36 ONG recusam reeleição da Venezuela para o Conselho de Direitos Humanos

andresAzp / Flickr

Manifestações na Venezuela

Manifestações na Venezuela

Trinta e seis organizações de Direitos Humanos internacionais afirmaram que a Venezuela não deveria receber novamente um lugar no Conselho de Direitos Humanos da ONU devido ao seu mal desempenho nesta matéria, divulgou hoje a Transparência Internacional.

“O mau desempenho da Venezuela em mateira de Direitos Humanos, incluindo como membro do Conselho de Direitos Humanos, deveria evitar sua designação para outro período nesse conselho, assinalaram 36 organizações internacionais e latino-americanas”, refere um comunicado da Transparência Internacional.

As eleições para o período 2016-2018 do conselho serão realizadas pela Assembleia Geral da ONU, em Nova Iorque, a 28 de outubro de 2015.

Os membros do Conselho de Direitos Humanos devem cumprir com as normas de proteção e promoção dos direitos humanos, segundo a nota.

“As práticas de Direitos Humanos do Governo venezuelano, o seu repúdio ao trabalho realizado por organismos internacionais de Direitos Humanos e a forma como tem votado no Conselho de Direitos Humanos durante os últimos três anos, torna inadequado que a Venezuela ocupe um lugar no Conselho,”, referiu o texto.

A nota refere que a Venezuela tem violado seriamente as normas fundamentais dos Direitos Humanos, citando que vários políticos da oposição, manifestantes e críticos do Governo são perseguidos, presos e torturados, demonstrando claramente um abuso de poder.

O Governo venezuelano, segundo o comunicado, tem também rechaçado as entidades de Direitos Humanos que tentam realizar uma avaliação genuína da situação no país.

A Venezuela rejeitou ainda várias recomendações sobre a situação dos Direitos Humanos no país emitidas pela Revisão Periódico Universal realizada pelo Conselho de Direitos Humanos da ONU em 2011 e não cumpriu as recomendações que havia aceite daquele órgão das Nações Unidas.

O país tem rejeitado também as recomendações a países que cometem graves violações dos Direitos Humanos, como o Irão, Síria, Coreia do Norte, entre outros, referiu ainda a nota.

As 36 organizações afirmaram, de acordo com a Transparência Internacional, que a reeleição da Venezuela para o Conselho de Direitos Humanos demonstraria que os princípios que se pretendia proteger ao criar aquele órgão da ONU não merecem ser levados a sério.

/Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Já sabemos quem defendem! Estas 36 organizações venezuelanas fazem parte da oposição. Não falam das graves violações dos Direitos Humanos cometidas pelos invasores americanos nos países do Médio Oriente.
    Esta gente não é para levar a sério!

    • Isolo o seguinte texto do corpo da notícia supra para que, antes da interpretação, a leitura seja mais facilitada; “… 36 organizações internacionais e latino-americanas”

Erro de fabrico levanta questões sobre vacina de Oxford

A AstraZeneca e a Universidade de Oxford reconheceram esta quarta-feira um erro de fabrico que está a levantar questões sobre os resultados preliminares e a eficácia da sua vacina experimental contra a covid-19. O comunicado, onde …

Partiu o "mais humano dos deuses" quando tentava mudar de vida. 9 ambulâncias socorreram Maradona, mas foi em vão

A Argentina está em choque com a morte de Diego Armando Maradona. O coração de El Pibe não aguentou numa altura em que estava a tentar mudar de vida, com exercícios físicos, dieta e a …

Manter o ar de casa limpo pode reduzir a probabilidade de propagar covid-19

Além das precauções atualmente recomendadas, garantir que o ar em espaços interiores esteja o mais limpo possível também pode ajudar a reduzir a probabilidade de propagar o novo coronavírus. A grande maioria da transmissão do SARS-CoV-2 …

Navio australiano filma meteoro a desintegrar-se no céu da Tasmânia

O navio de pesquisa científica da CSIRO capturou imagens surpreendentes de um meteoro a desintegrar-se no oceano, muito perto da Tasmânia. Na quarta-feira, o navio de pesquisa científica da CSIRO capturou um meteoro a desintegrar-se no …

Afinal, o Espaço não é assim tão escuro. Há brilho de origem desconhecida

Uma equipa de cientistas usou a New Horizons para medir a luminosidade do Espaço profundo e os resultados surpreenderam-na. Há muito tempo que os cientistas tentam perceber qual a luminosidade do Espaço, se lhe retirarmos todas …

Meteorito atinge casa de homem indonésio e transforma-o em milionário

O caso insólito aconteceu em Kolang, na Sumatra do Norte, Indonésia. Um fabricante de caixões de 33 anos encontrou um meteorito no seu jardim, depois deste atingir o telhado da sua casa em agosto. O protagonista …

Há 20 anos que ninguém sabe do paradeiro de dois cadernos de Charles Darwin

Dois dos cadernos do naturalista Charles Darwin, um dos quais com o rascunho da “Árvore da Vida” (1837), estão desaparecidos há cerca de 20 anos e terão sido muito provavelmente roubados, anunciou esta terça-feira a …

Cientistas reconstruiram explosão de Beirute através das redes sociais

Cientistas forenses recorreram a imagens partilhadas nas redes sociais para reconstruirem a explosão de Beirute, em agosto, que matou 191 pessoas. A 4 de agosto, uma série de explosões causadas por 2.750 toneladas de nitrato de …

Professor alemão do ensino básico é suspeito de canibalismo e homicídio

Depois de uma pilha de ossos ter sido encontrada por transeuntes no parque de Berlim, as autoridades alemãs descobriram que se tratava de uma vítima de canibalismo. As pistas conduziram-nas, mais tarde, à casa do …

Marselha 0-2 FC Porto | Dragão vence e abre porta dos "oitavos"

Basta apenas um ponto para que o FC Porto carimbe uma vaga nos oitavos-de-final da Liga dos Campeões. Na noite desta quarta-feira, os “dragões” venceram o Marseille por 2-0 – com os contributos de Zaidu …