/

Mais 127 mortes e 2324 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas

1

Mário Cruz / Lusa

Portugal registou, esta quarta-feira, mais 127 mortes e 2324 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

De acordo com o último boletim da DGS, dos 2324 novos casos, 1224 são na região de Lisboa e Vale do Tejo. No Norte há mais 482 infetados do que nas últimas 24 horas, no Centro há mais 367, no Alentejo há mais 108, no Algarve há mais 101 e nos Açores e na Madeira há mais oito e 34 casos, respetivamente.

No total, o número de pessoas infetadas pela doença desde o início da pandemia é agora de 790.885. Há, neste momento, 92.175 casos ativos, menos 3145 do que na terça-feira.

Estão também confirmadas 15.649 mortes devido à covid-19, mais 127 óbitos relativamente às últimas 24 horas. A DGS indica que 71 ocorreram na região de Lisboa e Vale do Tejo, 22 na região Norte, 21 na região Centro, sete no Alentejo e seis no Algarve.

Neste momento, existem 4137 doentes internados em Portugal (menos 345 do que ontem), dos quais 719 nos cuidados intensivos (menos 33 pessoas do que ontem).

O boletim da DGS também aponta para mais 5342 doentes recuperados, verificando-se já um total de 683.061 pessoas. Há ainda 114.681 pessoas em vigilância pelas autoridades de saúde, menos 8499 em relação ao dia de ontem.

O décimo primeiro estado de emergência teve início às 00h00 desta segunda-feira e prolonga-se até às 23h59 do próximo dia 1 de março. Em relação ao último decreto, muito pouca coisa muda.

A pandemia provocada pelo novo coronavírus já fez pelo menos 2.419.730 mortos em todo o mundo desde que foi notificado o primeiro caso na China, em dezembro do ano passado, segundo o balanço diário da agência France-Presse.

  Filipa Mesquita, ZAP //

1 Comment

  1. Abram tudo… e confiem nestes dados fornecidos pela DGS. Eu acredito, mas perguntaram-me se acreditava e respondi que não. 😉
    Saibam qual é a verdadeira verdade, e não a verdadeira e derradeira mentira. Abram tudo, abram mesmo, e, depois, preparem-se para uma quarta vaga…

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.