Venezuela vai pedir extradição de presumíveis autores de ataque contra Maduro

Miguel Gutierrez / EPA

O discurso de Nicolás Maduro foi interrompido pela explosão de um drone

A Venezuela vai pedir aos Estados Unidos e à Colômbia a extradição de alegados envolvidos no atentado contra o Presidente Nicolas Maduro, no sábado passado.

O anúncio foi feito na terça-feira pelo líder venezuelano, durante uma transmissão televisiva na qual foram divulgados quatro vídeos sobre a trajetória dos dois drones e as estratégias usadas pelos presumíveis autores do atentado, bem como o som de conversas que mantiveram entre eles.

Maduro afirmou que Rayder Russo “Pico”, radicado na Colômbia, e Osman Delgado, financeiro residente nos EUA, são alguns dos presumíveis autores da tentativa de homicídio.

De acordo com o Presidente venezuelano, “11 pessoas que receberiam 50 milhões de dólares e teriam estadia garantida nos EUA” estiveram envolvidas no ataque. Para Maduro, “é clara e há provas suficientes da participação do Governo da Colômbia, do Presidente cessante Juan Manuel Santos”.

O chefe de Estado venezuelano pediu que os pormenores do atentado sejam transmitidos a Washington e a Bogotá, ao mesmo tempo que manifestou confiança “na boa fé do Presidente dos EUA, Donald Trump”, para impedir que no território norte-americano se preparem assassínios presidenciais.

Por outro lado, Maduro acusou também os opositores Júlio Borges, ex-presidente do parlamento venezuelano, e o deputado Juan Requesens, ambos do partido Primeiro Justiça, de estarem envolvidos no atentado.

O governante disse acreditar que os autores do atentado receberam treino na Colômbia, em Chiácota, no departamento Norte de Santander, e inicialmente previam realizar o atentado durante as comemorações de 24 de junho [aniversário da Batalha de Carabobo] e de 05 de julho [aniversário da declaração de Independência].

Alguns dos suspeitos participaram nos violentos protestos de 2017, acrescentou. Maduro congratulou-se ainda pelo “tempo recorde” em que os alegados autores foram detidos.

No sábado, duas explosões, que as autoridades disseram ter sido provocadas por dois drones, obrigaram o Presidente da Venezuela a abandonar rapidamente as cerimónias do 81.º aniversário da Guarda Nacional Bolivariana [polícia militar].

As comemorações, que decorriam na avenida Bolívar de Caracas, estavam a ser transmitidas em direto pelas rádios e televisões venezuelanas.

No momento em que Nicolas Maduro afirmou ter chegado a hora da recuperação económica foram ouvidas das explosões, que fizeram vibrar a câmara que focava o chefe de Estado.

Sete militares ficaram feridos e foram detidas seis pessoas por suspeita de envolvimento no atentado, indicaram as autoridades.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Cartada clássica da cartilha ditatorial: simular um atentado ou golpe de estado para cimentar poderes, apertar o controlo e aumentar a repressão. Vide Erdoğan na Turquia, por exemplo. Nada de novo, os padrões não mudam, e já são relatados há muito, tanto na realidade como na ficção. Vide “V for Vendetta”, filme de 2005, como exemplo do último caso.

RESPONDER

Conselho da Europa teme que polícia de Malta tenha “recusado provas” no caso da jornalista assassinada

Daphne Galizia era jornalista, acompanhava casos de corrupção no país e foi assassinada há dois anos. Pieter Omtzigt, relator do Conselho da Europa responsável pelo caso, diz que a abordagem da polícia e dos …

Itália quer mudar sede da final da Liga dos Campeões

A Itália quer que a final da Liga dos Campeões deste ano, marcada para o Estádio Olímpico Atatürk Olympic, mude de sede. Os últimos dias não têm sido fáceis para a UEFA. Depois dos incidentes racistas …

CNN coloca broa portuguesa entre os 50 melhores pães do mundo

A propósito das celebrações do Dia Mundial do Pão, que se celebra esta quarta-feira, a CNN fez uma lista com os 50 melhores pães do mundo e um deles é a broa portuguesa. A broa conhecida …

CP lança nova campanha: Lisboa-Porto por cinco euros e mais descontos até 80%

Há 10.300 bilhetes a custos muito reduzidos, anunciou a CP – Comboios de Portugal esta terça-feira. A nova campanha garante viagens nos comboios de longo curso Alfa Pendular e Intercidades “com 80% de desconto”, abrangendo …

"Níveis recorde". Glaciares suíços perderam 10% do seu volume nos últimos cinco anos

Os glaciares suíços perderam 10% do volume nos últimos cinco anos, a maior redução em cem anos, alertou esta terça-feira a Academia Suíça das Ciências. A Academia baseia-se nas medições feitas pelos peritos do painel intergovernamental …

Caso BPN. Relação condena dois dos absolvidos e agrava penas a outros dois

O Tribunal da Relação de Lisboa condenou esta quarta-feira dois dos três arguidos absolvidos no processo principal da falência do BPN, Ricardo Oliveira e Filipe Nascimento, e agravou as penas a dois dos 12 arguidos …

Operação Éter. Hermínio Loureiro entre as dezenas de autarcas arguidos

Hermínio Loureiro, ex-presidente da Câmara de Oliveira de Azeméis, está entre as dezenas de atuais e antigos autarcas que foram constituídos arguidos no âmbito da Operação Éter. Este processo levou à prisão preventiva do antigo presidente …

Proteção Civil quer que bombeiros voltem a ser obrigados a usar cinto de segurança

A estrada mata mais bombeiros do que os incêndios. Por isso, a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil criou um grupo específico para analisar o problema. Rui Ângelo, chefe da Divisão de Segurança, Saúde e …

Estratégia prevê rede de bancos de leite materno e revisão das licenças para amamentar

A ENALCP apresentada esta quarta-feira prevê a criação de uma rede nacional de bancos de leite materno e a revisão dos diretos de parentalidade. Ambientes favoráveis deverão ser também revistos. A Estratégia Nacional para a Alimentação …

DGS aconselha grávidas e bebés vegetarianos a tomarem suplementos

A Direção-geral da Saúde recomenda suplementos de vitaminas e minerais para bebés e grávidas com alimentação vegetariana e lembra que a dieta não omnívora no primeiro ano de vida deve estar sempre sob supervisão médica. "A …