Sócrates refuta à SIC perigo de fuga e admite telefonema para Angola

José Goulão / Flickr

Ex-primeiro ministro e líder do PS, José Sócrates

Ex-primeiro ministro e líder do PS, José Sócrates

O ex-primeiro-ministro José Sócrates, detido em Évora há mais de dois meses, refutou esta terça-feira que houvesse o perigo de fuga com que o Ministério Público (MP) fundamentou para a prisão preventiva, que considerou “abusiva, despropositada e ilegal”.

Em resposta a perguntas formuladas pela estação televisiva SIC, o ex-primeiro-ministro José Sócrates disse que “a insistência nesse absurdo ‘perigo de fuga’ mostra bem o espírito da investigação”.

Nunca fugi de nenhuma dificuldade, sempre as enfrentei”, afirmou, acusando o MP de ter avançado “sem provas ou sem que tenha fortes indícios de crimes”.

Sublinhando a “intenção persecutória” que lhe moveram, o preso 44 no Estabelecimento Prisional de Évora condena “as constantes violações do segredo de justiça” e frisou que “a única prova é a prisão”.

José Sócrates insiste na sua inocência, repetindo que “Carlos Santos Silva fez-me empréstimos que sempre tencionei e tenciono pagar“. E isso “não constitui crime, nem aqui nem em lado nenhum do Mundo”, conclui.

Inquirido sobre se teria, de alguma forma, ajudado os negócios do Grupo Lena, mesmo depois de deixar o Governo, e se recebeu algo em troca por isso, o ex-primeiro ministro diz que “nunca, em nenhuma circunstância”, durante todo o tempo em que exerceu funções governativas, tomou “qualquer iniciativa, directamente ou através de terceiros, para favorecer as empresas do Grupo Lena”.

Questionado sobre se em setembro de 2014 telefonou para o vice-presidente de Angola a interceder pelo Grupo Lena, José Sócrates esclarece que “já neste último verão, vários anos depois de ter saído do Governo”, fez esse contacto com gosto, “sem nenhum interesse que não fosse ajudar uma empresa portuguesa”.

Mais de um mês depois da entrevista à TVI, a 4 de janeiro, José Sócrates pediu que o MP diga quais são “os crimes concretos” que lhe são imputados.

“Onde é que estão as famosas ‘provas’ ou os ‘fortes indícios’ dos crimes que me imputam? E, ao certo, de que crimes concretos é que estamos a falar?”

Esta foi a sexta vez que Sócrates prestou declarações sobre o processo judicial em que está envolvido, conjuntamente com outros arguidos.

Indiciado de corrupção, branqueamento de capitais e fraude fiscal qualificada, José Sócrates foi detido a 21 de novembro, no aeroporto de Lisboa, proveniente de Paris.

Desde dia 25 do mesmo mês que o ex-primeiro-ministro está em prisão preventiva no Estabelecimento Prisional de Évora, da qual recorreu para o Tribunal da Relação de Lisboa.

As Respostas de Sócrates

Consulte abaixo a transcrição das perguntas da SIC ao ex-primeiro-ministro e as respectivas respostas:

ZAP / Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. O cão ladra e a caravana passa….
    O filho de mãe rica é um rico filho da mãe
    Já agora viver de heranças e de emprestimos dos amigos não é muito recomendável para quem tem ambições políticas…
    LARGA A GOLA ZÉ, VAI TRABALHAR, APRENDE UM OFICIO NA CHOLDRA QUE TE PODE DAR JEITO, E JÁ AGORA ESTUDA UM BOCADINHO DE INGLES

  2. acredito plenamente na sua inocência,isto é claramente uma cavala politica,outros piores do que ele andam a solta como por exemplo,o sr. Cavaco Silva,Passos Coelho,e sem esquecer o famoso homem dos submarinos Paulo Portas acredito que quando saírem do governo também bom fazer companhia ao sr.José Sócrates

  3. muito bem José Socrates! espero que a verdade venha ao de cima nesta tramóia toda que foi montada para o afastar – o maior sonho desta nossa direita empedernida! fazem falta homens sem medo para contestar estes que nos mentem sem pudor e sem remorso, convencidos que estão da sua superioridade moral! um asco !!

Flores precisaram de cerca de 50 milhões de anos para se tornarem o que são hoje

As plantas com flor evoluíram há cerca de 100 milhões de anos, mas precisaram de outros 50 milhões de anos para diversificar e tornarem-se aquilo que são hoje, sugere uma equipa de investigadores. Os cientistas documentaram …

Estudo sugere que imunidade à covid-19 pode desaparecer em poucos meses

A imunidade adquirida por anticorpos após a cura da covid-19 pode desaparecer em alguns meses, o que poderá complicar o desenvolvimento de uma vacina eficaz a longo prazo, sugere um estudo britânico divulgado esta segunda-feira. "Este …

60 anos depois, já se sabe o que aconteceu aos 9 russos que desapareceram na Montanha da Morte

Passados 61 anos, o mistério da morte de nove esquiadores russos que faziam uma caminhada pelos Montes Urais, perto da chamada Montanha da Morte, foi finalmente resolvido. Em 1959, nove viajantes russos que faziam uma caminhada …

Médicos Sem Fronteiras é "institucionalmente racista", acusam atuais e ex-colaboradores

Uma declaração assinada por mil atuais e ex-funcionários revela que a Organização Não Governamental (ONG) Médicos Sem Fronteiras (MSF) é "institucionalmente racista" e reforça o colonialismo e a supremacia branca no trabalho humanitário que pratica. Na …

Empresa culpada pela crise de opioides fez contribuições políticas após declarar falência

A Purdue Pharma, empresa culpada pela crise de opioides nos Estados Unidos, fez contribuições políticas após ter sido processada e declarado falência. Os opioides são usados para aliviar a dor, mas também provocam uma sensação exagerada …

Norte-americano morre após ir a festa para provar que a covid-19 é uma farsa

Um norte-americano de 30 anos, de San Antonio, no estado do Texas, morreu de covid-19 depois de ir a uma festa para provar que a doença era uma farsa, informou a media local. O homem foi …

Luso-canadiano quer criar 25 murais dedicados a Amália Rodrigues

Um português a residir no Canadá pretende criar uma “aldeia global virtual” das comunidades portuguesas espalhadas nos vários cantos do mundo, um projeto que envolve a colocação de 25 murais dedicados à fadista Amália Rodrigues. “O …

MP e BdP pedem manutenção de coima a Salgado no processo da compra de ações da ESFG

O Ministério Público e o Banco de Portugal pediram, esta segunda-feira, ao Tribunal da Concorrência, Regulação e Supervisão, que mantenha a coima de 75 mil euros aplicada ao ex-presidente do BES no processo da compra …

Na luta contra a pandemia, Taiwan tinha alguns trunfos na manga (e o conflito com a China era um deles)

A resposta de Taiwan no combate à pandemia de covid-19 tem sido elogiada por profissionais de saúde pública em todo o mundo. Os conflitos geopolíticos com a China, a experiência em doenças respiratórias e a …

Autarca de Seul acusado de assédio. 500 mil pessoas contra funeral de 5 dias

O funeral do ex-presidente da Câmara de Seul, cujo corpo foi encontrado na semana passada, realizou-se esta segunda-feira, apesar da petição que contestava a utilização de fundos públicos para a cerimónia. De acordo com o jornal …