Trump ordenou ataques contra o Irão. Operação cancelada com os aviões já no ar

Os Estados Unidos prepararam-se para um ataque militar contra o Irão na quinta-feira à noite, em resposta ao abate de um drone norte-americano por forças iranianas, mas a operação foi cancelada há poucas horas.

De acordo com as fontes consultadas pelo New York Times, os alvos seriam radares e baterias de mísseis. O jornal norte-americano assegura que o presidente já tinha aprovado os ataques, mas a operação terá sido cancelada quando os aviões já se encontravam no ar e a frota naval já em posição de ataque.

Até às 19h00 (hora local em Washington, D.C.) militares e oficiais diplomáticos esperavam um ataque, após intensas discussões na Casa Branca sobre uma eventual retaliação. De acordo com várias fontes oficiais citadas por este jornal, a operação já estava a decorrer, em fase inicial, quando foi cancelada — aviões estavam no ar e navios prontos para o ataque, mas nenhum míssil foi disparado.

Inicialmente questionado sobre uma possível resposta ao abate do drone no estreito de Ormuz, Donald Trump afirmou apenas: “Em breve saberão”. O presidente norte-americano afirmou ainda que os EUA “não vão tolerar” erros destes, mas não dramatizou demasiado o tom, lembrando: “Não tínhamos ninguém no drone. Teria sido muito, muito diferente se ele estivesse a ser pilotado”.

Terá sido um “estúpido” por engano

Donald Trump admite que o ato tenha sido um erro humano: “Imagino que tenha sido um oficial iraniano descuidado ou estúpido que tenha cometido um erro ao abater o drone por engano”.

De acordo com a Associated Press, os ataques agora cancelados foram recomendados pelo Pentágono e estavam entre as propostas apresentadas por altos funcionários da administração. Já o NYT acrescenta que não se sabe se Donald Trump mudou de opinião relativamente aos ataques ou se a administração mudou de estratégia. Também não é claro se os ataques podem ou não ainda vir a realizar-se.

O ataque estaria marcado para acontecer ainda antes do amanhecer desta sexta-feira no Irão, de maneira a minimizar os riscos para os militares e para os civis.

Após a destruição do drone norte-americano, o Teerão reconheceu a ação mas justificou-a alegando que o aparelho violara espaço aéreo iraniano, acusação posteriormente negada pelos norte-americanos. O ministro dos Negócios Estrangeiros iraniano, Javad Zarif, chegou a partilhar imagens mostrando a trajetória de voo do drone abatido, alegando que foram recuperadas partes do aparelho não tripulado em águas iranianas.

As forças norte-americanas, por sua vez, divulgaram um mapa onde é sugerido que o drone foi destruído quando sobrevoava águas internacionais no estreito de Ormuz.

A tensão entre Teerão e Washington não tem parado de subir nos últimos meses. Os EUA abandonaram unilateralmente o acordo nuclear com o Irão, firmado em 2015 pela administração de Barack Obama, e avançaram com devastadoras sanções ao regime dos aiatolas. Washington tem levado a cabo uma estratégia agressiva de máxima pressão contra Teerão, numa tentativa de o isolar internacionalmente.

Os últimos dias têm sido especialmente tensos, ameaçando com uma guerra na região do Médio Oriente. Na semana passada, dois petroleiros – um norueguês e outro japonês – foram atacados no golfo de Omã, no estreito de Ormuz. Washington responsabilizou Teerão, que, por sua vez, negou qualquer envolvimento, sugerindo poder tratar-se de um golpe dos EUA para justificar o uso da força contra o regime iraniano.

ZAP //

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Pois claro, está-se mesmo a ver que foi essa a razão!
    Os EUA até têm pruridos em matar massivamente!
    Talvez lhe tenham dito que todo e qualquer piloto que se aventurasse no espaço aéreo iraniano seria pura e simplesmente vaporizado!
    Por isso “toca” a salvar a face e gritar “agarrem-me senão vou-me a ele” !

    • Deve ter sido o mesmo tipo de aviso que os Iraquianos fizeram e na altura os Americanos também não atac…. hummm, espera lá.

      • Comparar a Irão ao Iraque é de um tal nivel de ignorância só mesmo comparável com a do Trampa e dos seus apoiantes!..
        O Irão tem, de longe, as melhores forças armadas do médio-oriente (exeptuando talvez Israel) e, como o EUA comprovaram com a “brincadeira” com o drone (que mais não foi do que um teste às capacidades anti-aéreas do Irão) – e o resultado foi o que se viu: um drone que custa mais de 100 milhões abatido como o “tordo”!…

  2. Não me admirava nada que o alarve, acostumado como está a pensar com a cabeça do pau, tenha impulsivamente ordenado o ataque, e alguém de bom senso na administração o tenha dissuadido dessa asneira.

RESPONDER

Portugal quase a entrar na "zona vermelha de risco". Variante Delta prevalece em Lisboa e Vale do Tejo

A região de Lisboa está sobre pressão há algumas semanas, mas o resto do país também está prestes a entrar numa situação epidemiológica menos boa. A incidência nacional encontra-se próxima dos 120 casos por 100 …

Pandemia continua a "empurrar" reclusos para fora das grades. Já saíram 2850

As cadeias portuguesas continuam a soltar reclusos que ainda não cumpriram toda a pena, numa altura em que não existem praticamente casos de infecção por covid-19 no sistema prisional. O regime especial de perdão das penas, …

Condutor de carrinha atropela participantes em desfile LGBT (e faz um morto)

O condutor de uma carrinha atropelou pessoas que desfilavam numa marcha de "orgulho gay" em Wilton Manors, perto de Fort Lauderdale na Florida, causando pelo menos um morto e ferindo outra. As autoridades estão ainda a …

Descoberta "pequena Pompeia" no sótão de um antigo cinema em Verona

Arqueólogos descobriram uma "Pompeia em miniatura" no sótão de um antigo cinema no centro histórico da cidade italiana de Verona. Segundo a agência italiana Ansa, autoridades da Superintendência de Arqueologia, Belas Artes e Paisagismo de Verona, …

Colapso de escola na Bélgica matou afinal quatro portugueses

As autoridades belgas confirmaram este domingo a morte de cinco pessoas, entre as quais quatro portugueses, no desabamento de uma escola em obras na cidade de Antuérpia. No balanço de sábado, as autoridades belgas registaram mais …

Chega e IL dizem que cerco na AML é "inconstitucional". Ventura recorre ao Supremo Tribunal Administrativo

André Ventura, líder do Chega, contestou a decisão do Governo de limitar a circulação na AML. Considerando que a medida é inconstitucional, entregou uma "Intimação para proteção de direitos, liberdade e garantias" no Supremo Tribunal …

Há 50 mil anos, humanos e neandertais relacionaram-se no deserto de Negev

Uma recente descoberta no deserto do Negev, no centro de Israel, revelou detalhes importantes sobre o desenvolvimento da cultura humana na região, de acordo com um novo estudo publicado na revista PNAS. Por toda a Ásia, …

Costa reeleito líder do PS com 94% dos votos aponta a vitória nas autárquicas

António Costa foi reeleito no sábado secretário-geral do PS, com 94% dos votos, para um novo mandato de dois anos, de acordo com resultados provisórios divulgados hoje pela Comissão Organizadora do Congresso (COC) do PS. O …

"Pessoas como nós". Presidente da República alerta contra indiferença no Dia Mundial do Refugiado

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, alertou contra a indiferença e os "discursos oportunistas" numa mensagem alusiva ao Dia Mundial do Refugiado, que hoje se assinala. “Este ano sob o mote ‘Juntos cuidamos, aprendemos …

Descoberto mecanismo que pode aumentar a expectativa de vida

Ao longo do tempo foram descobertas várias causas para o envelhecimento, mas permanece a questão de saber se existem mecanismos subjacentes comuns que determinam o envelhecimento e a expectativa de vida. Um equipa de investigadores do …