Em 2040, 60% da carne que comermos não virá de animais abatidos

Em 2040, metade da carne consumida pelos seres humanos não será proveniente de animais abatidos. Esta previsão consta de um relatório elaborado por uma consultora internacional, a AT Kearney, com base em consultas a especialistas da área.

Segundo o relatório, citado pelo Expresso, 35% da carne será cultivada em tonéis e 25% terá matéria-prima exclusivamente vegetal.

O consumo de carne, em especial carne vermelha, além das questões de saúde que levanta – a sua relação com baixas na expetativa de vida – tem custos ambientais consideráveis devido aos recursos naturais que consome e à poluição que gera, na terra, nos rios e no próprio ar.

Também há questões éticas em torno do bem-estar nos animais, justificando a popularidade de filósofos como Peter Singer, que se tornaram referências globais. Essas ideias deixaram de estar limitadas a movimentos marginais e vêm sendo adotadas por partidos do sistema político em numerosos países.

O cultivo de células animais sem criar nem matar animais é uma área em desenvolvimento, com os produtos resultantes a aproximarem-se da carne normal em termos de sabor. “Para comedores de carne empenhados, o aumento previsto de produtos da carne de cultivo significa que poderão continuar a mesma dieta que sempre desfrutaram, mas sem o mesmo custo ambiental e ambiental”, explica um sócio da AT Kearney.

Os produtos exclusivamente vegetais podem não ter características tão parecidas, mas de qualquer modo cada vez há mais pessoas a adotar um estilo de vida total ou parcialmente vegetariano.

Com a generalização desse tipo de ofertas tanto a nível de ingredientes acessíveis como da restauração, a tendência só pode aumentar, acompanhando a consciência crescente sobre as implicações ambientais que tem o consumo de carne. Já existem empresas relevantes na produção de opções vegetarianas para hambúrgueres e outros alimentos – entre elas a Beyond Meat, Impossible Foods e Just Foods.

Outras companhias desenvolvem o cultivo de células de carne em cultura, com o objetivo de produzir carne de verdade sem precisar de criar e abater animais. A AT Kearney prevê que a carne cultivada conquistará o mercado no longo prazo, porque o sabor e a sensação da carne convencional parecerão mais próximos do que as alternativas à base de plantas.

Até aqui a indústria pecuária em larga escala tem sido vista largamente como um mal necessário, explica o relatório da AT Kearney. Dentro de pouco tempo, isso poderá deixar de ser assim.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Ilhan Omar promete continuar a ser o "pesadelo" de Donald Trump

"O pesadelo dele é ver uma refugiada imigrante somali a ascender ao Congresso. Vamos continuar a ser um pesadelo porque as suas políticas são um pesadelo para nós", disse Ilhan Omar. Esta quinta-feira, Ilhan Omar classificou …

Benfica confirma saída de Salvio para o Boca. "Chorei como um bebé"

O extremo Eduardo Salvio transferiu-se do Benfica para o Boca Juniors, na Argentina, num negócio esta quinta-feira oficializado pelo clube da Luz, que não revelou os valores envolvidos. O argentino esteve oito temporadas no Benfica, as …

"É preciso reduzir os impostos às pessoas, nomeadamente aos salários, e taxar o carbono"

Para António Guterres, a "vontade política esmoreceu" depois do Acordo de Paris aprovado em 2015. Entre medidas propostas em prol do clima, o Secretário-Geral das Nações Unidas fala em "acabar com subsídios aos combustíveis fósseis". António …

Costa: Marcelo não se recandidatar seria "incompreensível para 80% dos portugueses"

O secretário-geral do PS, António Costa, declarou esta sexta-feira que uma eventual não recandidatura presidencial de Marcelo Rebelo de Sousa seria "incompreensível para 80% dos portugueses" e adiantou que Eduardo Ferro Rodrigues voltará a ser …

Há mais de 600 edifícios condenados à demolição (e trazem custos para o cidadão)

Nos últimos dez anos, centenas de construções de todo o país foram listadas para demolir. Destas, faltam destruir atualmente mais de 600, segundo um levantamento citado esta sexta-feira pelo Correio da Manhã. Questões de segurança, ilegalidades …

Nepotismo e "filé mignon". Bolsonaro admite beneficiar filho para cargo diplomático

O presidente brasileiro admitiu, na quinta-feira, que "pretende beneficiar" o terceiro filho, o deputado Eduardo Bolsonaro, indicado para embaixador nos Estados Unidos, mas garantiu tratar-se apenas de uma estratégia de política externa. "Pretendo beneficiar um filho …

Ministério Público investiga ajustes diretos da Câmara do Porto a sociedade de advogados

A Câmara Municipal do Porto (CMP) diz que o valor dos contratos com a sociedade de advogados é de apenas 218 mil euros, e não meio milhão de euros como foi noticiado esta semana. O Ministério …

Lista de grande devedores. Deputados de mãos atadas pelo sigilo bancário

Depois de um esforço hercúleo para conseguir acesso à lista dos grandes devedores da banca, os deputados veem-se agora incapacitados devido ao sigilo bancário e ao fim da legislatura. A lista dos grandes devedores em incumprimento …

Costa promete baixar impostos à classe média (e prefere que Centeno não vá para o FMI)

Mais deduções e mais escalões de IRS para baixar os impostos para as famílias com os filhos e a classe média. Eis o que António Costa promete na antecâmara das eleições legislativas, numa entrevista onde …

Contadores de luz inteligentes acabam com leitura por estimativa

A EDP quer generalizar a instalação de contadores de eletricidade inteligentes. Esta tecnologia vai pôr fim à leitura por estimativa, que era razão de queixa de vários clientes. Os contadores inteligentes vão permitir pôr um fim …