É segredo de Estado e custou mais de 100 milhões. “Máquina do Fisco” analisa 600 mil facturas por hora

Manuel de Almeida / Lusa

O ministro das Finanças, Mário Centeno

O sistema informático que sustenta a “máquina do Fisco” já custou ao Estado mais de 100 milhões de euros e é tão secreto que nem a localização física dos servidores que o sustentam é conhecida. Tudo para preservar o seu funcionamento.

A “máquina do Fisco” permite processar milhões de informações por segundo e 600 mil facturas por hora, segundo os dados apurados pelo Correio da Manhã (CM).

O sistema informático é tão sofisticado que só ao longo deste ano, já conseguiu detectar 41 mil divergências entre os rendimentos declarados e aqueles que terão sido efectivamente recebidos pelos contribuintes. só em 2019.

Os dados apurados pelo sistema informático da Autoridade Tributária (AT) são determinantes para a realização de Inspecções por parte do Fisco.

Só pelo sistema e-factura e pela plataforma que controla as guias de transporte de mercadorias, passam mais de cinco mil milhões de documentos por ano.

Tanta informação processada requer um sistema informático altamente sofisticado, o que levou o Estado a ter que investir mais de 100 milhões de euros entre 2017 e 2018. Só neste ano, a AT já gastou 6 milhões de euros com actualizações de licenças de software, centros de dados e migração de dados.

A importância da “máquina do Fisco” é tão relevante que o seu funcionamento é um segredo de Estado, com a localização dos servidores físicos que a sustentam a ser mantida secreta.

Este secretismo visa proteger o sistema de eventuais ataques, tratando-se de uma área fundamental da governação. A cobrança de impostos é essencial para o Governo poder cumprir as metas orçamentais.

O combate à evasão e à fraude fiscal têm sido um dos grandes desafios da AT, nos últimos anos, o que justifica a forte aposta do Governo na melhoria dos sistemas de controlo dos rendimentos dos contribuintes.

E o investimento tem dado frutos. Nos dois primeiros meses de 2019, de acordo com dados divulgados pela Direcção Geral do Orçamento, o Estado arrecadou mais 929 milhões de euros em impostos do que em igual período em 2018, num total de quase 7,7 mil milhões de euros. Trata-se de um aumento de 13,7% na receita com impostos.

Estes números reflectem não apenas uma maior eficácia da AT, mas também resultam da elevada carga fiscal que recai sobre os contribuintes portugueses e, especificamente, dos aumentos do ISP – Imposto Sobre os Produtos Petrolíferos e Energéticos, e do IVA – Imposto sobre o Valor Acrescentado.

ZAP //

PARTILHAR

24 COMENTÁRIOS

  1. Ridiculo, os piratas informáticos de vários países têm conhecimento exacto de onde se encontram essas maquinetas e servidores e quando querem ou quiserem sugam todos os dados ou deitam o serviço abaixo.

  2. Pouco importa que essa super máquina esteja em Lisboa, Porto ou Faro. Até podia estar na porta aqui ao lado de minha casa ou no canto mais escondido do mundo. Está na Net e isso é que importa para ser atacado.

  3. Coitado do computador, atacá-lo para quê?
    “Ele” só procura o que é divergente.
    Comprem um para a justiça conseguir apanhar os nossos milhões que andam escondidos em Offshoresss.
    Roubados por Sócrates e outros tantos políticos, banqueiros e empresários da treta…..

  4. Será para evitar ataques? ou simplesmente escondida de tudo e de todos, para que alguém possa filtrar a informação, sem que as autoridades possam investigar, sem o conhecimento de alguém que têm o controle, evitando apanhar alguém que não querem apanhar!?

  5. Resumindo, só controla quem cumpre com as obrigações fiscais.
    Queria ver era a controlar sacos azuis e economia paralela.
    Realmente os nossos políticos são uns iluminados…

  6. Pena que os serviços de devolução de valor ao contribuinte não funcionem tão prontamente e eficamente!
    É este o socialismo no seu melhor!

  7. Para isto dinheiro tem , para as obras políticas , impostos , mas para utentes nada se vê !!! Ordenados precários !!! Saúde precária !!!

  8. agora o que é essencial sabermos é se esse Sistema Informatico já “se pagou”, dito de outra maneira, se os “desvios detectados” deram para “Pagar” o investimento?
    No Estado SOcialistas gasta-se dinheiro à toa, só por mera perseguição e fazer “espionagem” aos Cidadaos.

  9. Nem o Gaspazinho amigo do FMI “trabalhava” tão bem!…
    Se calhar também não interessava, pois assim lá “voaram” mais de 10.000 milhões para offshores, mesmo debaixo das barbas da troika!…

  10. mais um artigo a confirmar este https://www.publico.pt/2017/04/09/politica/investigacao/europa-a-colonia-digital-dos-eua-1767844

    se esses valores são verdadeiros é só mais um roubo que os camaradas fizeram ao erário público.

    já para não falar no rídiculo da situação que é dizer que isto é tudo muito secreto, o que me leva a crer que terá muito pouca supervisão e auditorias externas para saber o que o Estado anda a fazer tendo em conta que esse mesmo Estado não é minimamente confiável.

  11. Sinceramente, a mim não me incomoda absolutamente nada. Como diz o povo “Quem não deve não teme”. Se esta “maquineta” servir para caçar toda a camada de chulos e parasitas que, armados em chicos espertos, fogem ao fisco como “o diabo foge da cruz”, por mim tudo bem.
    Toda a vida trabalhei e toda a vida descontei e cumpri com as minhas obrigações fiscais, sendo assim, não aceito, como cidadão cumpridor, com uma clara noção de cidadania e que entende que se queremos ter serviços publicos é compreensível que se contribua para os mesmos, que haja uma franja de labregos que se ache mais esperta que os outros e que entenda que não tem de pagar impostos.
    Se toda a gente pagar, certamente, iremos todos pagar menos ou teremos melhores serviços publicos.

    • Assim seria se a democracia funcionasse e se os nossos políticos fossem honestos, a verdade é que os que fogem aos impostos em nada são melhores que os políticos corruptos ou quaisquer outros biltres que por cá nos sugam o sangue. Mas, também é verdade que, por mais que todos cumpram com as suas obrigações fiscais (nem que pra isso tenham que ser obrigados) no final o valor arrecadado não se traduz ou reflete na melhoria da qualidade de vida nem na melhoria dos serviços, ou seja, nunca vimos nem veremos o devido retorno da elevadíssima carga fiscal a que somos sujeitos. Não vale a pena acreditar em utopias, a democracia em Portugal NUNCA funcionou nem me parece que algum dia vá funcionar. Nós, meu caro concidadão, somos só e apenas fonte de receitas, e não somos prioridade no que toca a direitos, somos SEMPRE prioridade no que toca a obrigações.

RESPONDER

Erro clínico. Centenas de hóspedes em quarentena em hotel da Austrália vão ter de fazer teste ao VIH

Centenas de pessoas que estiveram em quarentena no hotel Victoria, na Austrália, vão ter de fazer o teste de doenças transmitidas pelo sangue, incluindo VIH, devido a um erro dos profissionais de saúde daquele local …

Forças Armadas dos EUA estão a adquirir coletes à prova de bala adaptados para mulheres

As Forças Armadas dos EUA estão a dar grandes passos no que diz respeito à igualdade de género. A instituição está a começar a mudar os seus coletes à prova de bala, de forma a …

Abstenção do PCP no OE2021? É um excelente indicador, diz Costa

O primeiro-ministro, António Costa, considerou um “excelente indicador” o PCP ter anunciado a abstenção no Orçamento do Estado de 2021 (OE2021) e resultado de um entendimento “para ter um bom orçamento para o próximo ano”. “É …

Egito abre restaurante com vista de luxo para as pirâmides de Gizé

O Egito inaugurou um novo restaurante com vista panorâmica para as pirâmides. O investimento faz parte de uma tentativa de reavivar o turismo no país. O Egito revelou novas instalações para os visitantes no planalto nas …

Novo recorde. Portugal regista mais 3.669 casos de covid-19

Portugal regista este sábado 3.669 novos casos de infeção com o novo coronavírus, responsável pela covid-19, o valor diário mais elevado desde o início da pandemia, e mais 21 mortes relacionadas com a covid-19, segundo …

Câmara do Porto encerra cemitérios nos dias 31 de outubro e 1 e 2 de novembro

O presidente da Câmara do Porto anunciou o encerramento dos cemitérios em 31 de outubro e 1 e 2 de novembro, justificando a decisão com a necessidade de desviar meios para cumprir a proibição de …

Rui Vitória de saída do Al Nassr

O treinador português Rui Vitória está de saída do Al Nassr, avança este sábado o canal árabe 24Sports. A saída de Rui Vitória, que em janeiro de 2019 deixou o comando técnico do Benfica, surge …

Casamento com 200 pessoas autorizado em Arruda dos Vinhos. Câmara contesta

O presidente da Câmara de Arruda dos Vinhos criticou a decisão da autoridade de saúde de autorizar a realização de um casamento “com cerca de 200 pessoas”, considerando que vai colocar a população do concelho …

Novo Banco desmente demissão de gestores após polémicas com Fundo de Resolução e Vieira

O Novo Banco veio a público desmentir a notícia do Público que alega que três gestores de topo da instituição se demitiram, após divergências internas envolvendo várias polémicas relacionadas com o Fundo de Resolução, com …

Milhões da bazuka europeia só chegam em junho

Portugal e os restantes Estados-membros das União Europeia (UE) só deverão receber os respetivos fundos da bazuka europeia de apoio à retoma no pós-pandemia na segunda metade de 2021, em meados de junho. A confirmar-se …