Trump anuncia saída dos Estados Unidos da OMS. “A China controla-os”

Yuri Gripas /ABACA / POOL

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

O Presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou esta sexta-feira que terminou o relacionamento entre os Estados Unidos e a Organização Mundial de Saúde (OMS), que acusou de ser inapta na gestão da pandemia de covid-19.

Donald Trump alega que a OMS não soube responder de forma eficaz ao seu apelo para introduzir alterações no seu modelo de financiamento, depois de já ter ameaçado cortar o financiamento norte-americano a esta organização das Nações Unidas, acusando-a de ser demasiado benevolente com o Governo chinês.

“Porque falharam em fazer as reformas necessárias e requeridas, terminamos o nosso relacionamento com a Organização Mundial de Saúde e iremos redirecionar os fundos para outras necessidades urgentes e globais de saúde pública que possam surgir”, disse o Presidente norte-americano, em declarações aos jornalistas.

A partir da Casa Branca, o Presidente norte-americano comunicou o rompimento de relações depois de acusar a China de ter o “controlo total” sobre a OMS, culpando ainda o país asiático pela pandemia de covid-19.

“Vamos redirecionar os fundos para outras necessidades de saúde pública urgentes e mundiais (…) O mundo precisa de respostas da China sobre o vírus. Precisamos de ter transparência”, acrescentou, citado pelo semanário Expresso, considerando que a OMS não quis aceitar as reformas “necessárias” propostas pelos Estados Unidos.

No início do mês, Trump fez um ultimato à OMS, ameaçando cortar a ligação à organização se não fossem feitas reformas profundas na sua estrutura e no seu ‘modus operandi’.

Nessa altura, o chefe de Estado dos Estados Unidos suspendeu temporariamente o financiamento à OMS, no valor que está estimado em cerca de 400 milhões de euros anuais, o que corresponde a 15% do orçamento da organização.

Trump acusou a OMS de ter feito uma gestão ineficaz de combate à pandemia de ter sido conivente com o Governo chinês, alegando que Pequim reteve informação relevante sobre a propagação do novo coronavírus, aumentando os riscos da crise sanitária.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 360 mil mortos e infetou mais de 5,8 milhões de pessoas em 196 países e territórios. Mais de 2,3 milhões de doentes foram considerados curados.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

    • Se fosse eu a sustentar a OMS também queria outro tipo de respostas e bem mais rápidas. Esta ideia que os US OF A têm de financiar tudo…

      • Exacto! Na verdade os EUA financiam de forma indirecta ainda mais. A Bill and Melinda Gates Foundation contribui com 500 milhões por 2 anos, a juntar aos 800 milhões por 2 anos que os EUA injectaram da última vez. Enquanto isto, a China só avança com 50, França e Canadá outro tanto, e por aí fora.

        • Mais um que acha que anda tudo a “comer do sono”!…
          O dinheiro da fundação do Bill Gates não é publico nem o Trump manda nele!
          Na verdade, o maior financiador estatal da OMS é a Europa!!

          • Mais outro que acha que anda tudo a dormir! É óbvio que o dinheiro da fundação do Bill Gates não é publico nem o Trump manda nele, mas é dinheiro que de uma forma ou de outra vem dos EUA!

      • Querias? Quais?
        Respostas que satisfizessem o teu ego e os teus delírios (ou interesses económicos); como os do palerma-in-chief das Americas?
        A ciência não é feita de “respostas rápidas”, nem ao “gosto do freguês” – muito menos de agendas politicas!!
        O EUA tem que financiar tudo, porque querem mandar em TUDO!!
        De qualquer modo, os EUA não sustentam a OMS – financiam “apenas” 15% – tanto como Alemanha e o Reino Unido juntos!
        Na verdade, em termos estatais, a Europa é o maior financiador da OMS
        .
        O Trump e o seu gangue gostam é de propaganda e acham que anda tudo a dormir como a carneirada que o segue cegamente…
        Desviar a atenção da opinião publica americana para o exterior é uma táctica americana muito conhecida – principalmente quando há graves problemas internos – com o Trump alucinado no poder, essa táctica tem sido levada ao limite!…
        Só mesmo um louco como o Trump para dizer que a China controla a OMS – mais depressa a China controla o Trump!

  1. Tudo indica que a china pediu à oms para não tornar publico o problema da pandemia em setembro ou outubro quando a china viu o problema que criou por isso em grande parte o trump tem razão!
    São muito poucas as vezes em que o trump diz alguma coisa de jeito mas esta poderá ser uma dessas poucas!
    A oms é uma organização mundial financiada por todos e por isso deve ser isenta em qualquer situação e para qualquer um, mas aparentemente, e em relação ao que foi divulgado, não foi isenta quando mais foi preciso!
    Resta apurar a verdade, como se isso fosse possível no mundo em que vivemos, para saber se a oms realmente actuou se uma forma incorrecta e inadmissível para com o mundo!

    • Errado!
      NADA indica que a China tenha pedido o que quer que seja à OMS – até porque se o fizesse só iria levantar suspeitas!
      Isso são delírios e propaganda do Trump e companhia para entreter os mais distraídos…..
      A influência da China na OMS é pouco mais do que zero – tal como a sua contribuição: 0,21% do financiamento total.

  2. Não morro de simpatias por Trump, mas possivelmente terá aqui alguma ponta de razão perante esta organização que me parece muito passiva quanto à epidemia, porque será?

RESPONDER

"Chernobyl do século XXI." Pandemia de covid-19 poderia ter sido evitada, dizem especialistas

A pandemia de covid-19 podia ter sido evitada e o mundo deve aprender com os erros que não permitiram travar a disseminação do vírus, conclui um novo relatório, divulgado esta quarta-feira. A pandemia de covid-19 poderia …

"Estamos a ver a patologia da banca. Uma patologia triste", diz CEO do Novo Banco

O presidente executivo do Novo Banco, António Ramalho, tem visto, nos últimos tempos, grandes devedores da instituição financeira a explicarem-se na comissão de inquérito, classificando o que assiste como "triste". "Estamos a ver a patologia da …

Maduro aceita conversar com Guaidó sobre "acordo de salvação" da Venezuela

O Presidente venezuelano, Nicolás Maduro, anunciou estar disposto a reunir-se quando a oposição quiser, um dia depois de o líder opositor Juan Guaidó propor um "acordo de salvação" da Venezuela, entre as "forças democráticas" e …

No Brasil, os "velhos" goleadores estão em destaque (e na Europa, ainda dão cartas)

Os goleadores de quase metade das equipas brasileiras que disputam a Copa Libertadores e a Sul-Americana têm mais de 30 anos. Aos olhos do futebol podem ser "velhos", mas preenchem o vazio dos jovens que …

Morreu Maria João Abreu. Atriz tinha 57 anos

Maria João Abreu morreu esta quinta-feira, após ter sofrido dois aneurismas. A atriz tinha apenas 57 anos. Maria João Abreu estava internada no Hospital Garcia de Orta, em Almada. A atriz, de 57 anos, foi submetida …

Um óbito e 436 novos casos registados nas últimas 24 horas

Esta quinta-feira, Portugal regista mais um óbito e 436 novos casos de infeção, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da Direção-Geral da Saúde, o país …

O "palheiro" de Vieira é agora um jardim (foi comprado pela Câmara de Vila Franca de Xira)

Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica, já não é dono do "palheiro" que foi entregue como aval pessoal no âmbito de empréstimos concedidos pelo Novo Banco. O dirigente vendeu o imóvel à Câmara de Vila …

Fim das moratórias. Banco de Fomento está a trabalhar com outros bancos

O Banco Português de Fomento está a trabalhar com vários stakeholders, nomeadamente os bancos, para ter o fim das moratórias em conta com a perspetiva para este e o próximo ano. Nos próximos tempos, o Banco …

Pessoas com 55 anos ou mais já podem agendar a vacina contra a covid-19

Depois dos maiores de 60 anos, chegou a vez da inscrição dos utentes com 55 anos ou mais. Estes cidadãos já podem agendar a toma da vacina contra a covid-19. O auto-agendamento para a vacina contra …

Primeiro-ministro israelita garante que o país usará "força crescente" contra Hamas

O primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, avisou na quarta-feira que Israel vai continuar a intensificar a força dos ataques retaliatórios contra as milícias palestinianas em Gaza e que vai visar vários comandantes da liderança militar do …