Trump ameaça Irão: “Em alguns casos pode significar aniquilação”

Kevin Dietsch / EPA

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, disse na terça-feira que a reação do Irão à proposta de Washington de manter a porta aberta para negociações é “insultuosa e ignorante”, advertindo que qualquer ataque iraniano será seguido de represálias norte-americanas “esmagadoras”.

“A declaração muito ignorante e insultuosa do Irão, divulgada hoje, mostra apenas que eles não compreendem a realidade. Qualquer ataque do Irão a qualquer alvo norte-americano será recebido com grande e esmagadora força. Em alguns casos, esmagadora irá significar aniquilação”, referiu Donald Trump no Twitter.

O Presidente norte-americano terminou a publicação com uma referência à anterior administração norte-americana liderada por Barack Obama, que firmou o acordo nuclear com Teerão em 2015.

“Não há mais John Kerry [ex-secretário de Estado] e Obama!”, disse Trump, cuja administração decidiu retirar unilateralmente os EUA do pacto nuclear em maio de 2018 e restabelecer sanções ao Irão, noticiou o Expresso, citando a agência Lusa.

O Presidente iraniano, Hassan Rohani, acusou na terça-feira os EUA de mentirem quando disseram que queriam negociar com Teerão, após o anúncio de novas sanções feito no dia anterior, medidas que pretendem abranger altas figuras da República Islâmica, como o guia supremo Ali Khamenei ou o ministro dos Negócios Estrangeiros iraniano, Mohammad Javad Zarif.

“Ao mesmo tempo em que apelam às negociações, tentam sancionar o ministro dos Negócios Estrangeiros! É óbvio que estão a mentir”, afirmou Hassan Rohani, num discurso transmitido pela televisão. Considerou ainda que as novas sanções dos EUA são “ultrajantes e idiotas”.

Momentos antes das declarações de Hassan Rohani, o conselheiro de segurança nacional dos EUA, John Bolton, tinha lamentado o silêncio “ensurdecedor” do Irão, afirmando que a porta permanecia aberta a “negociações reais”, apesar das atuais tensões entre Washington e Teerão, informou o Expresso.

No entanto, como referiu o Público, o embaixador iraniano na ONU, Majid Takht-Ravanchi, afastou a hipótese de se estabelecer um diálogo com “alguém que está a sempre a ameaçar com sanções”. O chefe da diplomacia russa, Serguei Lavrov, disse que a situação entre o Irão e os EUA corre o risco de se tornar “perigosa”.

A ação para aumentar as sanções foi também descrita como “desesperada” pelo porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros, Abbas Mousavi, que alertou para “o encerramento permanente do caminho da diplomacia”.

rouhani.ir

O presidente do Irão, Hassan Rohani

Nos vários ‘tweets’ divulgados, Donald Trump afirmou ainda que o “maravilhoso povo iraniano está a sofrer e sem razão nenhuma”.

“A liderança iraniana gasta todo o seu dinheiro no terrorismo (…). A liderança do Irão não entende as palavras ‘bom’ ou ‘compaixão’, nunca entenderam. Infelizmente, o que entendem é força e poder, e os Estados Unidos são de longe a força militar mais poderosa do mundo, com 1,5 biliões de dólares [1,3 biliões de euros] investidos nos últimos dois anos”, acrescentou o chefe de Estado norte-americano.

A tensão entre o Irão e os EUA voltou a aumentar na sequência do derrube de um ‘drone’ da Marinha norte-americana pelas forças iranianas na passada quinta-feira. O Irão alega que o ‘drone’ de vigilância marítima RQ-4A Global Hawk estava em espaço aéreo iraniano e que foi alertado várias vezes antes de ser lançado um míssil contra ele.

A versão iraniana é contestada pelos EUA, que afirmam que o ‘drone’ foi abatido no espaço aéreo internacional no estreito de Ormuz, no Golfo de Omã.

O caso do ‘drone’ levou Washington a preparar ataques aéreos retaliatórios, cancelados à última hora por Donald Trump.

TP, ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Morrem todos os dias pessoas inocentes. O único crime que cometeram foram estarem vivas. E anda este anormal do Trump a afirmar “A liderança do Irão não entende as palavras ‘bom’ ou ‘compaixão’, nunca entenderam. Infelizmente, o que entendem é força e poder, e os Estados Unidos são de longe a força militar mais poderosa do mundo, com 1,5 biliões de dólares [1,3 biliões de euros] investidos nos últimos dois anos”, acrescentou o chefe de Estado norte-americano” Então os EU têm a maior força do mundo para matar e os outros é que são os terroristas. Nunca mais morre este cabrão.

RESPONDER

Presidente promulga lei que lança app Stayaway Covid

O Presidente da República promulgou, esta terça-feira, o diploma que estabelece o responsável pelo tratamento dos dados e regula a intervenção do médico no sistema 'Stayaway Covid'. À margem de uma visita a Lagoa, no Algarve, …

Prémios e dados pessoais. Worten alerta clientes para falso SMS em circulação

A Worten alerta os clientes para não partilharem dados pessoais em resposta a mensagens publicitárias falsas que estão a circular por SMS em nome da retalhista, a anunciar um prémio. "Alertamos que não devem ser facultados …

GNR já passou 2200 coimas por falta de limpeza de terrenos. Mais de cem câmaras multadas

Mais de uma centena de câmaras municipais foram multadas por falta de limpeza de terrenos, sendo a ausência de tratamento nas margens das estradas e junto às linhas de distribuição elétrica a principal infração registada …

Presidente do Governo da Catalunha pede a Filipe VI que abdique

O presidente do governo regional da Catalunha, Quim Torra, pediu na terça-feira ao rei Filipe VI que abdique e solicitou ao presidente do parlamento que convoque uma sessão plenária extraordinária para estabelecer uma "posição comum" …

Virologista chinesa diz que novo coronavírus foi "criado em laboratório militar"

A virologista chinesa que fugiu para os Estados Unidos deu mais uma entrevista onde assegura que o novo coronavírus foi "criado num laboratório militar". Numa nova entrevista, citada pelo jornal online Observador, Li Meng-Yan, a virologista …

Ministério da Saúde abre 435 vagas para médicos de família

É o maior número de vagas dos últimos anos colocadas a concurso para a contratação de médicos especialistas em medicina geral e familiar para o SNS. De acordo com o jornal Público, o Ministério da Saúde …

MP brasileiro processa pastor por anunciar cura com feijões para a covid-19

O Ministério Público brasileiro pediu a abertura de um processo contra o pastor evangélico Valdemiro Santiago e a Igreja Mundial do Poder de Deus, que anunciaram a cura da covid-19 a partir do cultivo de …

Dívida do Estado à ADSE ascende a 200 milhões de euros

A dívida do Estado à ADSE, em 2019, ascendia a 198,2 milhões de euros, segundo o parecer do Conselho Geral e de Supervisão (CGS) ao relatório e contas do ano passado, publicado no site do …

Governo dos Açores violou Constituição ao impor quarentena obrigatória

O confinamento obrigatório de 14 dias que o governo regional dos Açores tem imposto a quem chega à região autónoma é inconstitucional, dizem os juízes do Tribunal Constitucional. As autoridades açorianas violaram a Constituição ao impor …

China caminha a passos largos para a normalidade. Gaming, cerveja e Ikea dão empurrão

A China não regista, desde 17 de maio, vítimas mortais causadas pelo novo coronavírus. No entanto, há dois surtos ativos que parecem não impedir a população de caminhar em direção à normalidade. À semelhança do resto …