Sismo em Arraiolos foi uma réplica. Um maior pode estar a caminho

O sismo de 3,1 na escala de Richter sentido ontem na zona de Arraiolos foi apenas uma réplica do abanou o país a 15 de janeiro, confirmou o IPMA. Segundo o Instituto, isso pode significar que um maior está a caminho.

A madrugada de quinta-feira foi abanada por um sismo de 3,1 na escala de Richter, com epicentro a oito quilómetros de Arraiolos, no distrito de Évora.

O sismo “não causou danos pessoais ou materiais“, como confirmou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera, 3 foi até classificado como um “pequeno” sismo, segundo a sua magnitude.

No entanto, o IPMA vem agora alertar que este foi apenas uma réplica do que se fez sentir, e com mais intensidade – 4,9, já considerado ligeiro -, na mesma zona a 15 de janeiro.

Este mais recente abalo terá tido origem na mesma falha tectónica e isso quer dizer que um sismo ainda maior pode estar prestes a manifestar-se naquela região. No entanto, o IPMA explica que não é possível confirmar essa informação, segundo o Observador.

Fernando Carrilho, geofísico do instituto, explica que esta é uma falha em profundidade e que “não aflora à superfície”, mas sabe-se que a falha é orientada de oeste para sudeste e oeste e atravessa a aldeia Santana do Campo.

O Instituto alerta também que, apesar de só terem sido sentidos pela população dois abalos, aquela falha já foi responsável por 18 sismos registados em Arraiolos desde o início do ano.

No entanto, os 16 que não se sentiram tratam-se de sismos tão pequenos que “um maior pode estar em preparação“. O que não podemos dizer é que por estarem a acontecer pequenos se está a libertar energia e que isso previne um maior”, sublinhou o geofísico.

O Instituto relembra que não é possível ter certezas absolutas sobre o assunto, em primeiro lugar, porque “não são reconhecidas variações de parâmetros que permitam, por si só, estabelecer com certeza uma previsão de quando, onde e com que magnitude vai ocorrer”. E depois porque o registo de mais sismos pode também ser resultado do alargamento da rede de sismógrafos instalados no país, nomeadamente no Alentejo.

“Nos últimos 40 anos existiu alguma aglomeração sísmica na zona de Évora, na zona litoral entre Santarém e Coimbra e a este da Costa Vicentina”, justificada apenas por uma maior monitorização sísmica naqueles locais.

Estes sismos são o resultado das forças de compressão exercidas pela placa africana – uma das peças que compõe a crosta terrestre – na microplaca ibérica, uma porção soldada à placa euroasiática onde fica a Península Ibérica

À medida que avança para nordeste, a placa africana empurra e levanta a microplaca ibérica, que se movimenta para leste, e abre rachas na crosta terrestre. As rochas que compõem essas rachas vão acumulando energia quando são sujeitas a essas forças compressoras, mas soltam-na quando alcançam o limite elástico, produzindo sismos.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. No entanto, o IPMA vem agora alertar que este foi apenas uma réplica do que se fez sentir, e com mais intensidade – 4,9, já considerado ligeiro -, na mesma zona a 15 de fevereiro.

    15 de Fevereiro???!! do ano passado?! Ou já é previsão do próximo. Realmente, temos de ler e e reler a notícia… 🙁

RESPONDER

Depois do "selo Brexit", os correios da Áustria emitem o "selo corona" impresso em papel higiénico

O serviço postal da Áustria uniu dois pontos da pandemia do novo coronavírus ao criar um selo impresso em papel higiénico que, segundo os correios, as pessoas também podem, a qualquer momento, usar para ajudar …

A Moog celebra os 100 anos do Theremin com um novo instrumento: o Claravox Centennial

Este ano marca o 100º aniversário do Theremin - um dos primeiros instrumentos musicais completamente eletrónicos, controlado sem qualquer contacto físico pelo músico. Para celebrar vai ser lançado o Claravox Centennial. Foi em 1920 que Leon Theremin, …

Depósito inexplorado na Sibéria tem uma das maiores reservas de ouro do mundo

O maior produtor de ouro da Rússia, PJSC Polyus, anunciou esta semana que o seu depósito inexplorado em Sukhoi Log, na região siberiana de Irkutsk, possui uma das maiores reservas mundiais deste metal preciosos. De …

Os novos iPhones não trazem carregador. Apple poupa muito nos custos, mas não no ambiente

A Apple decidiu vender os seus novos iPhones sem carregador ou auscultadores, alegando que a alteração tem em conta o ambiente, uma vez que serão utilizados menos produtos na embalagem dos telemóveis, mas os especialistas …

Caça ao tesouro secular. Lendária ilha pode esconder Santo Graal, manuscritos de Shakespeare e jóias reais

Perto da Nova Escócia, no Canadá, há uma lendária ilha com misteriosos túneis e estranho artefactos. Há quem acredite que esconde o Santo Graal, os manuscritos de Shakespeare e um tesouro de um capitão. Porém, …

Aprender "baleiês" pode evitar choque de navios com o animal

Uma equipa de cientistas da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, tem uma nova ideia para salvar as baleias-azuis em migração das colisões com navios. Durante a época de migração das baleias-azuis, os animais enfrentam sérios …

Afinal, os carros elétricos não são a melhor resposta para combater as alterações climáticas

Os carros elétricos, surgem como alternativas mais sustentáveis aos veículos a gasolina ou gasóleo, podem não ser a melhor forma de combater as alterações climáticas no âmbito dos transportes, de acordo com um novo estudo. …

Seria Jesus um mágico? Há arte romana que parece sugerir que sim

Em alguma arte antiga, Jesus é retratado a fazer milagres com algo na mão que parece ser uma varinha. Investigadores sugerem que se trata de um cajado, que era usado como símbolo de poder. Segundo a …

Nem todos os clubes estão a afundar – alguns estão a prosperar durante a pandemia

Nem todos os clubes estão a sofrer às mãos desta pandemia de covid-19. Alguns deles têm conseguido bons resultados financeiros apesar da crise. A covid-19 provou ser um adversário devastador para o desporto profissional em todo …

Kibus: o aparelho que vai revolucionar a forma como os nossos cães se alimentam

Ter cães como melhores amigos pode ser muito benéfico, mas também traz a sua dose de trabalho e responsabilidades. Levar ao veterinário, dar banho, levar a passear, brincar, dar de comer... No fundo é como …