Ventura muda alcunha de Ana Gomes (e diz que Costa prefere vê-lo a ele como Presidente)

Mário Cruz / Lusa

O deputado do Chega, André Ventura

O líder do Chega, André Ventura, disse, em entrevista à Antena 1, que se ficar atrás de Ana Gomes é porque não fez bem o seu trabalho e que António Costa prefere vê-lo a ele como Presidente.

Em declarações à Antena 1, André Ventura falou da II Convenção do Chega, onde a sua lista à direção só foi aprovada à terceira vez. O líder do Chega admitiu que não esperava esse desfecho, mas garantiu que ficou um alerta para o futuro do partido.

“É uma avaliação que ainda estou a fazer. É evidente que era um resultado que não esperava, sobretudo depois de ter vencido as eleições diretas com mais de 99% dos votos. Mas percebi durante a Convenção que havia um conjunto de motivos mais de natureza pessoal e depois também política mais baixa. Não me senti traído, mas desiludido”.

Ventura justificou o impasse na Convenção com o crescimento rápido do partido que tem menos de dois anos de existência e já revela alguns problemas comuns aos grandes.

“O partido cresceu e tornou-se incontrolável. Se há um ano me dissessem que íamos ter 20 mil militantes. Foi com grande alegria que percebi que o ADN continua cá, mas também me desiludiu porque tem alguns vícios como os grandes partidos“, disse.

Questionado sobre os militantes do Chega, Ventura refere que há uma enorme abrangência desde ex-militantes do PCP até ex-militantes do CDS, embora a maioria venham do PSD. O líder do partido disse que há uma “enorme vontade de mudança”, apesar de haver também várias correntes de opinião – nomeadamente no campo económico – face às diferentes origens partidárias.

Sobre os militantes que pertencem a movimentos extremistas, Ventura confessou dificuldades em filtrá-los, mas assegurou que o partido tem atuado sempre quando tem conhecimento dos casos.

“Tenho tido dificuldades com neonazis, tanto tenho, que já suspendi alguns. Aquele militante da Covilhã Nuno Cardoso, que alegadamente pertencia à Resistência Nacional, por exemplo, foi suspenso”, disse.

Questionado sobre futuras coligações, Ventura disse que a porta só estará aberta para o PSD – que admitiu dialogar com o partido se tivesse uma “posição mais moderada” – se o partido estiver disponível agora para discutir o projeto de revisão constitucional.

“Se o PSD acha que é a hostilizar que se vai aproximar, está enganado. Nós não somos muleta, não somos o CDS do séc. XXI. PSD sozinho não vai conseguir formar Governo e nessa altura vai ligar-nos”, atirou Ventura.

“Costa prefere ver Ventura a presidente”

Na entrevista à Antena 1, o tema “Presidenciais” também veio à baila. Ventura disse que continua a acreditar que disputará a segunda volta com Marcelo Rebelo de Sousa.

Questionado sobre a sua ameaça de demissão caso fique atrás de Ana Gomes nas eleições, Ventura recuou e afirmou apenas que se isso acontecesse é porque não fez bem o seu trabalho, uma vez que a ex-eurodeputada não conta com o apoio do PS.

“Tenho a certeza de que António Costa prefere ver André Ventura a presidente do que Ana Gomes. Ana Gomes não mobiliza ninguém. Soube ontem que Paulo Pedroso vai coordenar a campanha, só falta aparecer José Sócrates“, disse.

O antigo ministro do Trabalho Paulo Pedroso foi acusado no processo Casa Pia por abuso sexual de menores, tendo sido constituído arguido, chegando a ser detido na Assembleia da República e suspenso do cargo de deputado. Em 2006, o Tribunal de Instrução Criminal considerou que não havia fundamento levar Pedroso a julgamento.

De acordo com o jornal i, citado pelo SOL, para o deputado único do Chega, a escolha de Paulo Pedroso mostra ao que vem Ana Gomes. “Proteger os boys do PS, ocultar os piores casos de crime da história socialista e atirar areia para os olhos dos portugueses”, acusou.

“Este é o indivíduo que vai coordenar a campanha de Ana Gomes, uma mulher que diz querer combater a podridão do sistema e os crimes graves. É com Paulo Pedroso que o vai fazer?, questionou. “Vou lutar com todas as minhas forças contra a candidata Casa Pia”, prometeu.

Na entrevista à Antena 1, Ventura confirmou que não será candidato a nenhuma câmara nas eleições autárquicas, mas que está confiante de que o partido conseguirá alguns “nomes fortes” para as principais cidades.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Não me lembro de os politicos descerem tão baixo na politica, como querem que votemos nesses politicos que para eles tudo vale e vale tudo, nunca pensei que os politicos descessem tão baixo.

Ucrânia quer aderir à NATO. Rússia opõe-se, mas EUA apoiam

O ministro da Defesa da Ucrânia anunciou esta terça-feira que pretende iniciar o processo de adesão à Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO, na sigla em inglês) no próximo ano, apesar da oposição de …

Abstenção do PCP no OE serve para "evitar" crescimento das forças "antidemocráticas", diz João Oliveira

O líder parlamentar dos comunistas, João Oliveira, indiciou que a "arrumação" da direita, com o aparecimento do Chega e da Iniciativa Liberal (IL), pesou na definição da estratégia política do PCP, embora não "condicione" o partido. Na …

"Bolhas domésticas" e celebrações online. As sugestões de Bruxelas para o Natal

A Comissão Europeia pediu esta quarta-feira aos países da União Europeia (UE) para definirem “critérios claros” relativamente ao Natal, devendo estipular um número máximo de pessoas por ajuntamento, incentivar “bolhas domésticas” para passar as festividades …

PSD ouviu empresários em greve de fome e apela a Governo que os receba

O líder do grupo parlamentar do PSD apelou esta quarta-feira ao Governo para que receba os empresários da restauração e da animação noturna em greve de fome em frente ao Parlamento, depois de se ter …

China acusada de violar sanções à Coreia do Norte. EUA oferecem recompensa de 5 milhões

A China está a ser acusação de uma “violação flagrante” da obrigação de aplicar sanções internacionais à Coreia do Norte. Os Estados Unidos estão a oferecer uma recompensa de cinco milhões de dólares por informações. De …

Fabricante de aeronaves Embraer revela ter sido vítima de ataque informático

A fabricante aeronáutica brasileira Embraer informou esta terça-feira, em comunicado, que sofreu um ataque informático aos seus sistemas. A Embraer frisou, em comunicado divulgado aos acionistas, que o ataque “resultou na divulgação de dados supostamente atribuídos …

Filho de Michael Schumacher ascende à Fórmula 1 em 2021

O alemão Mick Schumacher, filho do antigo piloto Michael Schumacher, ascende à Fórmula 1 na próxima temporada, para pilotar um dos carros da escuderia Haas, anunciou esta quarta-feira a equipa norte-americana. Atual líder do campeonato de …

Costa diz que ilegalização do Chega não é resposta, mas sim solucionar problemas

O primeiro-ministro considerou esta terça-feira que a resposta política mais eficaz ao Chega não passa pela sua ilegalização, mas por solucionar os problemas sociais que alimentam o populismo e explicam a existência do partido. António Costa …

Após atropelamento que fez 5 mortos na Alemanha, polícia exclui hipótese de terrorismo

O condutor que ontem provocou cinco mortes ao atropelar várias pessoas numa zona pedonal, em Trier, mostra sinais de "distúrbios psiquiátricos", afirmou o procurador dessa cidade do oeste da Alemanha, com a polícia a descartar …

Sonangol admite sair do Millennium BCP se surgir uma "boa oportunidade"

A petrolífera angolana Sonangol, segundo maior acionista do Millennium BCP com cerca de 20%, admitiu aproveitar alguma “boa oportunidade” que surja para vender a sua participação. A informação foi transmitida pela Sonangol de Sebastião Gaspar Martins, …