Sismo em Arraiolos foi uma réplica. Um maior pode estar a caminho

O sismo de 3,1 na escala de Richter sentido ontem na zona de Arraiolos foi apenas uma réplica do abanou o país a 15 de janeiro, confirmou o IPMA. Segundo o Instituto, isso pode significar que um maior está a caminho.

A madrugada de quinta-feira foi abanada por um sismo de 3,1 na escala de Richter, com epicentro a oito quilómetros de Arraiolos, no distrito de Évora.

O sismo “não causou danos pessoais ou materiais“, como confirmou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera, 3 foi até classificado como um “pequeno” sismo, segundo a sua magnitude.

No entanto, o IPMA vem agora alertar que este foi apenas uma réplica do que se fez sentir, e com mais intensidade – 4,9, já considerado ligeiro -, na mesma zona a 15 de janeiro.

Este mais recente abalo terá tido origem na mesma falha tectónica e isso quer dizer que um sismo ainda maior pode estar prestes a manifestar-se naquela região. No entanto, o IPMA explica que não é possível confirmar essa informação, segundo o Observador.

Fernando Carrilho, geofísico do instituto, explica que esta é uma falha em profundidade e que “não aflora à superfície”, mas sabe-se que a falha é orientada de oeste para sudeste e oeste e atravessa a aldeia Santana do Campo.

O Instituto alerta também que, apesar de só terem sido sentidos pela população dois abalos, aquela falha já foi responsável por 18 sismos registados em Arraiolos desde o início do ano.

No entanto, os 16 que não se sentiram tratam-se de sismos tão pequenos que “um maior pode estar em preparação“. O que não podemos dizer é que por estarem a acontecer pequenos se está a libertar energia e que isso previne um maior”, sublinhou o geofísico.

O Instituto relembra que não é possível ter certezas absolutas sobre o assunto, em primeiro lugar, porque “não são reconhecidas variações de parâmetros que permitam, por si só, estabelecer com certeza uma previsão de quando, onde e com que magnitude vai ocorrer”. E depois porque o registo de mais sismos pode também ser resultado do alargamento da rede de sismógrafos instalados no país, nomeadamente no Alentejo.

“Nos últimos 40 anos existiu alguma aglomeração sísmica na zona de Évora, na zona litoral entre Santarém e Coimbra e a este da Costa Vicentina”, justificada apenas por uma maior monitorização sísmica naqueles locais.

Estes sismos são o resultado das forças de compressão exercidas pela placa africana – uma das peças que compõe a crosta terrestre – na microplaca ibérica, uma porção soldada à placa euroasiática onde fica a Península Ibérica

À medida que avança para nordeste, a placa africana empurra e levanta a microplaca ibérica, que se movimenta para leste, e abre rachas na crosta terrestre. As rochas que compõem essas rachas vão acumulando energia quando são sujeitas a essas forças compressoras, mas soltam-na quando alcançam o limite elástico, produzindo sismos.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. No entanto, o IPMA vem agora alertar que este foi apenas uma réplica do que se fez sentir, e com mais intensidade – 4,9, já considerado ligeiro -, na mesma zona a 15 de fevereiro.

    15 de Fevereiro???!! do ano passado?! Ou já é previsão do próximo. Realmente, temos de ler e e reler a notícia… 🙁

Depois de vários boicotes à atividade de Navalny, Supremo dissolve o seu partido político

O Supremo tribunal da Rússia dissolveu hoje o partido político "A Rússia do Futuro", fundado pelo líder da oposição Alexei Navalny, hospitalizado na Alemanha após ser envenenado com o agente neurotóxico Novichok, de acordo com …

"Solução Milagrosa" também é vendida em Portugal para tratar covid-19. Infarmed avisa que é "uma lixívia"

A Solução Mineral Milagrosa, ou MMS, está também a ser vendida em Portugal como tratamento para a covid-19, tal como tem acontecido noutros países. Mas o Infarmed alerta que este produto é, basicamente, "uma lixívia" …

Carlos César defende que o próximo PR deverá ser um "contribuinte de estabilidade política"

O presidente do PS, Carlos César, disse hoje que o próximo chefe de Estado português deve ser um "contribuinte da estabilidade política", atuando "contra todos os extremismos" e valorizando as autonomias da Madeira e Açores. Carlos …

Marcelo assinala 75 anos da ONU com a frase que veio "mudar o mundo para sempre"

O Presidente da República apelou hoje ao compromisso de todos para com a ONU, 75 anos depois da sua criação. Marcelo Rebelo de Sousa defendeu que isso se torna ainda mais urgente com as consequências …

Pelo menos 270 baleias piloto estão encalhadas na Tasmânia. Austrália já lançou operação de resgate

Cerca de 270 baleias piloto ficaram encalhadas numa área remota da ilha da Tasmânia, no sul da Austrália, e três baleias corcundas conseguiram encontrar o caminho do mar após permanecerem num rio infestado de crocodilos …

Academia de Alcochete passa a chamar-se Academia Cristiano Ronaldo

A Academia do Sporting vai passar a ter o nome de Cristiano Ronaldo, futebolista formado no clube, como forma de homenagear o “melhor jogador português de todos os tempos”, anunciou esta segunda-feira o emblema lisboeta. “O …

Desemprego volta a aumentar. Há 409 mil inscritos nos centros de emprego

O número de desempregados inscritos nos centros de emprego aumentou 34,5% em agosto em termos homólogos e 0,5% face a julho, segundo dados divulgados esta segunda-feira pelo Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP). De acordo …

"Exercício de poder político brutal". Biden critica substituição no Supremo antes das presidenciais

O candidato democrata à Casa Branca, Joe Biden, afirmou hoje que substituir a juíza Ruth Bader Ginsburg no Supremo antes das eleições presidenciais é um "exercício de poder brutal" e apelou aos republicanos moderados para …

DGS vai recomendar uso de máscara no exterior quando não houver distanciamento

A DGS vai recomendar o uso de máscara em espaços exteriores movimentados quando não for possível garantir o distanciamento social, disse esta segunda-feira a Diretora-Geral da Saúde, Graça Freitas, em conferência de imprensa. "Vai sair …

Crianças com cancro devem ir à escola por não terem riscos acrescidos, diz IPO

As crianças com cancro devem ir à escola por não terem riscos acrescidos de contrair o novo coronavirus na generalidade dos casos, esclareceu, esta segunda-feira, o Instituto Português de Oncologia (IPO) de Lisboa. "Neste momento, não …