Universidades, transportes públicos e concertos. O plano da task force para “prevenir, testar e diagnosticar”

Raminder Pal Singh / EPA

A task force responsável pela estratégia portuguesa de testes em massa já começou a desenhar um plano e pretende colocar postos de testagem em transportes públicos, universidades, concertos e eventos em massa.

Em declarações ao jornal Público nesta sexta-feira, Fernando Almeida, coordenador da recém-criada task force e presidente do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (Insa), explicou o conceito do plano: “prevenir, testar e diagnosticar”.

A equipa pretende criar equipas de intervenção rápida de testagem em cada uma das cinco Administrações Regionais de Saúde (ARS). “Já existem alguns exemplos destas equipas rápidas de testagem e a ideia é pegar neste exemplo e multiplicá-lo”, disse Fernando Almeida.

O coordenador explicou que a task force tem pensada e preconiza a criação de postos de testagem onde haja eventos de massas, como os festivais de música.

“Não vejo por que é que não se possa garantir uma regra no sentido de, do mesmo modo que as pessoas precisam de um bilhete para ver o espetáculo, devam também ter um bilhete que diga que aquela pessoa está negativa”, exemplificou.

Em relação às universidades, cujas portas deverão reabrir no dia 19 de abril, Fernando Almeida disse que “todas (…) vão sofrer um varrimento com a realização de testes de rastreio, independentemente desses pontos de testagem facultativa, e, depois disso, serão possíveis vários modelos de testagem, que incluirão naturalmente os alunos”, precisou.

Já sobre os transportes públicos, “não haverá testes obrigatórios à entrada, como nos aviões onde só entra quem tiver um teste negativo, mas vamos promover a testagem não obrigatória e oportunística, isto é, as empresas de camionagem podem, por exemplo, disponibilizar um drive-thru e as pessoas sabem que se quiserem fazer ali um teste, podem fazê-lo”.

O responsável revelou também que, além dos rastreios programados, como os que são feitos em escolas, prisões, lares e estruturas da rede de cuidados continuados, e cuja periodicidade terá de ser definida, a “testagem dirigida” será um dos eixos prioritários.

“Sempre que a incidência comece a aumentar num concelho, ou haja um surto numa empresa com muitos trabalhadores, por exemplo, teremos de ser capazes de desviar as intenções para lá e testar, testar, testar”, explicou, acrescentando que, “para além de atuarmos o mais rapidamente possível, a nossa missão principal é anteciparmo-nos ao vírus”.

A equipa pretende ainda fazer testes aos sem-abrigo, trabalhadores sazonais e migrantes. “Não podemos deixar de fora as franjas sociais, porque, além de maciça e sistemática, a testagem tem de ser inclusiva e participativa, isto é, para todos e com todos”, enfatizou.

Relativamente aos autotestes, cuja venda em farmácias já foi autorizada, Fernando Almeida sublinhou que a autorização de comercialização é uma prova de confiança nos portugueses. Quanto à modalidade de registo dos resultados, o grupo de trabalho ainda está a decidir se será criada uma nova plataforma web ou aplicação.

Segundo o coordenador da task force, além da reserva estratégica de cerca de 1,5 milhões de testes atualmente disponível, “vêm a caminho mais 12 a 13 milhões de testes, dos quais entre 750 mil a um milhão chegam já dentro de dias”.

O plano de testagem em massa deverá ser apresentado ao Governo “muito rapidamente”.

Maria Campos, ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Da maneira que o governo organizou a testagem e as vacinas,daqui por dois anos ainda andamos a falar do mesmo.Total descontrolo.

RESPONDER

Covid-19. Portugal regista 2.306 novos casos e aumento nos internados

Portugal registou este domingo 2.306 novos casos de infeção por covid-19 e mais oito mortes, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).  Portugal regista este domingo oito mortes atribuídas à covid-19, 2.306 novos casos …

Birmânia. Líder da junta volta a prometer eleições até 2023, seis meses depois do golpe militar

O líder da junta militar birmanesa, no poder desde o golpe de 1 de fevereiro, comprometeu-se novamente a realizar eleições "até agosto de 2023". “Estamos a trabalhar para estabelecer um sistema multipartidário democrático”, disse, este domingo, …

Tóquio2020. Patrícia Mamona conquista medalha de prata no triplo salto (e melhora recorde nacional)

Patrícia Mamona conquistou este domingo a medalha de prata no triplo salto dos Jogos Olímpicos Tóquio2020, ao conseguir 15,01 metros, novo recorde nacional, arrebatando a segunda medalha por atletas portugueses depois do bronze do judoca …

Trabalhadores da CP e IP iniciam hoje greve ao trabalho extraordinário e feriados

Os trabalhadores da CP - Comboios de Portugal e da Infraestruturas de Portugal (IP) entram este domingo em greve ao trabalho extraordinário e feriados, até 31 de agosto, por aumentos salariais. A greve, convocada pelo Sindicato …

Mesmo longe da Casa Branca, Trump foi o político republicano que mais arrecadou dinheiro em 2021

O ex-Presidente dos Estados Unidos Donald Trump é o político do Partido Republicano que mais arrecadou dinheiro este ano, apesar de ter deixado o cargo a 20 de janeiro, segundo a imprensa local. Os comités políticos …

Marcelo satisfeito com reabertura “sensata”. Alívio das restrições arranca hoje

O levantamento gradual das restrições em função da vacinação contra a covid-19 arranca este domingo com regras aplicáveis em todo o território continental, inclusive o limite de horário de encerramento até às 2h00 para restauração …

Restos mortais de morcego-vampiro podem desvendar mistérios sobre a espécie extinta

A descoberta da mandíbula de um morcego que viveu há 100 mil anos pode ajudar a responder a algumas incógnitas sobre a espécie extinta. Os restos mortais foram encontrados numa caverna na Argentina. De acordo com …

Vacinação de crianças saudáveis está aberta à "livre escolha dos pais"

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, salientou este sábado que as autoridades de saúde não proibiram a vacinação contra a covid-19 para crianças saudáveis, considerando que “esse espaço continua aberto à livre escolha …

Tal como nos humanos, a cafeína ajuda as abelhas a aumentar o foco e a eficácia

Um novo estudo indica que, tal como em muitos humanos, uma injeção de cafeína ajuda as abelhas a manterem-se mais concentradas e a realizarem o trabalho com mais eficiência. Uma equipa da Universidade de Greenwich percebeu …

Astrónomos detetam, claramente e pela primeira vez, um disco a formar satélites em torno de exoplaneta

Com o auxílio do ALMA, do qual o ESO é um parceiro, os astrónomos detetaram pela primeira vez de forma clara a presença de um disco em torno de um planeta fora do nosso Sistema …