/

91% da população ainda não tomou primeira dose. Vacinação acelera já em abril

De acordo com o boletim de vacinação desta semana 942.825 pessoas já foram inoculadas com a primeira dose. Também 471.204 pessoas já tomaram as duas doses, o que equivale a 5% da população. O ritmo de vacinação está lento, mas espera-se que ganhe força já no próximo mês.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O grupo etário com mais pessoas vacinados é a faixa com mais de 80 anos, onde 61% das pessoas (cerca de 415.341) já tomou uma dose e 30% já tomou as duas.

Por outro lado, a percentagem da população entre os 25 e os 49 anos que já tomou as duas doses é superior à da faixa entre os 65 e os 79 anos. O grupo percentualmente menos vacinado é o dos 18-24.

Assim, 6% da população com 25-49 anos (200.568 pessoas) e também 6% da população com 65-79 anos (97.230) já tomou uma dose, mas 4% das pessoas com 25-49 já tomaram as duas, ao passo que 3% das pessoas entre os 65-79 é que também já completaram a vacinação.

Por outro lado, 10% da população (211.588 pessoas) entre os 50-64 tomou uma dose, sendo que 4% das pessoas dessa faixa etária já tomaram as duas. Finalmente, 2% entre os 18 e os 24 (17.852 pessoas) tomaram uma dose e 1% as duas.

Há ainda 243 pessoas com 17 anos ou menos que tomaram uma dose e 183 as duas.

A nível geográfico, os Açores são a região do país em que o processo está mais atrasado pois apenas 6% da população tomou a primeira dose e 3% tem a vacinação completa.

Segue-se o Algarve, onde 8% já tomou a primeira e 3% as duas. Logo depois o Norte e Lisboa e Vale do Tejo com indicadores iguais – 8% da população destas regiões tomou a primeira dose, 4% ambas.

O Alentejo é a região que tem os melhores indicadores: 14% das pessoas já tomaram uma dose e 7% as duas. Segue-se o Centro, com 13% e 7% respetivamente, e depois a Madeira, com 10% e 6%.

Olhando para o quadro geral, até domingo, o número de pessoas que já tomaram uma dose da vacina chegou aos 942.825, dos quais 471.204 já têm a vacinação completa.

PUBLICIDADE

O coordenador da task force do plano de vacinação adiantou que até ao final desta semana se atinge a fasquia de “um milhão” de pessoas inoculadas com a primeira dose da vacina e 500 mil com as duas doses.

Vacinação vai ganhar novo fôlego

Apesar das falhas nas entregas e dos percalços com a vacina da AstraZeneca, as metas estabelecidas para a 1ª fase do plano de vacinação contra a covid-19 devem ser cumpridas.

O ponto de situação foi feito por Henrique Gouveia e Melo, durante mais uma reunião no Infarmed esta terça-feira.

De acordo com números apresentados e com a estimativa de chegada de um total de 8,6 milhões de doses ao longo do 2º trimestre, a administração de vacinas por dia deve passar de uma média atual de 22 mil para 60 mil em abril e mais de 100 mil durante os meses de maio e junho. “Será um ritmo já muito elevado”, frisou o coordenador da task force.

No próximo mês o plano passará para a fase 2, estando previsto vacinar nessa etapa as pessoas com mais de 65 anos sem doenças e o grupo 50-64 anos com determinadas patologias como diabetes, cancro, obesidade e outras.

PUBLICIDADE

A chegada prevista, mas ainda não confirmada, da vacina da Janssen a partir da segunda quinzena de abril irá ajudar na próxima fase vacinação. Esta é a única vacina entre as já aprovadas que prevê apenas uma toma.

  Ana Isabel Moura, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.