//

Vídeo polémico da TAP em Espanha. Um dos directores foi suspenso e o outro saiu mais cedo

4

Patrick Ludolph / Wikimedia

Airbus A319 da TAP

O polémico vídeo feito por dois directores da TAP em Madrid, onde falam da contratação de trabalhadores em Espanha, já levou à suspensão de um deles e à saída antecipada do outro. Entretanto, o ministro Pedro Nuno Santos diz que a empresa está a contratar em Espanha, mas para substituir um trabalhador.

Pedro Nuno Santos revela, em declarações à RTP3, que a TAP está mesmo a contratar um responsável comercial para a área de carga em Espanha. Mas essa contratação serve para compensar a saída voluntária do anterior gestor, de acordo com o ministro.

O objectivo da TAP é substituir esse ex-colaborador “por alguém que conheça o mercado em concreto”, aponta Pedro Nuno Santos.

“O negócio de carga surge no plano de reestruturação como oferecendo uma boa rentabilidade e a TAP está a investir nesse negócio“, justifica ainda o ministro.

Ministro pede “recato e sensibilidade”

A propósito do polémico vídeo, Pedro Nuno Santos também nota que “a situação é crítica e complexa” e que “é demasiado difícil de gerir”.

Por isso, aponta que “era importante que todos, nas suas funções, tivessem o recato e a sensibilidade para a situação que muitos estão a viver”.

O ministro lembra que há “milhares de trabalhadores” a quem se pedem “grandes sacrifícios” e realça o “muito dinheiro público” que está a ser investido “para salvar a companhia”.

Director de Recursos Humanos da TAP foi suspenso

A TAP já abriu um inquérito disciplinar para apurar as circunstâncias em que o vídeo foi gravado, o que levou à suspensão do director de Recursos Humanos, Pedro Ramos, um dos elementos que aparece nas imagens.

Pedro Ramos foi, assim, suspenso de funções até à conclusão do inquérito, como explica a TAP numa nota enviada aos trabalhadores e que foi consultada pelo Jornal Económico.

“Informamos que a Sandra Rodrigues irá assegurar interinamente as funções do Director de Pessoas e Cultura, no contexto do processo de inquérito instaurado, que determina a suspensão de funções do Pedro Ramos até à conclusão do mesmo”, aponta essa nota como cita o Económico.

A mensagem assinada pelo presidente da comissão executiva, Ramiro Sequeira, e pela administradora executiva, Alexandra Reis, pede ainda o “bom senso e recato de todos”.

João Falcato já saiu

Entretanto, o outro director de Recursos Humanos da área de Engenharia e Manutenção, João Falcato, que também aparece no vídeo, já deixou a companhia de aviação nesta quarta-feira.

O Económico aponta que Falcato já tinha acordado a sua rescisão com a companhia em Abril passado. Mas a TAP tinha-lhe pedido para ficar durante mais dois meses para terminar vários casos que tinha em mãos.

Assim, a sua saída estava marcada para o final de Junho, mas foi antecipada devido à polémica do vídeo.

  Susana Valente, ZAP //

4 Comments

  1. Duas pessoas com aspeto e sotaque terrivelmente afetados, a fazer rotações idiotas na Praça Maior, que nem sabiam ao certo se o que queriam contratar seria para Portugal, Espanha ou Madrid. “Quando isto passar” dizia um. Referia-se a quê? Com profissionais deste calibre não admira o estado da TAP!…

  2. Pois isso esclarece tudo, já que ia embora toca a pôr cá para fora o irresponsável que é, ainda piora o seu perfil, mas enfim é tão bom que até lhe pediram para continuar a fazer mais, por algum tempo, por mais quanto dinheiro ninguém sabe, e estava tão seguro que era bom, que se mostrou bem.

  3. Pedro Nuno Santos agora tem de ser o próximo a sair, ainda tem “lata” de vir confirmar a noticia? Isso significa que era do seu conhecimento e que concordou com a ideia de contratar em Espanha. Se há dinheiro para pagar e competir com salários de Espanha, porque não contratam em Portugal onde os salários são menores? É isto que temos no governo? Como é que querem que o pais avance se não temos gente capaz nos sítios certos para a tomada de decisões? Rua com este também.

  4. Eles foram lá a mando do ministro, só falharam ao misturar trabalho com lazer, mais um caso de que as redes sociais quando mal utilizadas só causam chatices 😛
    Mas já agora, outro caso de que já não se fala e teve origem nas redes sociais, como ficou mesmo o caso da Marquise do Ronaldo? lololol

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.