Se OE não for aprovado à esquerda, será a “certidão de óbito” do Governo (e o país “vai bater palmas” a Rio)

Carlos Barroso / Lusa

No seu habitual espaço de comentário na SIC este domingo, Luís Marques Mendes disse acreditar que o Orçamento de Estado para 2021 será aprovado mas, se não for aprovado à esquerda, será a “certidão de óbito” do Governo.

Este domingo, na SIC, Luís Marques Mendes disse acreditar que o Orçamento de Estado para 2021 (OE2021) vai ser aprovado. Questionado sobre se será o PCP a aprová-lo, o comentador disse que não. “Acho que o PCP descolou, mudou de campeonato, percebeu que a geringonça custou-lhe muito em termos eleitorais”.

Marques Mendes disse ser “mais provável” que seja o Bloco de Esquerda (BE) a aprovar o OE2021. “Há quem entenda que não se deve viabilizar, outros que se deve negociar mas com condições fortes e exigentes”, afirmou.

Por outro lado, se não for o BE a dar a mão ao Governo de António Costa “na 25ª hora, o PSD acaba por viabilizar o Orçamento”.

Para Marques Mendes, “ao contrário do que se pensa, não é um presente envenenado”, mas antes “uma grande oportunidade” e que é mesmo “sair a sorte grande”. O comentador considera que o PSD tem sempre a possibilidade de invocar o “interesse nacional”, tendo em conta que existe “a presidência da UE, as presidenciais, a impossibilidade de até março o Presidente dissolver o Parlamento e não pode resolver a crise”. “Rui Rio vai sair-se bem. E o país vai bater palmas“, disse.

Sobre a exigência do BE de não haver mais dinheiro para o Novo Banco, “aí já ganhou porque é notório que o Governo não o vai fazer no OE”. No entanto, sobre a hipótese do BE “parecer querer também que se proíba o fundo de resolução de ir buscar dinheiro a outro lado” para pagar ao Novo Banco, “esta condição é absurda, impossível e ilegal”. “O Governo não pode rasgar um contrato que outra entidade assinou”.

O ex-líder do PSD adianta ainda que “já há uma espécie de comissão de quatro bancos liderados pela CGD que está a negociar ir buscar dinheiro para financiar o fundo resolução”.

O comentador disse também, relativamente a uma eventual fusão entre o BCP e o Montepio, que “ainda não houve” contactos “entre os dois bancos nesse sentido” nem com o ministério das Finanças, mas admite que “não é de excluir essa hipótese”.

Caso haja uma eventual crise, Marques Mendes considera que o PSD e a direita têm três problemas: um problema de alternativa; um problema de governabilidade e o problema do Chega.

O problema de alternativa refere-se ao facto de “o país ainda não ver no PSD e no centro direita uma solução e uma “falta de condições para governar” porque o PSD “até pode ganhar”. Por último há o Chega, que está a crescer “em grande medida, à custa do descontentamento com PSD e CDS, que têm eleitores que acham que estes dois partidos não fazem boa oposição.”

Relativamente ao facto de o embaixador dos Estados Unidos em Portugal ter dito ao Expresso que Portugal ia ter de escolher entre a China e os Estados Unidos, Marques Mendes classificou as declarações como uma “ameaça, chantagem e ultimato a Portugal”. Mendes chamou mesmo “mini-Trump” ao embaixador.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Jogos Olímpicos: 4 modalidades estiveram em todas as edições

Curiosamente, em Tóquio também se vão estrear quatro modalidades (mais duas vertentes). Há desportos que só estiveram nos Jogos uma vez. Os Jogos Olímpicos Tóquio 2020 já arrancaram oficialmente. Depois do início de algumas modalidades, na …

Rússia "desconectada com sucesso" da Internet mundial em nova ronda de testes

A Rússia se "desconectou com sucesso" da rede mundial de Internet durante novos testes da sua tecnologia 'RuNet', informou o site de notícias RBC. De acordo com o site, que cita fontes não identificadas no setor …

Depois das cheias, Alemanha tem outra luta em mãos: limpar montanhas de lixo

Foram as cheias mais devastadoras da Alemanha nos últimos 60 anos, mas os problemas não acabaram com as chuvas. O país terá agora de lidar com montanhas de lixo, frigoríficos estragados e carros destruídos, amontoados …

Síndrome de Guillain-Barré apontada como efeito "muito raro" na vacina da Janssen

Infarmed justifica a decisão com os resultados da investigação feita pela Agência Europeia do Medicamento, iniciada após os reguladores norte-americanos terem dado o alerta para o "risco acrescido de se desenvolver uma condição neurológica rara …

Presidenciais. Tweets de Sara Sampaio e Barroco de Melo motivam abertura de inquérito no MP

Sara Sampaio e Eduardo Barroco de Melo fizeram publicações no Twitter, durante o período de reflexão para as últimas presidenciais, que serão agora investigadas pelo Ministério Público (MP). O Ministério Público (MP) abriu um inquérito para …

2,5% da população respondeu "não" ao SMS de agendamento

O coordenador do plano de vacinação contra a covid-19 revelou hoje que, no total, 2,5% da população respondeu ‘não’ à mensagem recebida para agendar a vacina e, quando houve mais filas, 2,7% faltaram à marcação. Henrique …

El Salvador pede prisão de ex-Presidente Salvador Sánchez Cerén por corrupção

Promotores de El Salvador emitiram um mandado de prisão contra o ex-Presidente Salvador Sánchez Cerén sob a acusação de peculato, lavagem de dinheiro e enriquecimento ilícito. O procurador-geral Rodolfo Delgado disse na quinta-feira que as acusações …

Presidente chinês faz rara e discreta visita ao Tibete

O Presidente chinês fez uma rara visita ao Tibete, numa altura em que as autoridades reforçam o controlo sobre a cultura budista tradicional e impulsionam o desenvolvimento económico e modernização das infraestruturas da região dos …

Casinos em concelhos de risco elevado e muito elevado podem abrir a partir de sábado

Casinos, bingos e estabelecimentos similares localizados em concelhos de risco elevado e muito elevado podem funcionar a partir de sábado, tendo os clientes que apresentar certificado digital ou teste negativo. A medida consta de um despacho …

EMA aprova uso da vacina da Moderna para jovens entre os 12 e 17 anos

A Agência Europeia do Medicamento (EMA) aprovou, esta sexta-feira, a administração da vacina da Moderna em jovens dos 12 aos 17 anos. Foi aprovada a administração da vacina da Moderna para jovens menores de idade. A …