Caso de tráfico sexual de menores provoca demissão na Casa Branca

Gage Skidmore / Flickr

Alexander Acosta

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, anunciou esta sexta-feira que o seu secretário do Trabalho apresentou a demissão. Alexander Acosta é acusado de ter sido muito benevolente com Jeffrey Epstein, o magnata acusado duas vezes de tráfico sexual de menores, na altura em que era procurador do Ministério Público na Florida.

Segundo o Presidente norte-americano, a decisão foi de Alexander Acosta e foi transmitida por telefone na manhã desta sexta-feira. O anúncio foi feito por Donald Trump à saída da Casa Branca para uma visita às cidades de Milwaukee e Cleveland, noticiou o Público.

Pouco depois, Donald Trump comentou a saída de Alexander Acosta no Twitter. “O Alex Acosta informou-me esta manhã que sentia que o martelar constante da imprensa sobre uma acusação que teve lugar há mais de 12 anos era mau para a Administração, na qual ele tanto acredita, e apresentou a sua demissão”, escreveu.

Alexander Acosta vai ser substituído por Pat Pizzella, na condição de secretário do Trabalho interino, anunciou o Presidente norte-americano.

Em meados da década passada, Jeffrey Epstein foi acusado de tráfico sexual de menores no estado da Florida. Dezenas de raparigas, a maioria entre os 13 e os 16 anos, acusaram o milionário de as manter como escravas sexuais, depois de as aliciar para massagens através de colaboradores que as procuravam em escolas ou centros comerciais. Muitas eram de famílias pobres ou estavam fragilizadas, tornado-as alvos mais fáceis.

Nessa altura, continuou o Público, a polícia reuniu provas que corroboravam as acusações das vítimas, e Jeffrey Epstein estava a caminho de ser julgado por crimes que podiam condená-lo à prisão perpétua.

Em 2008, os procuradores responsáveis pela acusação fecharam um acordo com o acusado, agora investigado pelo gabinete de assuntos internos do Departamento de Justiça por ser considerado benevolente demais tendo em vista as provas recolhidas e o facto de não ter sido comunicado às vítimas antes de o tribunal o aprovar.

Em troca de Jeffrey Epstein se dar como culpado de dois crimes de solicitação de prostituição na Florida, e de se registar como abusador sexual na polícia, o Estado deixou cair a acusação de tráfico sexual de menores, um crime federal com penas muito mais graves.

O magnata passou 13 meses numa ala privada de uma cadeia na Florida, com autorização para sair seis dias por semana durante 12 horas por dia. Já nessa altura se suspeitou de que o acordo estava relacionado, em parte, com as relações de Jeffrey Epstein com personalidades como Bill Clinton, Donald Trump ou o príncipe André de Inglaterra.

Nomeado por Donald Trump em abril de 2017 para o cargo que supervisiona a exploração de pessoas por redes criminosas, incluindo sexuais, Alexander Acosta foi o procurador do Ministério Público que assinou aquele acordo com os advogados de Jeffrey Epstein.

Em 2011, Alexander Acosta disse que aceitou o acordo para garantir que o acusado viesse a passar algum tempo na cadeia, e depois de “um ataque de um ano contra os procuradores por um exército de estrelas da advocacia”.

O caso começou a ser novamente falado esta semana, depois de Jeffrey Epstein ter sido acusado, pela segunda vez, de tráfico sexual de menores, neste caso em Nova Iorque.

 

Em traços gerais, as duas acusações são muito semelhantes: os colaboradores do magnata ofereciam às raparigas menores 200 ou 300 dólares para fazerem massagens a Jeffrey Epstein, que depois as recebia nos seus quartos, em mansões na Florida e Nova Iorque, e as forçava a terem relações sexuais.

Algumas dessas raparigas acabavam por angariar outras vítimas, num esquema que acabou por envolver, pelo menos, 80 crianças e adolescentes, a maioria entre os 13 e os 16 anos.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Violência policial é uma das principais causas de morte de jovens negros nos EUA

A violência policial é uma das principais causas de morte entre jovens nos Estados Unidos, com os negros a terem 2,5 vezes mais hipóteses de serem mortos do que os homens brancos. O estudo, publicado este …

A Volocopter apresenta o seu táxi voador mais potente (e já andou no ar)

https://vimeo.com/355573555 Desde 2013 a Volocopter tem vindo a aprimorar o seu projeto de táxi voador. Desta vez, o design é mais redondo, mais simples e mais potente. O Volocopter é uma aeronave 100% elétrica que os criadores …

Israel desenvolve terapia à base de ecstasy para tratar stress pós-traumático

O Ministério da Saúde israelita desenvolveu uma terapia à base de MDMA - o componente ativo da metanfetamina popularmente conhecida como 'ecstasy' - para tratar pessoas que sofrem de stress pós-traumático resistente. Num entrevista sobre a …

Quaresma de saída do Besiktas. "Presidente não me quer na equipa"

Revelação feita pelo jogador, no Instagram: "Acabei de ser informado pelo presidente do clube que ele não quer que eu continue a jogar na equipa. Estou a tentar encontrar solução para o meu futuro". O internacional …

O Dr. House português diz que 90% dos médicos só fazem "fantochadas"

É conhecido como o Dr. House português, numa referência à série televisiva norte-americana, pela forma como faz diagnósticos certeiros. E Vítor Brotas que trabalha no Hospital dos Capuchos, em Lisboa, admite que é "um médico …

Homem morre após ataque de vespas asiáticas. É a segunda morte por picadas de insecto em 2 dias

Um homem de 79 anos de idade morreu nesta sexta-feira em Oliveira do Bairro, Aveiro, após ter sido atacado por vespas asiáticas. Dois dias antes, outro homem de 50 anos faleceu na região da Beira …

Polícia antimotim dispersa manifestantes em Hong Kong com gás lacrimogéneo

A polícia antimotim de Hong Kong carregou hoje com gás lacrimogéneo sobre manifestantes que tinham erigido uma barricada no bairro de Kwun Tong, no Este da antiga colónia britânica. Embora os protestos tenham decorrido de forma …

Eleições. CDU vai manter campanha clássica, mas dispensa o "lombo assado"

O chefe do maior partido da Coligação Democrática Unitária (CDU), que junta comunistas e ecologistas, assumiu enfado com carne assada nas jornadas e ações de esclarecimento pelo país, mas garante uma campanha eleitoral nos cânones …

Bloco quer mais funcionários públicos e quotas por raça nas universidades

O BE afirma, no programa eleitoral disponibilizado hoje na íntegra, que "é o partido que quer e pode impedir uma maioria absoluta", um resultado nas eleições legislativas que faria Portugal "voltar ao passado da arrogância …

Balas com defeito que encravam armas. PSP confirma, mas diz que não é um problema

A Polícia de Segurança Pública (PSP) confirma que estão a ser utilizadas algumas balas com defeito que até encravam as armas, nos treinos dos candidatos a agentes na Escola Prática de Polícia. Mas garante que …