/

Trump muda de ideias e retoma o “romance” com Kim Jong-un

1

Gage Skidmore / Flickr

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

Donald Trump diz que afinal, a cimeira com o líder da Coreia do Norte ainda pode acontecer. Depois de ter cancelado abruptamente o encontro com Kim Jong-un, que estava previsto para Junho, o presidente dos EUA reabre a porta ao “flirt” com os norte-coreanos.

“Eles querem muito. Nós gostaríamos de o fazer”, salientou Trump aos jornalistas, um dia depois de ter cancelado o encontro com líder norte-coreano.

“Vamos ver o que acontece”, diz agora Trump, frisando que a Casa Branca está em negociações com a Coreia do Norte para a realização da cimeira que já foi dada como certa para o dia 12 de Junho.

Mais tarde, através do seu perfil no Twitter, Donald Trump reforçou a ideia, frisando que os EUA estão a manter “conversações muito produtivas” com Pyongyang, com vista à realização da cimeira.

Uma posição que surge depois de a Coreia do Norte ter reagido à decisão de cancelar o encontro com a abertura para manter as conversações, frisando que a cimeira entre Trump e Kim é “desesperadamente necessária”.

“Expressamos a nossa vontade para nos sentarmos cara a cara com os EUA e para resolvermos as questões a qualquer momento e em qualquer formato”, salientou o vice-ministro dos Negócios Estrangeiros da Coreia do Norte num comunicado divulgado pela imprensa internacional.

“O nosso compromisso para fazer o melhor em nome da paz e da estabilidade no mundo e na Península Coreana continua igual, e estamos abertos a dar tempo e oportunidade aos EUA”, acrescentou Kim Kye-gwan.

Em reacção a esta posição, Trump já tinha manifestado no Twitter que a posição “calorosa e produtiva” da Coreia do Norte é uma “boa notícia”. “Veremos onde nos vai levar, esperemos que a paz e prosperidade longas e duradouras. Só o tempo (e o talento) o vão dizer”, acrescentou o presidente norte-americano.

É mais um volte-face no sempre imprevisível Donald Trump, e ninguém sabe como vai acabar este prolongado “flirt” com Kim Jong-un.

Kim e Moon num segundo encontro surpresa

Entretanto, o líder da Coreia do Norte encontrou-se com o homólogo do Sul neste sábado, num encontro surpresa.

Kim Jong Un e Moon Jae-in estiveram reunidos na Zona Desmilitarizada, para “trocarem opiniões”, nomeadamente sobre a cimeira Coreia do Norte-EUA, como refere um comunicado da presidência sul-coreana citado pela CNN.

Há cerca de um mês, os dois líderes coreanos tiveram um encontro histórico, plantaram uma árvore e assinaram um compromisso de desnuclearização, com o intuito de acabar com o conflito que dura há 65 anos.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

  SV, ZAP //

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.