10 mil desalojados já podem (mas não querem) voltar para Fukushima

Evacuados de Fukushima no ginásio da Escola Secundária de Koriyama

O Governo do Japão levantou esta terça-feira a ordem de evacuação de duas áreas da província de Fukushima afetadas pelo acidente nuclear de 2011, o que permitirá o regresso a casa de mais de dez mil pessoas.

Estas duas zonas, onde há 3.487 casas e 10.807 residentes registados, fazem parte do município de Minamisoma, cujo centro está a 25 km da central de Fukushima, onde em 2011 ocorreu o segundo maior acidente nuclear da história, a seguir a Chernóbil, em 1986.

Apesar desta decisão, e tal como já aconteceu noutros casos, os moradores mostram-se reticentes em regressar às casas onde viviam em 2011.

Sondagens revelam que entre 30 e 50 por cento das famílias que foram desalojadas na sequência do acidente nuclear têm dúvidas sobre o regresso a casa, por medo aos efeitos da radiação.

Muitas famílias reconstruíram completamente as suas vidas noutras localidades.

Oito municípios da província de Fukushima continuam a ter zonas de evacuação classificadas em três categorias.

O Governo japonês espera que até março de 2017 sejam levantadas as ordens de evacuação das zonas classificadas na primeira e segunda categorias.

No caso das áreas incluídas na terceira categoria, os níveis de radiação são demasiado altos para permitir que sejam de novo habitadas a médio prazo.

O acidente de Fukushima foi provocado pelo sismo seguido de tsunami de 11 de março de 2011.

Milhares de pessoas continuam impedidas de regressar às casas onde viviam e que tiveram de abandonar por causa do acidente.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Aeroporto no Montijo pode levar à perda das principais áreas de alimentação das aves migratórias

Caso o Montijo venha mesmo a receber um novo aeroporto, poderá levar à perda de até 30% das principais áreas de alimentação das aves migratórias que passam o Inverno no estuário do Tejo. A conclusão está …

Príncipe de Liechtenstein acusado de matar Arthur, o maior urso da Roménia

Grupos ambientalistas acusaram um príncipe da família real de Liechtenstein de matar o maior urso da Roménia, violando a proibição da caça de grandes carnívoros. Em comunicado citado pelo jornal britânico The Guardian, a ONG romena …

França e Reino Unido mobilizam navios para Jersey e aumentam a tensão no Canal da Mancha

A Marinha francesa respondeu esta quinta-feira ao envio de dois navios-patrulha britânicos para Jersey, na véspera, e mobilizou as suas próprias embarcações militares para as imediações da ilha, contribuindo, dessa forma, para o aumento da …

Governo aprova a criação da tarifa social de internet. Preço ainda vai ser definido

O Governo aprovou esta quinta-feira, em Conselho de Ministros, a criação de uma tarifa social de acesso a serviços de internet em banda larga, conhecida como tarifa social de internet, anunciou o ministro de Estado …

Cerca sanitária em Odemira diminuiu casos para menos de metade, garante Governo

O ministro da Administração Interna salientou hoje que a cerca sanitária em Longueira-Almograve e São Teotónio permitiu baixar os casos de infeção por covid-19 em Odemira para menos de metade e acusou a direita de …

Joshua Wong condenado a mais dez meses de prisão por participar em vigília que lembrava "massacre de Tiananmen"

O ativista de Hong Kong Joshua Wong foi condenado a dez meses de prisão por participar em 4 de junho de 2020 numa vigília para lembrar o chamado "massacre de Tiananmen", que Pequim não reconhece. A …

Um polícia morto e vários feridos em tiroteio durante operação no Rio de Janeiro

Um polícia morreu e várias outras pessoas ficaram feridas num tiroteio esta quinta-feira durante uma operação da polícia contra o tráfico de droga na comunidade de Jacarezinho, no Rio de Janeiro, Brasil, noticiou a imprensa. Segundo …

Austrália vai manter fronteiras fechadas até 2022. Índia com novo máximo de casos

O Governo australiano vai manter as fronteiras internacionais fechadas até 2022 devido a incertezas sobre vacinas e novas estirpes, disse o ministro das Finanças do país, Simon Birmingham. "As incertezas sobre a velocidade da vacinação e …

Em breve será possível usar mesmos dados biométricos no Cartão de Cidadão e Passaporte

A ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública, Alexandra Leitão, disse esta quinta-feira que “em breve” será possível utilizar os mesmos dados biométricos no Cartão de Cidadão e no Passaporte ou ativar a …

Rio diz que Governo “vai levar ao colo” Medina. Moedas ataca o rival e diz que as suas promessas não valem nada

O presidente do PSD, Rui Rio, afirmou esta quinta-feira que o Governo “vai levar ao colo” o candidato socialista à Câmara Municipal de Lisboa, porque “pelas guerras e desequilíbrios internos” não pode perder a eleição …