SIS confirma ter feito “limpeza electrónica” no Instituto de Registos e Notariado

O Serviço de Informações de Segurança (SIS) confirmou este sábado ter estado no Instituto de Registos e Notariado (IRN) a fazer “uma limpeza eletrónica”, a pedido do presidente desta entidade, “fora do horário de expediente”.

A resposta do SIS, a questões colocadas pela Lusa, foi feita através do secretário-geral do Sistema de Informações da República Portuguesa (SIRP), na sequência da notícia difundida hoje pelo Expresso, segundo a qual a PJ teria apanhado o director do SIS a ajudar suspeito dos Vistos Gold.

O secretário-geral do SIRP, que tem o SIS sob sua responsabilidade, afirma que este serviço “mantém estreita colaboração institucional/operacional, em matérias de elevada sensibilidade, com o IRN”.

“Nesse contexto, foi solicitada pelo presidente do IRN uma limpeza eletrónica nas instalações centrais do Instituto, a qual foi considerada justificada pelos motivos atrás expressos, tendo o SIS procedido em conformidade”.

Segundo o secretário-geral do SIRP, a operação foi realizada por “três técnicos do SIS, fora do horário de expediente“, e acompanhada pelo presidente do IRN e pelo diretor do SIS.

Acrescenta o secretário-geral do SIRP que a limpeza eletrónica “não interfere com as comunicações telefónicas normais nem do meio web, destinando-se apenas à deteção de meios de escuta ambiental”.

Trata-se, de acordo com o responsável do SIRP, de uma “operação frequente em muitas outras instituições do Estado”.

(dr) C.M.Estarreja

António Figueiredo, Presidente do Instituto de Registos e Notariado

António Figueiredo, Presidente do Instituto de Registos e Notariado

“Estas operações inscrevem-se no âmbito das competências do SIS e estão em conformidade com a lei”, refere a documento enviado pelo SIRP à Lusa, acrescentando que “o diretor do SIS é alheio ao processo de investigação aos chamados vistos gold“.

O secretário-geral do SIRP preside aos conselhos administrativos do SIS e do Serviço de Informações Estratégicas da Defesa (SIED).

Na passada quinta-feira a Polícia Judiciária deteve 11 pessoas por suspeitas de corrupção, branqueamento de capitais, tráfico de influência e peculato, no âmbito de uma investigação sobre atribuição de vistos ‘gold’, entre as quais o presidente do Instituto dos Registos e Notariado, António Figueiredo.

Os onze detidos no âmbito da investigação sobre a atribuição de vistos ‘gold’ foram identificados na sexta-feira no Tribunal Central de Instrução Criminal, no Campus de Justiça de Lisboa e estão hoje a ser inquiridos, no âmbito da investigação.

Nesta operação foi detido igualmente o diretor nacional do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), Manuel Jarmela Palos, e a secretária-geral do Ministério da Justiça (MJ), Maria Antónia Anes.

O programa de atribuição de vistos ‘gold’, criado em 2013, prevê a emissão de autorizações de residência para estrangeiros oriundos de fora do espaço Schengen que façam investimentos em Portugal, por um período mínimo de cinco anos.

Segundo o Observador, o diretor do SIS, Horácio Pinto, saiu do cargo há cerca de duas semanas, e o primeiro-ministro Pedro Passos Coelho procura substituto, pretendendo escolher alguém sem relações com a maçonaria.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. É na realidade muito estranho estas movimentações do SIS, faz-me lembrar as operações da CIA para limpara a merda que os membros do governo americano.
    Será que a PIDE já voltou, pois só eles é que tinha impunidade de agirem acima da lei, como estes fizeram agora desprezando as diligência da PJ. O PM e os restantes membros do governo deviam de ter vergonha de darem cobertura a estas atitudes, mas como comem todos do mesmo tacho devem de se encobrir uns aos outros.

RESPONDER

Biden põe termo a contratos com as prisões privadas

A conselheira em política interna do Presidente dos Estados Unidos (EUA), Susan Rice, informou que Joe Biden iria assinar na terça-feira um decreto para pôr termo à utilização das prisões privadas do país no sistema carcerário …

Rodrigues dos Santos quer dar a mão ao PSD para derrotar Medina em Lisboa

Francisco Rodrigues dos Santos considera que uma coligação PSD/CDS-PP nas eleições autárquicas é a “única hipótese” para derrotar o atual presidente da Câmara de Lisboa, o socialista Fernando Medina, mas recusa adiantar quem poderá ser …

Patrões não podem recusar apoio nem faltas justificadas aos pais

Especialistas destacam que as entidades empregadoras não podem opor-se às faltas justificadas de pais que fiquem em casa para tomar conta dos filhos, nem recusar-se a prestar o apoio excecional à família. Com o encerramento das …

Voos e 2 mil libras. Reino Unido oferece incentivos a cidadãos da UE que queiram abandonar o país

O Governo britânico está a oferecer incentivos financeiros para os cidadãos da União Europeia (UE) deixarem o Reino Unido, meses antes do prazo para solicitar o estatuto de residente permanente De acordo com o jornal britânico …

Novo máximo diário de mortes por covid-19. Há mais 15.073 novos casos e 293 óbitos

Portugal registou esta quarta-feira 15.073 novos casos de infeção por covid-19 e mais 293 mortes, o maior número de óbitos em 24 horas desde o início da pandemia, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde …

Três sismos abalaram a cidade de Granada na passada noite. Pedro Sánchez pede "calma"

Mais de meio milhão de pessoas que vivem em Granada, sul de Espanha, despertaram hoje inquietas depois do sobressalto causado durante a noite por três sismos de magnitude superior a quatro graus seguidos de 30 …

Isabel dos Santos vai ter mesmo de pagar 339,4 milhões de dólares à Sonangol

O Tribunal de Recurso de Paris decidiu, esta terça-feira, a favor da PT Ventures (Sonangol), no âmbito do processo de anulação interposto pela Vidatel, da empresária angolana, que terá de pagar 339,4 milhões de dólares. Em …

Islândia começou a emitir "passaportes de vacinação"

A Islândia é um dos primeiros países a emitir os chamados "passaportes de vacinação" com o objetivo de facilitar as viagens de pessoas imunizadas contra a covid-19. A questão é polémica e divide os 27 …

Máscaras compradas no supermercado só são dedutíveis no IRS com fatura à parte

As máscaras de proteção social compradas em supermercados ou lojas precisam de uma fatura à parte para serem dedutíveis no IRS, avança o Jornal de Notícias. Se foram compradas em farmácia, a a fatura habitual …

Alemanha admite reduzir tráfego aéreo "a quase nada". Irlanda prolonga terceiro confinamento

A Alemanha admite reduzir “a quase nada” o tráfego internacional com destino ao seu território devido à pandemia de covid-19, anunciou esta terça-feira o ministro do Interior. “O perigo representado pelas diferentes mutações do vírus exige …