36 ONG recusam reeleição da Venezuela para o Conselho de Direitos Humanos

andresAzp / Flickr

Manifestações na Venezuela

Manifestações na Venezuela

Trinta e seis organizações de Direitos Humanos internacionais afirmaram que a Venezuela não deveria receber novamente um lugar no Conselho de Direitos Humanos da ONU devido ao seu mal desempenho nesta matéria, divulgou hoje a Transparência Internacional.

“O mau desempenho da Venezuela em mateira de Direitos Humanos, incluindo como membro do Conselho de Direitos Humanos, deveria evitar sua designação para outro período nesse conselho, assinalaram 36 organizações internacionais e latino-americanas”, refere um comunicado da Transparência Internacional.

As eleições para o período 2016-2018 do conselho serão realizadas pela Assembleia Geral da ONU, em Nova Iorque, a 28 de outubro de 2015.

Os membros do Conselho de Direitos Humanos devem cumprir com as normas de proteção e promoção dos direitos humanos, segundo a nota.

“As práticas de Direitos Humanos do Governo venezuelano, o seu repúdio ao trabalho realizado por organismos internacionais de Direitos Humanos e a forma como tem votado no Conselho de Direitos Humanos durante os últimos três anos, torna inadequado que a Venezuela ocupe um lugar no Conselho,”, referiu o texto.

A nota refere que a Venezuela tem violado seriamente as normas fundamentais dos Direitos Humanos, citando que vários políticos da oposição, manifestantes e críticos do Governo são perseguidos, presos e torturados, demonstrando claramente um abuso de poder.

O Governo venezuelano, segundo o comunicado, tem também rechaçado as entidades de Direitos Humanos que tentam realizar uma avaliação genuína da situação no país.

A Venezuela rejeitou ainda várias recomendações sobre a situação dos Direitos Humanos no país emitidas pela Revisão Periódico Universal realizada pelo Conselho de Direitos Humanos da ONU em 2011 e não cumpriu as recomendações que havia aceite daquele órgão das Nações Unidas.

O país tem rejeitado também as recomendações a países que cometem graves violações dos Direitos Humanos, como o Irão, Síria, Coreia do Norte, entre outros, referiu ainda a nota.

As 36 organizações afirmaram, de acordo com a Transparência Internacional, que a reeleição da Venezuela para o Conselho de Direitos Humanos demonstraria que os princípios que se pretendia proteger ao criar aquele órgão da ONU não merecem ser levados a sério.

/Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Já sabemos quem defendem! Estas 36 organizações venezuelanas fazem parte da oposição. Não falam das graves violações dos Direitos Humanos cometidas pelos invasores americanos nos países do Médio Oriente.
    Esta gente não é para levar a sério!

    • Isolo o seguinte texto do corpo da notícia supra para que, antes da interpretação, a leitura seja mais facilitada; “… 36 organizações internacionais e latino-americanas”

RESPONDER

Fisco também vai ter acesso aos dados de todos os passageiros que usam avião

Além da PJ, da PSP, da GNR e do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) também as Finanças vão ter acesso à base de dados dos passageiros que usam avião. O chamado registo de identificação de …

Afinal, Gibraltar não foi o último refúgio dos neandertais

A primeira extração de ADN antigo dos célebres restos mortais neandertais de Gibraltar revelou que este local não se trata do último refúgio desta espécie humana antes da sua extinção. O novo estudo, liderado pelo Museu …

Berardo põe Banco de Portugal em tribunal para obter documentos

José Berardo foi para os tribunais para ter acesso a documentos do Banco de Portugal. A Fundação com o seu nome já tinha pedido ao supervisor dados de 2007, quando foi autorizado o seu reforço …

Reviravolta em Espanha. Pablo Iglesias recua e cede lugar no governo

O líder do Podemos anunciou esta sexta-feira que desiste de integrar o governo, alegando que não quer ser a desculpa do Partido Socialista Operário Espanhol para que não haja um executivo de coligação de …

Drácula tinha razão. Transfusões de sangue jovem podem ajudar a rejuvenescer

https://vimeo.com/349081827 Transfusões de sangue jovem podem ajudar a combater o envelhecimento. Uma equipa de cientistas identificou duas proteínas rejuvenescedoras do cérebro em sangue jovem. As transfusões de sangue jovem são um tópico que tem causado grande controvérsia …

Presenças-fantasma no Parlamento. Duas deputadas do PSD constituídas arguidas

A Assembleia da República aprovou o levantamento da imunidade parlamentar de vários deputados do PSD requerido Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa. A Assembleia da República autorizou o pedido de levantamento da imunidade parlamentar a cinco …

Irão apreende dois petroleiros britânicos no Estreito de Ormuz

Um petroleiro com bandeira britânica foi alegadamente apreendido pela Guarda Revolucionária Iraniana nas águas do Golfo. Mas não foi o único. De acordo com a BBC, os proprietários do Stena Impero — o nome do navio …

Bolsonaro visita Portugal no início de 2020. E "quer muito"

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, deverá visitar Portugal no início de 2020, disse esta sexta-feira, em entrevista à Lusa, na cidade cabo-verdiana do Mindelo, o ministro das Relações Exteriores do Brasil, Ernesto Araújo. “Hoje tive uma …

Erupção do super-vulcão de Nápoles pode criar um tsunami com 30 metros de altura

Uma erupção subaquática do super-vulcão de Nápoles, Campi Flegrei, pode produzir um tsunami de 30 metros de altura que poderia ter um impacto muito severo nas áreas costeiras populosas como Pozzuoli e Sorrento. Ao modelar as …

Descoberta a bebida que pode proteger os músculos dos astronautas em Marte (e tem álcool)

Com a tecnologia atual, Marte fica a nove meses da Terra. Mas a verdadeira questão é: quando os astronautas chegarem ao Planeta Vermelho, terão força para continuar? Após mais de 50 anos de voos espaciais tripulados, …