Sócrates refuta à SIC perigo de fuga e admite telefonema para Angola

José Goulão / Flickr

Ex-primeiro ministro e líder do PS, José Sócrates

Ex-primeiro ministro e líder do PS, José Sócrates

O ex-primeiro-ministro José Sócrates, detido em Évora há mais de dois meses, refutou esta terça-feira que houvesse o perigo de fuga com que o Ministério Público (MP) fundamentou para a prisão preventiva, que considerou “abusiva, despropositada e ilegal”.

Em resposta a perguntas formuladas pela estação televisiva SIC, o ex-primeiro-ministro José Sócrates disse que “a insistência nesse absurdo ‘perigo de fuga’ mostra bem o espírito da investigação”.

Nunca fugi de nenhuma dificuldade, sempre as enfrentei”, afirmou, acusando o MP de ter avançado “sem provas ou sem que tenha fortes indícios de crimes”.

Sublinhando a “intenção persecutória” que lhe moveram, o preso 44 no Estabelecimento Prisional de Évora condena “as constantes violações do segredo de justiça” e frisou que “a única prova é a prisão”.

José Sócrates insiste na sua inocência, repetindo que “Carlos Santos Silva fez-me empréstimos que sempre tencionei e tenciono pagar“. E isso “não constitui crime, nem aqui nem em lado nenhum do Mundo”, conclui.

Inquirido sobre se teria, de alguma forma, ajudado os negócios do Grupo Lena, mesmo depois de deixar o Governo, e se recebeu algo em troca por isso, o ex-primeiro ministro diz que “nunca, em nenhuma circunstância”, durante todo o tempo em que exerceu funções governativas, tomou “qualquer iniciativa, directamente ou através de terceiros, para favorecer as empresas do Grupo Lena”.

Questionado sobre se em setembro de 2014 telefonou para o vice-presidente de Angola a interceder pelo Grupo Lena, José Sócrates esclarece que “já neste último verão, vários anos depois de ter saído do Governo”, fez esse contacto com gosto, “sem nenhum interesse que não fosse ajudar uma empresa portuguesa”.

Mais de um mês depois da entrevista à TVI, a 4 de janeiro, José Sócrates pediu que o MP diga quais são “os crimes concretos” que lhe são imputados.

“Onde é que estão as famosas ‘provas’ ou os ‘fortes indícios’ dos crimes que me imputam? E, ao certo, de que crimes concretos é que estamos a falar?”

Esta foi a sexta vez que Sócrates prestou declarações sobre o processo judicial em que está envolvido, conjuntamente com outros arguidos.

Indiciado de corrupção, branqueamento de capitais e fraude fiscal qualificada, José Sócrates foi detido a 21 de novembro, no aeroporto de Lisboa, proveniente de Paris.

Desde dia 25 do mesmo mês que o ex-primeiro-ministro está em prisão preventiva no Estabelecimento Prisional de Évora, da qual recorreu para o Tribunal da Relação de Lisboa.

As Respostas de Sócrates

Consulte abaixo a transcrição das perguntas da SIC ao ex-primeiro-ministro e as respectivas respostas:

ZAP / Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. O cão ladra e a caravana passa….
    O filho de mãe rica é um rico filho da mãe
    Já agora viver de heranças e de emprestimos dos amigos não é muito recomendável para quem tem ambições políticas…
    LARGA A GOLA ZÉ, VAI TRABALHAR, APRENDE UM OFICIO NA CHOLDRA QUE TE PODE DAR JEITO, E JÁ AGORA ESTUDA UM BOCADINHO DE INGLES

  2. acredito plenamente na sua inocência,isto é claramente uma cavala politica,outros piores do que ele andam a solta como por exemplo,o sr. Cavaco Silva,Passos Coelho,e sem esquecer o famoso homem dos submarinos Paulo Portas acredito que quando saírem do governo também bom fazer companhia ao sr.José Sócrates

  3. muito bem José Socrates! espero que a verdade venha ao de cima nesta tramóia toda que foi montada para o afastar – o maior sonho desta nossa direita empedernida! fazem falta homens sem medo para contestar estes que nos mentem sem pudor e sem remorso, convencidos que estão da sua superioridade moral! um asco !!

Responder a Maria Cancelar resposta

Lay-off simplificado estende-se a empresas de carnes e cervejas

O 'lay-off' simplificado vai voltar a estar disponível para empresas que estão a registar quebras de faturação significativas devido à pandemia, mesmo que não estejam encerradas. Segundo referiu ao ECO a Confederação do Comércio e Serviços …

Caçadores da Torre Bela não tinham de comunicar transporte de animais abatidos para Espanha

Os caçadores espanhóis não tinham de comunicar à Direção Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV) o transporte das carcaças para Espanha, nem era obrigatória a presença de um veterinário na Herdade. Segundo a TSF, o esclarecimento …

Morreu Bunny Wailer, derradeiro ícone do reggae

O cantor e percussionista jamaicano Bunny Wailer, uma lenda do reggae, morreu esta terça-feira, aos 73 anos, no Andrew’s Memorial Hospital de Kingston, o que marca o fim de uma época para este movimento musical. A …

Exilados sauditas sentem-se em perigo após dissidente desaparecer no Canadá

Exilados sauditas no Canadá temem que o dissidente que está de volta ao país de origem tenha sido forçado a revelar informações sobre a comunidade exilada. De acordo com o jornal Público, os exilados sauditas no …

Internamentos voltam a diminuir. Há mais 979 casos e 41 mortes

Portugal registou esta quarta-feira 979 novos casos de infeção por covid-19 e mais 41 mortes, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde. De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS), nas …

Festas ilegais aumentaram nos últimos 15 dias. PSP já deixa avisos para a Páscoa

Numa altura em que a população já está confinada há mais de um mês, a tendência é cada vez mais para sair de casa e procurar algum contacto social. Por isso mesmo, a PSP já …

Pediatras pedem reabertura urgente das escolas. Professores querem ser consultados na elaboração do plano

A Sociedade Portuguesa de Pediatria defende a reabertura urgente das escolas especialmente o ensino pré-escolar e nos 1º e 2º ciclos do ensino básico, chamando a atenção para as consequências do fecho no desenvolvimento das …

Ventura propõe tirar subvenções a políticos condenados a mais de três anos de prisão

O deputado único do Chega entregou esta terça-feira no parlamento um projeto de lei para retirar, incluindo retroativamente, as subvenções vitalícias a ex-titulares de cargos políticos condenados por crimes "com pena de prisão superior a …

PGR analisa carta que culpa o Governo por "borla fiscal" à EDP na venda de barragens

O Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP) está a analisar uma carta do Movimento Terra de Miranda que questiona a autorização dada pelo Governo à venda de seis barragens transmontanas por parte da …

Biden prevê vacinas para todos os adultos antes do fim de maio

Joe Biden assegura que até maio o país terá vacinas suficientes contra o covid para todos os adultos do país, dois meses antes do previsto. O presidente do EUA anunciou que até ao final de maio …