91% da população ainda não tomou primeira dose. Vacinação acelera já em abril

De acordo com o boletim de vacinação desta semana 942.825 pessoas já foram inoculadas com a primeira dose. Também 471.204 pessoas já tomaram as duas doses, o que equivale a 5% da população. O ritmo de vacinação está lento, mas espera-se que ganhe força já no próximo mês.

O grupo etário com mais pessoas vacinados é a faixa com mais de 80 anos, onde 61% das pessoas (cerca de 415.341) já tomou uma dose e 30% já tomou as duas.

Por outro lado, a percentagem da população entre os 25 e os 49 anos que já tomou as duas doses é superior à da faixa entre os 65 e os 79 anos. O grupo percentualmente menos vacinado é o dos 18-24.

Assim, 6% da população com 25-49 anos (200.568 pessoas) e também 6% da população com 65-79 anos (97.230) já tomou uma dose, mas 4% das pessoas com 25-49 já tomaram as duas, ao passo que 3% das pessoas entre os 65-79 é que também já completaram a vacinação.

Por outro lado, 10% da população (211.588 pessoas) entre os 50-64 tomou uma dose, sendo que 4% das pessoas dessa faixa etária já tomaram as duas. Finalmente, 2% entre os 18 e os 24 (17.852 pessoas) tomaram uma dose e 1% as duas.

Há ainda 243 pessoas com 17 anos ou menos que tomaram uma dose e 183 as duas.

A nível geográfico, os Açores são a região do país em que o processo está mais atrasado pois apenas 6% da população tomou a primeira dose e 3% tem a vacinação completa.

Segue-se o Algarve, onde 8% já tomou a primeira e 3% as duas. Logo depois o Norte e Lisboa e Vale do Tejo com indicadores iguais – 8% da população destas regiões tomou a primeira dose, 4% ambas.

O Alentejo é a região que tem os melhores indicadores: 14% das pessoas já tomaram uma dose e 7% as duas. Segue-se o Centro, com 13% e 7% respetivamente, e depois a Madeira, com 10% e 6%.

Olhando para o quadro geral, até domingo, o número de pessoas que já tomaram uma dose da vacina chegou aos 942.825, dos quais 471.204 já têm a vacinação completa.

O coordenador da task force do plano de vacinação adiantou que até ao final desta semana se atinge a fasquia de “um milhão” de pessoas inoculadas com a primeira dose da vacina e 500 mil com as duas doses.

Vacinação vai ganhar novo fôlego

Apesar das falhas nas entregas e dos percalços com a vacina da AstraZeneca, as metas estabelecidas para a 1ª fase do plano de vacinação contra a covid-19 devem ser cumpridas.

O ponto de situação foi feito por Henrique Gouveia e Melo, durante mais uma reunião no Infarmed esta terça-feira.

De acordo com números apresentados e com a estimativa de chegada de um total de 8,6 milhões de doses ao longo do 2º trimestre, a administração de vacinas por dia deve passar de uma média atual de 22 mil para 60 mil em abril e mais de 100 mil durante os meses de maio e junho. “Será um ritmo já muito elevado”, frisou o coordenador da task force.

No próximo mês o plano passará para a fase 2, estando previsto vacinar nessa etapa as pessoas com mais de 65 anos sem doenças e o grupo 50-64 anos com determinadas patologias como diabetes, cancro, obesidade e outras.

A chegada prevista, mas ainda não confirmada, da vacina da Janssen a partir da segunda quinzena de abril irá ajudar na próxima fase vacinação. Esta é a única vacina entre as já aprovadas que prevê apenas uma toma.

Ana Isabel Moura, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Descoberta a mais curta explosão de raios gama já observada

A nova descoberta destaca a necessidade de uma nova classificação de explosões de raios gama, não baseada apenas na sua duração. Uma equipa de cientistas descobriu uma rara emissão de raios gama, denominada GRB 200826A, relacionada …

O Projeto Galileu quer provar a existência de aliens através da tecnologia deixada para trás

Investigadores vão centrar o seu trabalho na procura de objetos físicos associados a equipamento tecnológico extraterrestre, em oposição às pesquisas anteriores que se focaram em sinais eletromagnéticos. Um grupo de investigadores de Universidade de Harvard está …

O tesouro dos Templários pode estar escondido debaixo de uma casa em Inglaterra

Um historiador inglês alega que um edifício histórico em Burton, em Inglaterra, é onde está escondido o lendário tesouro dos Templários. Existem várias lendas sobre um tesouro que alguns templários conseguiram esconder do rei francês Filipe …

O núcleo interno da Terra está a crescer mais de um lado do que do outro

O núcleo interno da Terra está a crescer mais de um lado do que do outro. No entanto, isto não quer dizer que o nosso planeta esteja a ficar inclinado. Mais de 5.000 quilómetros abaixo de …

Incêndios devastam sul da Europa e obrigam a retirar moradores e turistas

Dezenas de aldeias e hotéis foram este domingo evacuados nas zonas turísticas do sul da Turquia devido a incêndios que começaram há cinco dias e já mataram oito pessoas no país, devastando também regiões da …

Há uma empresa a transformar as cinzas de entes queridos em diamantes

Uma empresa norte-americana transforma cinzas de entes queridos — e animais de estimação — em diamantes, que podem ser colocados em anéis ou colares. Lidar com a morte de um ente querido é sempre uma altura …

Pianista de aeroporto ganhou 60 mil dólares em gorjetas

Tonee "Valentine" Carter, que toca piano num aeroporto norte-americano, ganhou 60 mil dólares (cerca de 50.800 mil euros) depois de um estranho partilhar um vídeo seu a tocar. Tonee "Valentine" Carter, de 66 anos, não é …

Youtubers denunciam campanha de fake news contra vacina da Pfizer

De acordo com a imprensa brasileira, uma agência de marketing terá tentado que influenciadores digitais de todo o mundo partilhassem desinformação sobre as vacinas contra a covid-19. A denúncia foi feita por alguns dos influenciadores …

Na Tailândia, a legalização do aborto enfrenta "resistência espiritual"

Desde fevereiro, qualquer pessoa que procure fazer um aborto na Tailândia consegue fazê-lo legalmente, pelo menos no primeiro trimestre. Ainda assim, muitos médicos e enfermeiros recusam-se a levar a cabo o procedimento. A advogada Supecha Baotip …

Haiti. Viúva do presidente assassinado implica seguranças no crime

Martine Moise, a viúva do presidente haitiano Jovenel Moise — assassinado na sua residência por um comando armado no início de julho — descreveu abertamente o ataque e partilhou as suas suspeitas sobre o crime …