/

Covid-19. Previsão aponta para seis mil novos casos diários no início de Agosto e pico na segunda quinzena

10

Guillaume Horcajuelo / EPA

Mesmo com o crescimento dos novos casos, os especialistas reforçam que a vacinação é a chave para reduzir os internamentos e as mortes.

As novas infecções por covid-19 devem chegar às seis mil diárias na primeira semana de Agosto. São as conclusões da plataforma Covid-19 Insights, composta por especialistas da COTEC Portugal e da Nova Information Management School, segundo noticia o JN.

Apesar do elevado número de novos casos, o coordenador da plataforma acredita que a vacinação vai reduzir os internamentos e recusa cair em alarmismos.

“Não acho que sejam números assustadores. Mesmo seis mil casos, hoje, não têm a mesma gravidade que tinham de Janeiro a Março, porque se traduziam em internamentos e em mortes”, afirma Pedro Simões Coelho.

O pico deve ser alcançado na segunda quinzena de Agosto, de acordo com o relatório. No dia 4 de Agosto, estão previstos 6.160 novos casos e 1.101 internamentos, dos quais 213 serão em cuidados intensivos.

O boletim de ontem da Direcção-Geral da Saúde contabilizava 729 pessoas hospitalizadas com covid-19 e 163 doentes em unidades de cuidados intensivos. Recorde-se que o relatório de monitorização de linhas vermelhas define o limiar crítico como 245 camas de cuidados intensivos ocupadas.

  AP, ZAP //

10 Comments

  1. Este é mais um para guardar, algo me diz que vai ser daquelas previsões que nunca se concretizam, mas pronto la tiveram os 5 minutos de fama

    • pois caro Paulo L, não sei não… Já tinha ouvido há uns tempos desta brilhante ideia. qualquer dia a mesma super vacina, vai curar todos os males do mundo de uma assentada!! até para terçolho! haja paciência… estamos metidos numa bela ‘alhada’… bom descanso!!

      • Eu arrisco dizer que nem aos 5000 chegaremos, na realidade, pelos números e com base nas informações que temos disponível para público em geral, eu arrisco dizer que ficaremos pelos 4000 e pouco ou menos.

        Os internamentos não me preocupam a não ser as UCI, mas não tenho dados para falar nesses, ouvi dizer que estes pacientes em UCIs são mais novos e resistentes e levam menos tempo nas camas, se assim for, é possível que possamos chegar aos 200 mas mesmo esses acho improvável.

        Vamos ver na segunda quinzena de agosto qual das leituras na bola de cristal está certa!!!

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.