TAP escapa à nacionalização. Estado assume controlo com 72,5% da companhia

Aero Icarus / Flickr

O Estado e os acionistas privados da TAP estão perto de chegar a acordo, devendo a companhia aérea escapar à nacionalização. Ainda não há fumo branco, mas o acordo sobre o futuro da TAP deverá ser fechado nas próximas horas.

Depois de a nacionalização da companhia ter sido dada como quase certa na imprensa, os privados aceitaram as condições impostas pelo Governo para um acordo na companhia, evitando assim a nacionalização “forçada”, escreve o semanário Expresso.

Depois de a SIC Notícias noticiar que estava vista um acordo e que as negociações que arrancaram nesta quarta-feira arrastaram-se para a madrugada, o jornal Público escreve agora que o acordo definitivo deve ser fechado nas próximas horas.

De acordo com o matutino, certo é já que o Estado vai reforçar a sua posição na companhia, ficando com 72,5% do capital da transportadora, Humberto Pedrosa com 22,5% e os trabalhadores com 5%. David Neeleman fica fora da equação.

As percentagens estão já definidas mas faltam acertar detalhes. Do Estado vão chegar os 1.200 milhões de euros à TAP, essenciais para a retoma da operação.

O Público escreve ainda que o Estado assume assim o controlo da empresa, podendo este crescer mais no futuro, quando se der a capitalização.

“O Conselho de Ministros deverá aprovar esta quinta-feira o reforço da posição do Estado, que detém 50% do capital e 5% dos direitos económicos, por via da diminuição da participação de David Neeleman, que detém 50% do consórcio privado Atlantic Gateway, dono de 45% da TAP”, escreve o mesmo jornal.

O Governo acredita ser possível chegar a uma solução de compromisso com os privados sem que seja necessário recorrer ao decreto de nacionalização. O primeiro-ministro disse esperar, nesta quarta-feira, uma “solução estável”, que permitisse a Portugal “manter a sua companhia [aérea]”, e que esta pudesse ser “negociada, e por acordo”, com os sócios privados, e “não propriamente com um acto de imposição do Estado”.

Também o Diário de Notícias escreve nesta quinta-feira que o Governo tenta até à última hora impedir a nacionalização. “Até ao último momento, há esperança. É esta a posição do Governo, que chega ao Conselho de Ministros de hoje com o despacho de nacionalização pronto, mas também com muita fé de não ter de chegar a assiná-lo”, pode ler-se.

Apesar doS avanços nas negociações, importa frisar, não há ainda um acordo oficial, havendo, para já, um acordo de princípio entre o Governo e a companhia aérea Azul, companhia brasileira fundada por Neeleman, que é obrigacionista da TAP.

De acordo com o jornal Eco, a companhia aérea Azul terá abdicado de uma exigência do Governo, a extinção do direito de converter de 90 milhões de euros de um empréstimo feito à TAP em capital social, evitando assim a nacionalização.

Parece assim estar ultrapassado aquele que era o último obstáculo para a compra da posição do acionista norte-americano na transportadora portuguesa.

ZAP //

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Quanto é que vão pagar ao David Neeleman afinal? E os 1200 milhões são o quê? um empréstimo ou o preço de 22.5% da empresa?

  2. Tudo isto é vergonhoso. O anterior governo tinha, e bem, despachado este buraco negro. O atual governo deu um passo atrás e agora vê-se na posição de ter de lá enfiar 1.2 mil milhões de euros. Isto é vergonhoso. Deveriam primeiro perguntar aos portugueses se querem manter um luxo de ter uma companhia aérea nacional pública. Eu não quero. Não me serve para nada e é bem mais cara do que as concorrentes. E pior, diga-se de passagem.

    • O pior é que seja pública ou privada andamos sempre a pôr para lá dinheiro como vai acontecer agora, e pelos vistos para que esta empresa se mantenha viva sempre terá que ser assim, pois com empresas de baixo custo na concorrência a situação na aviação não parece muito famosa. Essas empresas de baixo custo não vivem apenas dos clientes, autarquias por essa Europa fora pagam-lhes ( e aqui está de novo o contribuinte a entrar), para que façam escala nos seus municípios. Pior será a TAP nacionalizada e nas mãos dos sindicatos afectos a um determinado partido e o contribuinte que a sustenta ter que ficar em terra porque esses senhores se imaginam donos de toda a razão.

    • Vergonhoso é falar sem saber!!
      Assim como a privatização da TAP em que o buraco e o risco ficou do lado do Estado!!

  3. Este governo poderia fazer um referendo da nacionalização da TAP para os Portugueses Sim ou Não, o meu voto é NÂO, Já que o Passos Coelho vendeu a particulares, deixem este empresa ir a falência como tantas outras

RESPONDER

A polícia holandesa achava que tinha em mãos o mafioso mais procurado da Europa. Afinal, era só um fã de F1

Um homem de Liverpool de 54 anos pensava que o grande evento da sua viagem aos Países Baixos seria assistir ao Grande Prémio de Fórmula 1, mas acabou detido numa prisão de alta segurança por …

Cobertura global de corais caiu para metade desde 1950, revela relatório

A cobertura global de recifes de coral caiu para metade desde 1950, cenário originado pelo aquecimento global, pesca excessiva, poluição e destruição de habitats naturais, revelou uma análise divulgada esta sexta-feira. Desde a Grande Barreira de …

O sonho de Christo concretizou-se, 60 anos depois. O Arco do Triunfo foi embrulhado como um presente

Já desde o início dos anos 60 que Christo imaginava como seria cobrir o Arco do Triunfo em tecido. A sua visão foi finalmente concretizada e pode ser visitada entre 18 de Setembro e 3 …

Holanda. Ministra da Defesa renuncia devido à crise de evacuação do Afeganistão

Após a ministra das Relações Externas holandesa, Sigrid Kaag, renunciar devido ao desastre da evacuação do Afeganistão, esta sexta-feira foi a vez da ministra da Defesa, Ank Bijleveld. Segundo relatou o Guardian, acredita-se que os ministros …

Tribunal da África do Sul recusa anular pena de prisão do ex-Presidente Jacob Zuma

O mais alto tribunal da África do Sul rejeitou o pedido do ex-Presidente Jacob Zuma para anular a sua sentença de 15 meses de prisão por não comparecer a uma sessão de inquérito por corrupção. Em …

EUA. Advogado planeou o próprio assassinato para o filho receber seguro. Foi detido por fraude

Um influente advogado norte-americano, cuja esposa e um dos filhos foram assassinados, foi acusado de fraude contra uma empresa de seguros e falso testemunho por organizar o seu próprio assassinato. Segundo avançou a agência France-Presse, …

Norberto Mourão conquista bronze nos Mundiais de canoagem adaptada

Norberto Mourão já tinha conquistado o bronze nos Jogos Paralímpicos de Tóquio e junta agora mais uma medalha à colecção, desta vez nos Mundiais de canoagem adaptada. O atleta de canoagem adaptada Norberto Mourão conquistou hoje …

Caso George Floyd. Polícia condenado a 22 anos de prisão pode ver a sentença revertida

A intervenção do Supremo Tribunal do Minnesota num outro caso de violência policial para reduzir a pena de um agente pode abrir um precedente para que haja alterações na sentença de Derek Chauvin. Segundo avança a …

Futebol português contra Campeonato do Mundo de dois em dois anos

O futebol português está contra a intenção da FIFA de aumentar a periodicidade do Campeonato do Mundo, passando de quatro para de dois em dois anos, refere um comunicado conjunto divulgado hoje. O documento, assinado pela …

Governo quer proibir empresas de recorrer ao 'outsourcing' após despedimento coletivo

O Governo quer proibir as empresas que façam despedimentos coletivos de recorrerem ao 'outsourcing' (contratação externa) durante os 12 meses seguintes, disse hoje a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. No final …