No arranque do 3.º dia, vacina chega a hospitais e centros do Sul do país

José Coelho /Lusa

A campanha de vacinação chega, esta terça-feira, aos hospitais e centros do Sul do país. Os Açores terão de esperar até quarta-feira à noite para receber as primeiras quase 10 mil doses.

Depois de Lisboa, Porto e Coimbra, o processo de vacinação arranca esta terça-feira no hospital de Évora e no Centro Hospitalar Universitário do Algarve. De acordo com a Administração Regional de Saúde, os hospitais e agrupamentos dos centros de Saúde do Alentejo já receberam “as primeiras vacinas” e iniciam hoje a primeira fase da vacinação.

O arranque do processo no Hospital do Espírito Santo de Évora (HESE) vai ser acompanhado de perto pelos secretários de Estado adjuntos da Saúde e da Defesa Nacional, António Lacerda Sales e Jorge Seguro Sanches, respetivamente.

Lacerda Sales e Seguro Sanches, que é também o coordenador no Alentejo das medidas de combate à covid-19, vão acompanhar a vacinação dos profissionais de Saúde do HESE, a partir das 09:00, e do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Alentejo Central, 45 minutos depois, na Escola Superior de Enfermagem São João de Deus.

Ao início da noite desta segunda-feira, em comunicado, o HESE já tinha anunciado a receção das primeiras “cerca de 350 vacinas”, indicando as 09:00 de hoje para o começo da vacinação, cuja 1.ª fase deverá estar concluída “até dia 31 de dezembro”.

A TVI noticiou, também na segunda-feira à noite, que “um conflito de interesses entre PSP e GNR” alegadamente impediu, durante algum tempo, “a saída” do HESE da carrinha que fazia a distribuição da vacina na região Sul do país, acabando a situação por ser resolvida “com uma escolta partilhada” entre as duas forças da autoridade.

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, anunciou ter determinado a abertura de um inquérito urgente por parte da Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) sobre estes “incidentes” em Évora no acompanhamento das vacinas.

A vacinação também arranca às 09:00 desta terça-feira na Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA), que, nesta 1.ª fase, vai vacinar um total de 180 profissionais de Saúde, entre médicos, enfermeiros e assistentes operacionais, revelou o respetivo conselho de administração, em comunicado enviado à Lusa.

“Uma médica internista, um enfermeiro do Serviço de Urgência e uma assistente operacional do Serviço de Medicina, desde o início a trabalharem na linha da frente de combate à covid-19, serão os primeiros profissionais de saúde a serem vacinados no Hospital José Joaquim Fernandes, em Beja”, o que marca o “pontapé de saída” do processo na ULSBA, indicou.

Açores recebem vacina na quarta à noite

Segundo a Rádio Renascença, a Região Autónoma dos Açores vai receber as primeiras vacinas contra a covid-19 na noite da próxima quarta-feira. A vacinação arranca no dia seguinte, 31 de dezembro.

“Foi confirmado esta tarde – quer pela Pfizer, quer pelo secretário de Estado da Saúde – que [o primeiro lote] chegará às 22h30 do próximo dia 30“, confirmou ao matutino Clélio Meneses, secretário regional da Saúde.

A primeira remessa de 9.750 doses vai chegar à ilha Terceira e será armazenado no hospital de Espírito Santo, em Angra do Heroísmo. “No outro dia, pelas 05h30 da manhã, [as vacinas] vão ser deslocadas para o aeroporto das Lajes, no sentido de irem para São Miguel, as que se destinam àquela ilha, num voo que sai da ilha Terceira pelas 06h55 e que chega a Ponta Delgada por volta das 07h30”, explicou.

As vacinas serão administradas nos lares de idosos e a profissionais de saúde dos hospitais das ilhas Terceira e de São Miguel. Para já, ainda não há data prevista para a chegada das vacinas às restantes sete ilhas do arquipélago.

Gustavo Tato-Borges, coordenador de saúde pública dos Açores, admitiu à Renascença que há ilhas que poderão ter mais dificuldades no processo de vacinação devido à falta de recursos humanos. Garantiu, contudo, que o transporte “está perfeitamente assegurado”.

Madeira não sabe quando irá receber vacinas

O Governo da Madeira não tem ainda uma data exata para receber o primeiro lote de vacinas, de acordo co o presidente do Executivo, Miguel Albuquerque. O governante estima, no entanto, que a chegada possa ocorrer quarta-feira, dia 30 de dezembro, ou quinta-feira, 31 de dezembro.

Não sei quando chegam. As vacinas estavam previstas chegar esta segunda-feira (28), mas o técnico da Pfizer já está cá a dar instruções e neste momento a Pfizer é que dirá quando vêm. Estamos à espera dessa informação”, disse à comunicação social Miguel Albuquerque, à margem de uma visita ao Serviço Regional de Proteção Civil.

No sábado, Miguel Albuquerque tinha dito aos jornalistas que a chegada das vacinas estava prevista para esta segunda-feira 28 de dezembro. “Nós temos seis horas para o descongelamento das vacinas e começar a administrá-las. Só estamos a aguardar informação da Pfizer”, acrescentou, esta segunda-feira.

“Aquilo que posso dizer, para tranquilizar a população, é que a Madeira está em condições de iniciar o seu plano de vacinação. Só estamos à espera das vacinas”, acrescentou. A Madeira estima vacinar 50 mil pessoas na primeira fase.

Liliana Malainho, ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

SNS24 ultrapassa recorde semanal de chamadas com mais de 200 mil

O recorde semanal de chamadas atendidas no SNS24 foi ultrapassado na última semana, num aumento da procura para mais do dobro, de 126.860 para 279.279, em relação à última semana de 2020, foi esta terça-feira …

Entre críticas a Rio e Marcelo, Ventura teve um drive-in com música de baile (e comparou-se a Sá Carneiro)

Ventura demarcou-se dos insultos de apoiantes à comunicação social, mas não admitiu que o seu mandatário os incentivou, chamando “inimigos” aos jornalistas. Terminou o dia num comício na praia de Leça da Palmeira mas em …

Governo Regional da Madeira garante que aumento de casos se deve às celebrações de fim de ano

O presidente do Governo da Madeira afirmou que o aumento de casos de covid-19 registado nos últimos dias na região é resultado das celebrações do fim do ano, assegurando fiscalização mais apertada nos bares aos …

Novo máximo diário com 218 mortes. Morre uma pessoa com covid-19 a cada 7 minutos

Portugal contabilizou esta terça-feira 218 mortes, um novo máximo de óbitos em 24 horas, relacionados com a covid-19, e 10.455 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). Quase metade das …

Ana Gomes teme que processos BES e Operação Marquês acabem como o dos submarinos

A candidata presidencial Ana Gomes disse ontem temer que processos como os do BES e da Operação Marquês terminem como o dos submarinos, em que considerou que se "trabalhou para a prescrição". Na conversa online que …

Recuperação só em 2022, disse Vestager. Leão quer aprovação rápida dos planos para a UE

A vice-presidente executiva da Comissão Europeia, Margrethe Vestager, afirmou que a recuperação europeia só será "sentida como tal" em 2022, mas que no outono já poderão ser visíveis alguns sinais, caso a vacinação contra a …

Marcelo aprova novas medidas e anuncia reunião com especialistas para discutir situação das escolas

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, assinou esta terça-feira o decreto do Governo que altera a regulamentação do estado de emergência devido à pandemia de covid-19 e anunciou uma reunião com especialistas na …

Jerónimo na campanha de João Ferreira para homenagear os que "se levantaram contra o fascismo"

O candidato presidencial comunista contou com a presença do secretário-geral do PCP, esta segunda-feira, na Marinha Grande, que destacou a importância de lutar contra os atuais "traços de regressão democrática". Durante uma ação na Escola Secundária …

Gilberto, Vertonghen, Grimaldo, Diogo Gonçalves e Waldschmidt infetados

Os futebolistas do Benfica Gilberto, Vertonghen, Grimaldo, Diogo Gonçalves e Luca Waldschmidt são os mais recentes casos positivos ao novo coronavírus no plantel do Benfica, informou esta terça-feira o clube da Luz. “O Sport Lisboa e …

Hospital de Portalegre abre inquérito a morte de doente que esteve 3 horas em ambulância

O hospital de Portalegre vai abrir um inquérito para apurar as circunstâncias da morte de um octogenário, na noite de segunda-feira, na área dedicada aos doentes respiratórios, depois de estar quase três horas numa ambulância, …