Semáforos à entrada e dez metros quadrados por pessoa. Governo estuda medidas para as praias

Esta quinta-feira, à saída da reunião entre os partidos e o Governo, foram conhecidos mais alguns pormenores das medidas de desconfinamento que o Executivo vai adotar. 

O Governo quer permitir o acesso às praias sem medidas coercivas, mas com um apelo à disciplina dos portugueses, estando previsto uma indicação luminosa da lotação do espaço, avançou esta quinta-feira André Silva.

“Vemos como muito positivo a nota que o Governo deu relativamente às praias. Não haverá uma lotação propriamente obrigatória, uma lotação máxima, não existirão medidas propriamente coercivas, mas sim, mais uma vez, um apelo, a que nós também nos associamos, a que continue a existir solidariedade e acima de tudo disciplina para poderem cumprir as regras de distanciamento também na praia”, disse o deputado do PAN.

“É fundamental que possamos todos estar de férias, usufruir dos espaços públicos, nomeadamente da praia, retomar a atividade económica, mas com disciplina.”

André Silva adiantou que “haverá uma média calculada de 10 metros quadrados por pessoa nas praias” e “uma espécie de semáforo ou uma indicação luminosa da lotação da praia”.

“Numa primeira fase, e nós concordamos, o apelo é que de facto exista disciplina para que se possa garantir essa distância. Essas medidas estão ainda a ser debatidas internamente na Direção-Geral da Saúde (DGS), não estão fechadas e, portanto, não há um prazo para o efeito”, acrescentou o deputado.

O próximo verão, que se aproxima, continua a ser uma incógnita, numa altura em que o país está sob fortes medidas de restrição para evitar a propagação do novo coronavírus.

Em abril, surgiu uma notícia que dava conta que as praias portuguesas teriam uma espécie de lotação máxima, calculada com base na área, de modo a garantir o distanciamento entre os banhistas.

O manual para o regresso às praias foi feito por um conjunto de organizações, incluindo o Programa Bandeira Azul, a Agência Portuguesa do Ambiente, o Instituto de Socorro a Náufragos e a Direção-Geral da Saúde.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Em certas áreas muito frequentadas e de menor espaço no areal, no mínimo não vai ser tarefa fácil para que cada um revendique o seu espaço. Serão preciso fiscais a palmilhar o areal para fazer respeitar o distanciamento dia após dia ??????..Que critérios serão considerados para evacuar tal ou tal pessoa devido a superlotação ????…. Estou curioso de saber a natureza das medidas que irão surgir de tantas cabeças pensadoras !

RESPONDER

Organização cancela Marcha do Orgulho LGBTI+ de Lisboa (e critica a Direção-Geral da Saúde)

A Comissão Organizadora da Marcha do Orgulho LGBTI+ de Lisboa anunciou hoje o cancelamento da iniciativa e criticou a Direção-Geral da Saúde (DGS), que emitira parecer desfavorável. A marcha estava prevista para hoje. “Apesar das tentativas …

Dois eurodeputados portugueses não vão a Bruxelas há um ano. Nuno Melo diz que perde 300 euros todos os dias

Os eurodeputados Nuno Melo (CDS) Cláudia Monteiro de Aguiar (PSD) não voltaram a pôr os pés no Parlamento Europeu desde que foram decretados os trabalhos à distância por causa da pandemia de covid-19. Nuno Melo …

Missão difícil em Munique. 7 campeões europeus contra 5 campeões mundiais e a história

A seleção portuguesa de futebol pode garantir hoje o apuramento para os oitavos de final do Euro2020, mas terá de vencer a poderosa e favorita Alemanha, ainda à procura dos primeiros pontos no Grupo F. A …

Especialista britânico diz que terceira vaga está a caminho do Reino Unido

Uma terceira onda de infeções por covid-19 está a caminho do Reino Unido, onde os contágios diários ultrapassam de novo os 10.000 casos, afirmou o assessor do Governo no Comité Conjunto de Vacinação e Imunização …

Equipa portuguesa faz descoberta que pode travar a doença de Alzheimer

Uma equipa de investigadores portugueses identificou um novo mecanismo associado aos neurónios envelhecidos que pode abrir uma nova via terapêutica para travar a doença de Alzheimer. Hoje em dia, há cada vez mais pessoas a viver …

“Abuso de funções”. BE acusa Centeno de estar a "condicionar" as negociações do OE

As recomendações do governador do Banco de Portugal sobre as políticas que o país deve seguir, nomeadamente a estabilidade da legislação laboral, não caíram bem à esquerda. Em declarações ao ECO, o Bloco de Esquerda não …

Aberto inquérito-crime ao atropelamento mortal com carro de Cabrita. Não há câmaras no local do acidente

A GNR já está a investigar as circunstâncias do atropelamento mortal com um carro onde seguia o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita. Mas o inquérito-crime não poderá contar com imagens das câmaras de video-vigilância …

Nuno Mendes e João Félix fora do jogo com a Alemanha

Os jogadores Nuno Mendes e João Félix vão ficar fora do jogo deste sábado frente à Alemanha devido a uma mialgia muscular. Ambos vão assistir ao encontro na bancada e devem recuperar a tempo de defrontar …

Antigo governador civil desmente Medina (que explicou sem explicar o envio de dados a embaixadas)

O último governador civil de Lisboa, o socialista António Galamba, desmente Fernando Medina, presidente da Câmara de Lisboa, no âmbito das conclusões da auditoria ao envio de dados de manifestantes para embaixadas estrangeiras. E há …

Portugueses burlados em Munique. PSP alerta para a venda de bilhetes falsos

No dia em que Portugal joga contra à Alemanha na capital da Baviera, a PSP alertou que vários portugueses estão a ser burlados com a venda de bilhetes falsos para a partida. O intendente Pedro Colaço …