Trump e Kim Jong-un têm novo encontro marcado (e é já em fevereiro)

Kevin Lim / The Straits Times / EPA

O próximo encontro entre o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, vai realizar-se no final de fevereiro, anunciou na sexta-feira a Casa Branca.

O anúncio foi feito depois de uma reunião de Trump, durante cerca de uma hora e meia, com um enviado norte-coreano, Kim Yong Chol, e o secretário de Estado, Mike Pompeo, para preparar o encontro entre Trump e Kim.

Ainda não é conhecido o local para esta segunda cimeira, mas segundo a BBC, há quem especule que o encontro poderá ter lugar no Vietname.

Depois desta reunião, a porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders, disse que as negociações sobre a desnuclearização continuam, acrescentando ainda que “os Estados Unidos vão continuar a pressionar e sancionar a Coreia do Norte”.

Também na sexta-feira o secretário-geral da Organização das Nações Unidas, António Guterres, afirmou que já era altura de negociações sérias entre norte-americanos e norte-coreanos para definir uma rota negocial que conduzisse à desnuclearização da península coreana.

Guterres disse, em conferência de imprensa na sede da ONU que uma rota negocial permitiria a cada parte “saber exatamente quais seriam os próximos passos e ter previsibilidade sobre a forma como as negociações iriam decorrer”.

No início deste ano, durante o seu discurso de ano novo, Kim Jong-un afirmou que o país continua focado no processo de desnuclearização e sinalizou a intenção de se encontrar novamente com Trump. “Estou disposto a sentar-me novamente com o presidente dos EUA a qualquer momento”, disse Kim.

Contudo, Kim ameaçou uma mudança de postura se os EUA continuassem a sua campanha de sanções e pressão sobre o país pelo desmantelamento do seu programa nuclear. “Se os EUA julgarem erradamente a nossa paciência”, afirmou, “não temos escolha a não ser proteger a soberania e os interesses supremos do nosso país e procurar um novo caminho para alcançar a paz e a estabilidade na península coreana”.

Em resposta, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou estar “ansioso” para se reunir com o líder norte-coreano, Kim Jong-un, que “percebe tão bem que a Coreia do Norte possui um grande potencial económico”.

Na cimeira histórica realizada em junho, em Singapura, entre o Presidente norte-americano, Donald Trump, e o líder norte-coreano, os dois países concordaram em “trabalhar para a completa desnuclearização da península” coreana, mas até à data os progressos têm sido simbólicos, devido à ausência de um roteiro para o desarmamento.

De forma a avançar com o processo, Pyongyang tem insistido na remoção das sanções lideradas pelos EUA contra o país.

Os Estados Unidos pretendem continuar as sanções a Pyongyang, enquanto o regime não avançar no processo de desnuclearização e exigem que a Coreia do Norte tome medidas concretas, enquanto o regime norte-coreano pede que um tratado de paz seja assinado antes para ajudar a garantir a sua sobrevivência.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Chicago tem a maior praga de ratos dos Estados Unidos (pelo 6.º ano consecutivo)

Chicago, a cidade mais populosa do estado do Illinois, é, pelo sexto ano consecutivo, aquela que tem a maior praga de ratos dos Estados Unidos. Uma empresa de controlo de pragas garante receber mais chamadas …

Presidente da Samsung morre aos 78 anos

O presidente da Samsung Electronics, Lee Kun-hee, morreu este domingo aos 78 anos, disse o grupo sul-coreano em comunicado. Lee, que transformou o grupo num gigante global das telecomunicações, estava acamado desde um ataque cardíaco em …

Chuva de críticas à F1 em Portimão. Organização promete expulsar quem não cumprir distanciamento

Fotografias das bancadas da Fórmula 1 em Portimão começaram a correr este sábado nas redes sociais, gerando alguma polémica e descansando uma série de críticas, uma vez que as bancadas pareciam ter mais público do …

Ordem dos Médicos alerta para “grave sobrecarga” nas urgências pela Linha SNS 24

A Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos (SRCOM) alertou que a atuação da Linha SNS 24, no âmbito da covid-19, causa uma “grave sobrecarga” nas urgências, pelo que defende alterações na referenciação dos …

"Votei num tipo chamado Trump". Presidente dos EUA votou antecipadamente na Florida

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, votou este sábado antecipadamente em West Palm Beach, na Florida, para as eleições presidenciais, juntando-se aos quase 55 milhões de americanos que também já o fizeram. Donald Trump …

Chegou o camião autónomo que não precisa de motorista para se deslocar

No ano passado foi lançado o T-pod, um protótipo de um camião elétrico autónomo e sem cabine. Agora, o seu fabricante, a empresa sueca Einride, revelou a última geração do veículo, que vai passar a …

"O medo não é a vacina". Centenas de pessoas contestam medidas do Governo em Lisboa

Centenas de pessoas contestaram este sábado as medidas impostas pelo Governo para mitigar os efeitos da pandemia de covid-19, com gritos pela “liberdade” e pela “verdade”, numa manifestação realizada na praça do Rossio, em Lisboa. A …

Os humanos estão a pôr em causa a alimentação dos animais predadores

Os animais predadores que vivem perto de humanos estão a obter metade dos alimentos supostos e isso pode ser muito prejudicial, referem investigadores americanos. De acordo com um novo estudo publicado no jornal Proceedings of the …

Plataformas de streaming passam a ter de pagar 1% do seu lucro ao Estado

As plataformas de streaming passam a pagar uma taxa, após a proposta de lei ser aprovada esta sexta-feira, na Assembleia da República. Serviços como a Netflix, a HBO Portugal ou a Disney +, passam a …

Porto 1-0 Gil Vicente | Dupla Shoya-Evanilson embala “dragão”

Difícil, mas justo. O FC Porto recebeu o Gil Vicente numa noite chuvosa no Dragão, dominou claramente até aos 75 minutos – altura em que Zaidu foi expulso – e venceu por 1-0. Um resultado …