Sindicatos portaram-se como “patinhos feios” (e caíram na “esparrela” do Governo)

O comentador político Luís Marques Mendes elogiou este domingo a postura do Governo perante a convocatória de greve dos transportadores de materiais perigosos e criticou os sindicatos, que cometeram “erros de palmatória”.

De acordo com o ex-presidente do PSD, um desses erros foram as “duas excelentes oportunidades” que os sindicatos tiveram esta semana para recuar e desconvocar a greve, referindo a proposta do Governo de mediação para o conflito e também a proposta de ser elaborada uma convenção coletiva do trabalho.

“O sindicato teve aí uma oportunidade de, concordando, sair por cima, sair vitorioso e ganhador. Dizendo que não, mostrou antes uma postura má, de intransigência e teimosia”, disse.

No seu espaço de comentário da SIC, Luís Marques Mendes referiu ainda que, logo depois de o Governo ter decretado os serviços mínimos para esta greve, os sindicatos podiam ter dito que “o governo esvaziou a greve”. “Quando o governo decretou os serviços mínimos, o sindicato também aí podia ter tido uma grande oportunidade para sair de cima, dizendo que o Governo esvaziou a greve. Portanto, fazia-se de vítima, o que é sempre pagante em Portugal, e desconvocava a greve e deixava este trunfo para outra oportunidade”.

Para o comentador político, o sindicato “seguiu o caminho errado”. “Por isso, tem a opinião pública contra, tem o Governo contra e tem a justiça contra. E corre o risco de fazer uma greve sem dela tirar nenhum ganho de causa, o que significará, usando um ditado popular, entradas de leão e saída de sendeiro”, criticou.

Sobre a postura do Governo, Marques Mendes teceu comentários positivos, referindo que o executivo está agora mais preparado do que esteve na greve dos mesmos sindicatos em abril deste ano.

“O governo, como está preparado, foi muito profissional. E foi profissional em vários planos. Primeiro, foi profissional e assertivo no plano do discurso. Dramatizou a situação quanto baste, sem exagerar, acicatando no fundo os ânimos da opinião pública contra os camionistas que, digamos, não perceberam e portaram-se como patinhos feios. Caíram na esparrela”.

Para o comentador, o sindicato errou na análise, ao não perceber que esta greve é “altamente impopular”, ao pecar pela falta de novidade, ao contrário do que sucedeu em abril, altura em que reivindicou aumentos salariais para 2019 e 2020, enquanto agora o faz para 2021 e 2022.

Para Marques Mendes, o Governo soube ainda transformar um problema numa oportunidade, lembrando que os portugueses “gostam de autoridade” e que esta é uma luta de David contra Golias. A preocupação em acautelar o serviço público e em minorar as consequências da greve poderá, na opinião do antigo líder do PSD, ajudar o Governo a conquistar a maioria absoluta, ao transmitir uma imagem de credibilidade, depois de aparecer como o Governo das contas certas na crise dos professores.

“Esta greve dá jeito ao Governo”, conclui Marques Mendes, que anunciou que o primeiro-ministro convocou os seus ministros para estarem preparados a partir das 6h00 da manhã desta segunda-feira para uma reunião de Conselho de Ministros eletrónica, para a eventualidade de falharem os serviços mínimos e ser preciso decretar a requisição civil. “Se algo correr mal, a responsabilidade é de quem provocou a greve”, avisa o comentador.

O comentador relembrou que o PSD e CDS não podem fazer nada, porque se estivessem na posição de António Costa fariam exatamente o mesmo. Marques Mendes recordou mesmo que, em 2014, com a greve dos pilotos da TAP, o “Governo de Pedro Passos Coelho agiu com firmeza e autoridade e usou a requisição civil que será o que acabará por acontecer neste caso”.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. O que leva a pensar que foi tudo estrategicamente preparado, já em Abril, a fazer de conta que o governo tinha sido surpreendido mas é competente e capaz, portanto prepaprou-se e agora está perfeitamente e gerir a situação e impedir que se cause “incómodo” aos portugueses e às portugesas.

    Vamos ver que novos tachos vão ter estes sindicalistas, a seguir às eleições.

    (com os enfermeiros não chegaram lá e só a posteriori è que estão a “investigar” a ordem, para chatear)

RESPONDER

Brigadas dos lares arrancam com menos profissionais do que o previsto

As Brigadas de intervenção Rápida para os lares atingidos por surtos de covid-19 arrancam esta quinta-feira - mas há menos enfermeiros e cuidadores do que o previsto. Em declarações à Renascença, o presidente do Instituto da …

PS segue PSD e propõe voto antecipado para eleitores em confinamento

O Partido Socialista (PS) decidiu juntar-se ao Partido Social Democrata (PSD) na ideia de alargar o direito de voto antecipado aos eleitores que estejam em confinamento à data das próximas eleições presidenciais. De acordo com o …

Santos Silva assume "contactos" para reforço dos EUA da base das Lajes (e desdramatiza eventual crise política)

Augusto Santos Silva, ministro dos Negócios Estrangeiros, disse, em entrevista ao Público e à Renascença, que há "contactos" com os Estados Unidos para reforço norte-americano da base das Lajes e desdramatizou a aprovação do Orçamento …

3.800 euros por mês. Genebra aprova o primeiro salário mínimo (e é o mais alto do mundo)

Os habitantes de Genebra, na Suíça, aprovaram, este domingo, a proposta de um salário mínimo de 23 francos suíços por hora (equivalente a cerca de 21,30 euros) para todos os que trabalham na cidade. De acordo …

No day after do debate caótico, Biden pede regras rígidas e Trump queixa-se do moderador

O debate caótico entre Donald Trump e Joe Biden motivou críticas generalizadas que suscitam dúvidas sobre se será de manter os outros dois debates ou se, mantendo-os, será necessário alterar as regras. Um dia após a …

OE2021. Pontas soltas, alguns avanços e uma certeza: se houver entendimento, há acordo por escrito

Se houver entendimento em algumas matérias com o Bloco de Esquerda e o PCP, haverá um "compromisso escrito", adiantou Duarte Cordeiro, secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares. Em entrevista ao podcast Política com Palavra, do PS, …

Covid-19. Hospitais da região de Lisboa pedem camas uns aos outros

Os hospitais da região de Lisboa e Vale do Tejo continuam a bater à porta uns dos outros a pedir camas para internar doentes com covid-19. Segundo a edição desta quinta-feira do jornal Público, os …

Vinícius perto do Tottenham de Mourinho

O avançado brasileiro deverá ser confirmado como reforço do Tottenham ainda esta quinta-feira, saindo do Benfica por empréstimo e com opção de compra que ronda os 40 milhões de euros. De acordo com o jornal Record, …

Navalny acusa Putin de estar por trás do seu envenenamento

O líder da oposição russa, que já deixou o hospital alemão onde estava a ser tratado, acusou o Presidente do país de ser a pessoa responsável pelo seu envenenamento. "Afirmo que Vladimir Putin está por trás …

Vírus está fora de controlo no Reino Unido, admitem peritos britânicos

Os especialistas britânicos de saúde pública admitem que o país está a ir na direção errada, à medida que o número de internamentos escala. Esta quarta-feira, os especialistas de saúde pública do Reino Unido admitiram que …