Maduro culpa presidente colombiano por alegado atentado

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, afirmou que o chefe de Governo da Colômbia, Juan Manuel Santos, está por trás do suposto atentado contra si que aconteceu este sábado num ato público com militares em Caracas, e afirmou que já foram capturados alguns dos autores materiais.

“Esclarecemos a situação em tempo recorde, trata-se de um atentado para me matar, tentaram-me assassinar e não tenho dúvida de que tudo aponta para a direita, a extrema-direita venezuelana em aliança com a extrema-direita colombiana e que o nome de Juan Manuel Santos está por trás deste atentado, não tenho dúvidas”, disse Maduro.

O presidente venezuelano fez estas declarações num discurso na rede obrigatória de rádio e televisão, cerca de três horas depois do incidente no qual ficaram feridos sete militares. “A sanha assassina da oligarquia colombiana, tenho a certeza que todas as provas vão aparecer, mas os primeiros elementos de investigação apontam para Bogotá”, reiterou.

“Este atentado aconteceu após os anúncios dramáticos do final de Maduro, do final do regime de Santos”, acrescentou o presidente venezuelano.

Juan Manuel Santos, economista e presidente da República da Colômbia desde 2010, recebeu em 2016 o Prémio Nobel da Paz pelo envolvimento no Acordo de Paz conseguido com as FARC, organização guerrilheira que se mantinha em luta armada desde 1964.

Nicolás Maduro abandonou este sábado de emergência uma cerimónia televisionada com militares no centro de Caracas, depois de uma explosão ter interrompido o seu discurso.

O ministro de Informação da Venezuela, Jorge Rodríguez, confirmou que “o presidente Maduro foi vítima de atentado com artefactos voadores do tipo drone que continham uma carga explosiva”, e que saiu ileso do incidente.

Fontes não oficiais deram conta de que foi visto um drone, que transportaria explosivos, no local em que o presidente da Venezuela discursava, na capital do país, Caracas. Uma fonte dos bombeiros de Caracas, no entanto, apontam a origem do alegado ataque para a explosão de uma bilha de gás num apartamento, que apresenta danos significativos.

Entretanto, um movimento paramilitar denominado Soldados de Franelas, criado em 2014, reivindicou no Twitter a autoria do alegado ataque.

Colômbia nega ter ordenado alegado ataque

A Presidência da Colômbia refutou a afirmação do Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, que acusou o seu homólogo colombiano, Juan Manuel Santos, de ter ordenado o alegado ataque de que foi alvo este sábado.

“Isso não tem base, o presidente está empenhado no batismo da sua neta Celeste, e não em derrubar governos estrangeiros”, disse uma fonte da presidência colombiana aos jornalistas, este sábado.

“Tudo aponta para a extrema-direita venezuelana, em aliança com a extrema-direita colombiana e tenho a certeza que Juan Manuel Santos está por detrás deste atentado”, denunciou Maduro, durante uma transmissão televisiva ao país, desde o palácio presidencial de Miraflores.

Maduro alega que Juan Manuel Santos vai abandonar a presidência do país, no dia 7 de agosto, e que não podia deixar o poder “sem fazer dano” ao seu país.

ZAP // Lusa / EFE / Euronews

PARTILHAR

RESPONDER

Neurocirurgia do Hospital de São João deixa os contentores ao fim de 12 anos

O novo serviço de neurocirurgia do Hospital de S. João, no Porto, está a funcionar desde este sábado. Ao fim de 12 anos, os serviços de neurocirurgia do Hospital de S. João, no Porto, deixaram de …

Europeias: Derrota histórica para o PSD. O PS resiste, o Bloco chega-se à frente e o PAN estreia-se

A derrota do PSD, com uma desvantagem de mais de 10 pontos percentuais sobre o PS que foi o vencedor da noite eleitoral, o reforço do Bloco de Esquerda como a terceira força política e …

Sindicalista que parou o país vai representar seguranças privados

O vice-presidente do Sindicato Nacional de Motoristas e Matérias Perigosas (SNMMP), Pedro Pardal Henriques, vai acumular este cargo com a vice-presidência de um outro sindicato, o Sindicato de Segurança e Vigilantes de Portugal (SSVP), que …

Uber, táxis e Tuk-Tuk vão estar na mira da GNR

Os Ubers, táxis e Tuk-Tuk vão estar na mira da GNR que inicia, esta segunda-feira, uma operação de fiscalização intensiva aos transportes individuais de passageiros em todo o país. A fiscalização do licenciamento e a certificação …

Operação Marquês. Carlos Santos Silva e Sócrates começam a atacar a acusação

O ataque de duas das principais figuras envolvidas na Operação Marquês à acusação do Ministério Público começa nesta segunda-feira e vai prolongar-se por toda a semana. Carlos Santos Silva, esta segunda-feira, e José Sócrates, entre quarta …

ASAE encontra carne estragada e falsificada em talhos portugueses

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) detetou carne estragada, falsificada ou abatida de forma clandestina à venda em talhos nacionais, avançou o Jornal de Notícias (JN). A notícia do JN, citada pelo Público …

Detidos dois suspeitos do ataque em Lyon

A polícia francesa deteve dois suspeitos de envolvimento na explosão no centro de Lyon que feriu 13 pessoas na sexta-feira passada, disse esta segunda-feira a Procuradoria de Paris. Anteriormente, o ministro do Interior, Christophe Castaner, anunciava, …

Isabel dos Santos diz que tem pagamento à CGD "em dia"

A filha do ex-presidente de Angola usou o Twitter para garantir que tem todos os pagamentos do empréstimo de 125 milhões de euros concedido pela Caixa Geral de Depósitos (CGD) em 2009 “em dia”. A reacção, …

Há cinco concelhos com risco máximo de incêndio

Esta segunda-feira, o dia vai ser quente. A subida das temperaturas para os próximos dias aumenta o risco máximo de incêndio em Faro, Portalegre, Santarém e Castelo Branco. Cinco concelhos dos distritos de Faro, Portalegre, Santarém …

Donald Trump é o primeiro governante estrangeiro a ser recebido pelo novo imperador do Japão

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, tornou-se no primeiro governante estrangeiro a ser recebido pelo novo imperador do Japão, Naruhito, que subiu ao trono a 01 de maio após a abdicação do pai, …