Turistas compram resultados falsos de testes à covid-19 para conseguirem viajar

Com o aumento de casos positivos de covid-19 em todo o mundo, muitos países passaram a exigir testes negativos para quem queira entrar. Contudo, fazer um teste a tempo pode ser difícil para os viajantes.

Segundo o The Washington Post, este cenário impulsionou uma solução no mercado negro: a venda de resultados negativos de testes falsificados. Esses certificados têm surgido em todo o mundo, mas países como o Brasil, França e Reino Unido são onde se verificam mais manipulações.

Na semana passada, as autoridades francesas desmantelaram um suposto gangue que vendia certificados de teste falsos no aeroporto Charles de Gaulle, em Paris. De acordo com a Associated Press, o grupo estava a pedir entre 150 a 300 euros pelos certificados digitais de resultado negativo.

A polícia francesa acusou o grupo de 6 homens e 1 mulher de falsificação e fraude após investigar um passageiro com destino à Etiópia, que adquiriu um teste falso no aeroporto, em setembro. Os certificados foram armazenados em telemóveis e tinham o nome de um laboratório médico localizado em Paris, diz a BBC.

As autoridades brasileiras também detiveram recentemente 4 viajantes que falsificaram testes negativos para visitar a ilha de Fernando de Noronha num jato particular. A ilha é conhecida por ter uma das praias mais bonitas do mundo e foi reaberta aos turistas a 10 de outubro, no entanto, exige que os turistas apresentem resultado negativo do teste à covid-19 feito com, no máximo, um dia de antecedência.

Como avança o The Lancashire Telegraph, a prática verificou-se também no Reino Unido. O jornal britânico relatou uma conversa de um médico que falsificou um teste de um amigo, que o imprimiu e utilizou para viagens internacionais.

Para combater estas falsificações, alguns destinos estão a utilizar tecnologia mais sofisticada para evitar manipulações. Por exemplo, o estado norte-americano do Havaii exige que os visitantes se inscrevam previamente no seu programa de testes online, façam os testes apenas em determinadas clínicas e carreguem os resultados num portal.

Também uma nova app chamada CommonPass, que foi lançada no último mês, tem como objetivo que os passageiros da United Airlines e Cathay Pacific Airways carreguem os resultados dos teste de covid-19 diretamente para a companhia aérea para verificação.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Os negócios que se fazem em torno desta dita pandemia. Desde as vacina financiadas com milhões que não aparecem, até vacinas que já existem e não são adoptadas (como o caso da vacina russa), desde doentes com outras patologias que deixam de ser atendidos, etc etc etc.
    Covid-19 é uma história muito estranha!

      • Em democracia as pessoas tem direito a opinar mesmo que digam as maiores bizarrices para outrém.
        O que ele mencionou são factos! Tu fizeste juízo de valor e “armas-te” em intelectual dando assim, festival de ignorância, no género de quem diz:
        “Não percebes nada disto”!
        Como tal, cala.te e vai pela sombra e deixa esse teu pseudo ar de intelectual, que doe dito cujo, nada tem!

RESPONDER

Alguns distritos de Portugal continental e Madeira com avisos meteorológicos até domingo

Alguns distritos de Portugal continental e o arquipélago da Madeira vão estar a partir de hoje e pelo menos até domingo com vários avisos meteorológicos devido à agitação marítima, vento e queda de neve, de …

R abaixo de 1 em Portugal. Um milhão de pessoas pode já ter tido contacto com o vírus

Um doente covid-19 em Portugal está a infetar, em média, menos de uma pessoa, segundo dados do Instituto Ricardo Jorge revelados esta quinta-feira, que mostram que o Rt voltou a estar abaixo do 1. “Atualmente, o …

EUA aprovam legislação que pode excluir firmas chinesas do seu mercado de capitais

O Congresso norte-americano aprovou esta quinta-feira legislação que força as empresas chinesas a saírem dos índices bolsistas norte-americanos a menos que cumpram as regras de contabilidade nos Estados Unidos. A legislação, que pode afetar dezenas de …

Polícia Judiciária faz buscas na Câmara de Vila Verde

A Polícia Judiciária está a fazer buscas na Câmara de Vila Verde, no distrito de Braga, relacionadas com "adjudicações a juntas de freguesia", confirmou esta quarta-feira à Lusa fonte daquela força policial. Segundo a mesma fonte, …

Reino Unido começa a vacinar já na próxima semana

O Reino Unido vai começar a vacinar a sua população contra a covid-19 na próxima semana. Depois da aprovação do uso da vacina da Pfizer, os primeiros a receber a vacina serão os trabalhadores e …

Governo já garantiu 370 camas no setor privado

O Governo já garantiu 370 camas no setor privado, sendo que quase metade, 164, são para doentes covid. Há atualmente 3.338 pacientes infetados com o novo coronavírus internados em hospitais. A informação foi confirmada por fonte …

Covid-19 pode ter chegado aos EUA em dezembro de 2019. País prepara-se para o pior inverno da história

Depois de ter sido confirmado que o novo coronavírus já circulava em Itália desde setembro de 2019, agora surge um relatório que refere que a covid-19 pode ter infetado um pequeno número de pessoas nos …

Maior parte dos médicos aposentados que voltam ao SNS prefere trabalhar em tempo reduzido

A maior parte dos médicos aposentados que regressa ao Serviço Nacional de Saúde (SNS) opta por trabalhar em tempo reduzido, adianta o Jornal de Notícias. De acordo com o Jornal de Notícias, do total de 216 …

Bruxelas ameaça avançar com Fundo de Recuperação sem Hungria e Polónia

A Comissão Europeia (CE) está a perder a paciência e, caso não haja progressos nas negociações, ameaça avançar com o Fundo de Recuperação europeu sem a 'luz verde' da Hungria e da Polónia. O ultimato foi …

Empresas que reforcem lay-off não podem fechar portas, mas podem reduzir horários a 100%

O chamado “apoio à retoma progressiva” vai permitir que em dezembro as empresas saltem para o escalão seguinte, que garante mais financiamento, mas o Governo exige que mantenham atividade. Contudo, garante que tal não condiciona …