Trump cancela cimeira com Kim Jong-un

Michael Reynolds / EPA

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

Esta quinta-feira, o Presidente norte-americano cancelou a cimeira com o líder norte-coreano, Kim Jong-un, prevista para 12 de junho em Singapura. Trump justifica o cancelamento da reunião pela “hostilidade” da Coreia do Norte.

Donald Trump cancelou a cimeira entre os Estados Unidos e a Coreia do Norte, marcada para o dia 12 de junho, em Singapura. O anúncio foi feito numa carta enviada a Kim Jong-un, publicada no site oficial da Casa Branca.

Na carta dirigida ao líder norte-coreano, Trump começa por agradecer o “tempo, paciência e esforço” nas negociações dos últimos dias. Contudo, acaba por acusar a Coreia do Norte de ser hostil, impedindo assim a realização do encontro.

“Eu estava muito ansioso por me encontrar lá consigo. Infelizmente, tendo em conta a raiva tremenda e hostilidade aberta demonstrada na sua declaração mais recente, eu considero ser inapropriado, neste momento, realizar este encontro, há muito planeado”, afirma o Presidente dos Estados Unidos.

“Para bem de ambas as partes, mas para prejuízo do mundo” a cimeira entre as duas potências não irá acontecer.

Depois desta anúncio, refere o Eco, as bolsas norte-americanas agravaram as quedas registadas na abertura da sessão desta quinta-feira.

Coreia do Norte chama “idiota” a Mike Pence

A vice-ministra norte-coreana dos Negócios Estrangeiros, Cheo Son-hui, emitiu um comunicado no qual garantiu que Pyongyang não irá “suplicar” aos Estados Unidos por um encontro com Donald Trump, acrescentando que a cimeira marcada para dia 12 de junho pode estar em risco.

“Caso os EUA ofendam a nossa boa vontade e cometam atos ilegais e revoltantes, sugerirei à nossa liderança suprema que reconsidere a cimeira entre a República Popular da Coreia e os Estados Unidos”, afirmou.

Na última semana, tanto a Coreia do Norte como os Estados Unidos têm cimentado um clima de instabilidade em torno do encontro marcado entre Kim e Trump, entretanto cancelado por Trump. O mau estar entre os dois países reflete o problema em cima da mesa que separa os EUA da Coreia do Norte: a chamada “desnuclearização“.

Segundo o Público, enquanto Washington quer ver passos concretos e imediatos de desmantelamento total das instalações, Pyongyang quer uma desnuclearização mais gradual, acompanhada de gestos recíprocos por parte dos EUA, como apoio económico, um tratado de paz e até um pacto de não-agressão.

gageskidmore / Flickr

Donald Trump com o seu vice-presidente, Mike Pence

Mas o grande alvo das mais recentes declarações norte-coreanas foi o vice-Presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, que numa entrevista à FOX News faz uma analogia com a Líbia.

“Não posso esconder a minha surpresa perante as observações idiotas e estúpidas vindas da boca do vice-Presidente norte-americano”, salientou a vice-ministra norte-coreana dos Negócios Estrangeiros, em declarações citadas pela agência de notícias oficial do país, a KCNA.

A governante norte-coreana referia-se a uma entrevista a Mike Pence, na qual este afirmava que o processo de desnuclearização da Coreia do Norte podia seguir o modelo da Líbia, que terminou com a morte de Muammar Kadhafi, após este ter renunciado ao projeto de construir a bomba atómica.

Cheo Son-hui qualificou a entrevista de “imprudente“, prevenindo que Pyongyang não irá sentar-se à mesa das negociações sob ameaça, questionando se valeria a pena realizar a cimeira com Donald Trump se estas declarações refletem a posição de Washington.

Trump antecipou-se, tendo a cimeira sido hoje cancelada pelo líder norte-americano.

Coreia do Norte destrói complexo nuclear

A Coreia do Norte demoliu, esta quinta-feira, o que diz ser o seu campo de testes nucleares com uma série de explosões durante várias horas e na presença de jornalistas estrangeiros convidados para assistir ao momento, cumprindo a promessa que fez aos EUA perante jornalistas internacionais.

As explosões ocorreram nas profundezas das montanhas num local pouco povoado no nordeste do país, centrando-se em três túneis no subsolo e em várias torres de observação na área circundante.

O desmantelamento deste local de testes nucleares já havia sido anunciado anteriormente por Kim Jong-un, e ocorreu antes de a cimeira com Donald Trump ter sido cancelada.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Parece que estou a ver o Trump “Epá, os gajos já arrabentaram lá com o campo de testes das bombas… Caga lá nisso da cimeira. Já não é preciso. Ele cumpriu a parte dele, nós já não temos de cumprir nada. Cancela aí!..”

    • Chama-lhe burro. Um gajo que já matou centenas ou milhares de pessoas também não merece um tratamento muito melhor. Fod#%$-se

RESPONDER

Ana Gomes promete encorajar Pedro Nuno Santos a avançar para liderança do PS

A candidata presidencial Ana Gomes prometeu encorajar Pedro Nuno Santos, que na sexta-feira se junta à sua campanha, a avançar para a liderança do PS, quando a questão da sucessão de António Costa se colocar …

Católica prevê queda do PIB de 2% este ano devido ao confinamento

Os economias da Universidade Católica de Lisboa traçaram cenários, sendo que o mais pessimista prevê uma contração de 4% este ano e o mais otimista aponta para um crescimento de 3%. A Universidade Católica de Lisboa …

Empresas podem pedir subsídios a fundo perdido a partir desta quinta-feira

As empresas mais afetadas pela pandemia podem apresentar as suas candidaturas ao Apoiar.pt, um programa de subsídios a fundo perdido, a partir desta quinta-feira. As candidaturas devem ser feitas através do Balcão 2020. Os apoios pedidos …

Centenas de pessoas deram sangue em Lisboa, mas houve quem esperasse 5 horas

Os portugueses responderam bem ao pedido da Federação Portuguesa de Dadores Benévolos de Sangue e, em Lisboa, centenas de pessoas fizeram fila para dar sangue. Na terça-feira, a Federação Portuguesa de Dadores Benévolos de Sangue (Fepodabes) …

Espanhóis e portugueses interessados na nova PPP do Hospital de Cascais

O concurso internacional para uma nova Parceria Público-Privada (PPP) no Hospital de Cascais atraiu a atenção de interessados portugueses e espanhóis. Em maio do ano passado, o Governo deu a autorização para o lançamento de um …

China impõe sanções a vários responsáveis da administração de Trump

A China impôs esta quinta-feira sanções ao ex-secretário de Estado norte-americano cessante, Mike Pompeo, e a outros funcionários da administração do antigo Presidente, Donald Trump, por "violar" a soberania do país asiático. Uma declaração do Ministério …

Governo fecha estabelecimentos de ensino durante duas semanas. Não vai haver aulas à distância

O primeiro-ministro António Costa anunciou a interrupção de todos as atividades letivas durante os próximos 15 dias devido ao aumento de casos de infeção por covid-19 em Portugal. Em conferência de imprensa depois do Conselho de …

"Não podemos desvalorizar a democracia". No dia mais negro da pandemia, Marisa apela ao voto

A candidata do BE encontrou-se, no Porto, com Camila Gouveia, ama reformada e rosto da luta pela integração das amas da Segurança Social na Função Pública. Marisa Matias lembra que esta foi uma das …

Portugal regista mais 221 mortes (novo máximo) e 13.554 casos de covid-19

Portugal registou esta quinta-feira 221 mortes relacionadas com a covid-19, o maior número de óbitos em 24 horas desde o início da pandemia, e 13.554 casos de infeção com o novo coronavirus, segundo a Direção-Geral …

Mayan defende que "a general Marta Temido, o general Cabrita, a general Van Dunem" já não deviam estar em funções

Entre críticas a Marcelo Rebelo de Sousa e ao Governo, ou a defesa de um liberalismo que considera uma oposição “moderada e humanista” a um “socialismo” , tem sido assim que Tiago Mayan Gonçalves se …