Venezuela vai pedir extradição de presumíveis autores de ataque contra Maduro

Miguel Gutierrez / EPA

O discurso de Nicolás Maduro foi interrompido pela explosão de um drone

A Venezuela vai pedir aos Estados Unidos e à Colômbia a extradição de alegados envolvidos no atentado contra o Presidente Nicolas Maduro, no sábado passado.

O anúncio foi feito na terça-feira pelo líder venezuelano, durante uma transmissão televisiva na qual foram divulgados quatro vídeos sobre a trajetória dos dois drones e as estratégias usadas pelos presumíveis autores do atentado, bem como o som de conversas que mantiveram entre eles.

Maduro afirmou que Rayder Russo “Pico”, radicado na Colômbia, e Osman Delgado, financeiro residente nos EUA, são alguns dos presumíveis autores da tentativa de homicídio.

De acordo com o Presidente venezuelano, “11 pessoas que receberiam 50 milhões de dólares e teriam estadia garantida nos EUA” estiveram envolvidas no ataque. Para Maduro, “é clara e há provas suficientes da participação do Governo da Colômbia, do Presidente cessante Juan Manuel Santos”.

O chefe de Estado venezuelano pediu que os pormenores do atentado sejam transmitidos a Washington e a Bogotá, ao mesmo tempo que manifestou confiança “na boa fé do Presidente dos EUA, Donald Trump”, para impedir que no território norte-americano se preparem assassínios presidenciais.

Por outro lado, Maduro acusou também os opositores Júlio Borges, ex-presidente do parlamento venezuelano, e o deputado Juan Requesens, ambos do partido Primeiro Justiça, de estarem envolvidos no atentado.

O governante disse acreditar que os autores do atentado receberam treino na Colômbia, em Chiácota, no departamento Norte de Santander, e inicialmente previam realizar o atentado durante as comemorações de 24 de junho [aniversário da Batalha de Carabobo] e de 05 de julho [aniversário da declaração de Independência].

Alguns dos suspeitos participaram nos violentos protestos de 2017, acrescentou. Maduro congratulou-se ainda pelo “tempo recorde” em que os alegados autores foram detidos.

No sábado, duas explosões, que as autoridades disseram ter sido provocadas por dois drones, obrigaram o Presidente da Venezuela a abandonar rapidamente as cerimónias do 81.º aniversário da Guarda Nacional Bolivariana [polícia militar].

As comemorações, que decorriam na avenida Bolívar de Caracas, estavam a ser transmitidas em direto pelas rádios e televisões venezuelanas.

No momento em que Nicolas Maduro afirmou ter chegado a hora da recuperação económica foram ouvidas das explosões, que fizeram vibrar a câmara que focava o chefe de Estado.

Sete militares ficaram feridos e foram detidas seis pessoas por suspeita de envolvimento no atentado, indicaram as autoridades.

Lusa ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Cartada clássica da cartilha ditatorial: simular um atentado ou golpe de estado para cimentar poderes, apertar o controlo e aumentar a repressão. Vide Erdoğan na Turquia, por exemplo. Nada de novo, os padrões não mudam, e já são relatados há muito, tanto na realidade como na ficção. Vide “V for Vendetta”, filme de 2005, como exemplo do último caso.

RESPONDER

CDS quer forçar reestruturação do SEF a passar pelo Parlamento

O CDS-PP defende que a reestruturação dos Serviços de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) tem de passar pela Assembleia da República e não pode ser concretizada através de legislação aprovada pelo Governo. Em causa está a extinção …

Portugal avança para 3.ª fase do desconfinamento. Todos os alunos regressam ao regime presencial

Esta segunda-feira, a generalidade do país avança para a terceira fase do processo de desconfinamento. A última fase acontece daqui a duas semanas, a 3 de maio. Na generalidade do território nacional vai ser possível, a …

Tal como os humanos, leões também são contagiados pelos bocejos

Uma equipa de cientistas descobriu que tal como nós, humanos, os leões também são sensíveis ao contágio dos bocejos. Tal como explica a revista Newsweek, a ciência tem várias explicações para o porquê de bocejarmos, podendo …

Joana Mortágua volta a ser candidata do Bloco de Esquerda à Câmara de Almada

A deputada Joana Mortágua é a candidata do Bloco de Esquerda (BE) à presidência da Câmara Municipal de Almada nas próximas eleições autárquicas, onde é vereadora desde 2017, adiantou este domingo à Lusa fonte do …

Foram administradas 183 mil vacinas durante o fim de semana

O primeiro-ministro anunciou, no Twitter, que foram administradas 183 mil vacinas este fim de semana. António Costa acredita que, até ao final deste mês, toda a população com mais de 70 anos pode estar vacinada. Este …

Cientistas criam ondas de luz que atravessam materiais opacos

Uma equipa de cientistas descobriu que é possível criar feixes de luz "indestrutíveis" que praticamente não se alteram quando atravessam um meio. Só se tornam fracos. Cientistas da Universidade de Utrecht, nos Países Baixos, e da …

Se o Planeta 9 existir, pode não estar onde pensamos

Uma equipa de astrónomos conseguiu obter novas informações sobre o Planeta 9 que podem significar que a sua órbita é muito mais elíptica do que o previsto. Konstantin Batygin e Michael Brown, do California Institute of …

As mudanças climáticas estão a contribuir para a alteração do sabor do café

Há muito tempo que se tem conhecimento que as mudanças climáticas têm tido um impacto negativo no ambiente e na população, o que não se sabia é que este fenómeno também está a afetar o …

Químicos encontrados na comida e no ar ameaçam a fertilidade dos homens

Em apenas algumas gerações, a contagem de espermatozoides humanos pode diminuir para níveis abaixo daqueles considerados adequados para a fertilidade. Esta é a afirmação alarmante feita no novo livro da epidemiologista Shanna Swan, "Countdown", que reúne …

"Nomadland" é aposta na reabertura das salas de cinema

As salas de cinema reabrem já na segunda-feira e a grande aposta é Nomadland – Sobreviver na América, da realizadora Chloé Zhao. O premiado filme Nomadland – Sobreviver na América, da realizadora Chloé Zhao, é a …