/

Trump refere-se a Fauci como “um desastre” e acusa-o de ser “idiota”

1

Stefani Reynolds / EPA

O presidente dos EUA, Donald Trump, disse nesta segunda-feira que o principal rosto do combate à pandemia no governo, o imunologista Anthony Fauci, é um “desastre” e possivelmente um “idiota”, numa altura em que o número de novos casos no país continua a aumentar de forma exponencial.

O líder da Casa Branca disse ainda que os americanos estão “cansados” da covid-19. “As pessoas estão cansadas de ouvir Fauci e todos esses idiotas, todos esses idiotas que erraram”, disse, numa chamada telefónica com funcionários da sua campanha à qual foi permitido juntarem-se repórteres.

Trump também afirmou que “sempre que (Fauci) vai à televisão há sempre uma bomba”, depois de Fauci ter dito no programa da CBS, “60 Minutes”, que não estava espantado com o facto de Trump ter apanhado o coronavírus.

Ainda assim, o líder republicano disse que Fauci, que é diretor do Instituto Nacional de Alergias e Doenças Infeciosas desde 1984, era um “tipo porreiro” mas que “anda aqui há 500 anos”.

A conferência foi feita a partir de um hotel em Las Vegas, onde o presidente está hospedado devido a dois comícios que realizou no Arizona. A participação na chamada teve como propósito dar confiança à sua equipa, tendo Trump assegurado que irá ganhar as eleições, ainda que todas as sondagens o coloquem atrás de Joe Biden, o candidato democrata, diz o The Guardian.

Na semana passada, Anthony Fauci expressou o seu descontentamento sobre o uso dos seus comentários sobre a pandemia num vídeo de campanha de Trump, aconselhando mesmo o presidente a não voltar a usar a sua figura na propaganda eleitoral republicana.

“Em quase cinco décadas de serviço público, nunca apoiei publicamente nenhum candidato”, explicou Fauci, lamentando ainda que as suas declarações no vídeo aparecessem fora de contexto.

Os Estados Unidos são dos países do mundo mais afetado pelo novo coronavírus, e já  registaram mais de 8 milhões de pessoas infetadas. Atualmente os números de novas infeções estão acima dos 70 mil por dia, um máximo desde julho.

  ZAP //

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.