição num museu. Os Cymothoidae são uma família de isópodes …

Série da Netflix faz disparar venda de jogos de xadrez nos Estados Unidos

A série "The Queen’s Gambit", da plataforma de streaming Netflix, que retrata a ascensão de uma jovem jogadora de xadrez na década de 1950, fez disparar as vendas deste jogo de tabuleiro nos Estados Unidos. …

Novo comité central do PCP eleito com 98,5%

O novo comité central do PCP foi este domingo eleito no XXI congresso nacional dos comunistas, em Loures, com 98,5% dos votos. Dos 611 delegados, 602 votaram a favor, seis abstiveram-se e três votaram contra na …

Elefante salvo de um poço profundo na Índia. Resgate durou 14 horas

Uma equipa de 50 pessoas ajudou a salvar um elefante que tinha caído num poço profundo em Dharmapuri, no sul da Índia. Moradores locais atiraram folhas de bananeira para o animal comer antes de ser …

Santa Clara 0-1 Porto | Magia de Díaz resolve jogo pobre

Missão cumprida. O Porto viajou até aos Açores para defrontar o Santa Clara e leva na bagagem os três pontos. Mas não o conseguiu com brilhantismo, longe disso. A eficácia foi a palavra de ordem, num …

Raro pinguim totalmente branco encontrado nas Ilhas Galápagos

Um raro pinguim com o corpo totalmente "pintado" de branco foi encontrado no arquipélago das Galápagos, no Equador. Em comunicado, o Parque Nacional das Galápagos detalha que o raro espécime foi encontrado enquanto um guia fazia …

A China tem 8 milhões de cegos, mas apenas 200 cães-guia. Há uma razão

A China tem 8 milhões de cegos, mas apenas 200 cães-guia. As cidades populosas, as vias não adaptadas, as poucas escolas de treino e a própria população são entraves à existência destes companheiros (e verdadeiros …

Governo das Ilhas Salomão quer banir o Facebook para preservar a União Nacional

O Governo das lhas Salomão quer banir temporariamente a rede social Facebook numa tentativa de combater o cyberbullying e a difamação, alegando que a plataforma está a "minar" a União Nacional. A decisão, que já …

Sob o nariz dos militares norte-coreanos, ex-ginasta salta muro de 3 metros e foge para a Coreia do Sul

Um homem norte-coreano que queria escapar da sua terra natal deu um salto de quase três metros num muro no início deste mês. O salto, que ocorreu sob os narizes dos soldados, trouxe-o para a …

Islândia quer tornar-se um refúgio para o teletrabalho. Mas não é para todos

A Islândia fez uma série de alterações no seu programa de vistos de trabalho remoto para cidadãos foram do espaço Schengen, tendo como objetivo tornar-se num destino atraente para os trabalhadores que procuram escapar dos …