Santana desafia Sampaio e acusa-o de ter oferecido poder a Sócrates

-

Pedro Santana Lopes reagiu às palavras de Jorge Sampaio, que disse que estava “farto” quando este foi primeiro-ministro, desafiando o ex-Presidente da República para um debate na televisão.

Em declarações à SIC Notícias, o antigo primeiro-ministro Santana Lopes manifestou estar “disponível” para debater o assunto com o ex-Presidente “civilizadamente”.

Estão em causa as palavras de Jorge Sampaio, escritas no segundo volume da sua biografia, a propósito da dissolução do Governo de Santana Lopes, em 2004.

“Fartei-me do Santana como primeiro-ministro, estava a deixar o país à deriva”, aponta Sampaio na obra.

Santana Lopes reagiu, notando que Portugal tinha, na altura, “uma maioria coesa” e que compreende “o peso na consciência” de Sampaio porque, defende, “a decisão dele é que pôs o país à deriva”.

“Deve ser um tormento”, diz ainda o actual presidente da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, considerando que a dissolução do seu governo “deu origem àquilo de que andamos a falar todos os dias”.

Uma alusão ao caso judicial que implica José Sócrates e que acabou por chegar ao Governo, na sequência da queda do Executivo de Santana Lopes que, deste modo, imputa responsabilidades ao ex-Presidente da República pela ascensão do ex-governante socialista.

O político social-democrata desafia assim Sampaio para um debate na televisão, notando que “de bocas os portugueses estão fartos”.

ZAP //

PARTILHAR

20 COMENTÁRIOS

    • Foi então um golpe palaciano a aceitação de Santana para que po P. Socialista se organizasse após Ferro Rodrigues. Calhou Sócrates , como podia calhar outro. Era preciso era ser socialista. E assim nasceu o descalabro total, e agora…. aguentar….aguentar…..aguentar, como dizia o António.

    • José Santos a sua noção de justiça é medieval!
      Use argumentos e não diga disparates…

      Como deveria sabe (não sei se sabe) Ferro Rodrigues era fraquinho à frente do PS e o seu camarada Sampaio esperou que ele fosse afastado para fazer cair o Governo. Nunca o ex-presidente em qualquer lugar justificou a decisão da dissolução.

  1. É pura das verdades!!!
    O Dr. Sampaio só esteve à espera que o PS mudasse de líder (Ferro Rodrigues era fraco) para demitir o governo e oferecer o mesmo ao “Engº”Sócrates.
    Não tenho qualquer dúvida.
    Quanto ao Dr. Santana Lopes não deveria ter aceite substituir Dr. Barroso sem se sujeitar a escrutínio popular em novas eleições.
    Se o tivesse feito na altura provavelmente ganhava as eleições (essa atitude jogaria a favor dele) e dificilmente Jorge Sampaio o demitiria.
    Tenho dito.

  2. Alguém me sabe dizer porque é que o Dr. Sampaio dissolveu a Assembleia? E se souber dizer, onde é que ele disse ou escreveu essa justificação?

    • Na 5ª feira Santana Lopes anunciou que os Bancos iam passar a pagar o mesmo IRC que todas as empresas que pagavam 15% e na altura creio que era 27.5%
      Na 2ª Feira Jorge Sampaio dissolvia o Governo.

      Ora bem, mais claramente, o bando dos 4 banqueiros foram muito mais tarde dizer nas TV’s subservicientes:
      “queremos cá o FMI!” enquanto Sócrates não, também foi fora!

  3. Temos que concordar c/ Santana. Vir agora falar, apontar isto e aquilo, para justificar uma decisão que ñ deixa de ser contraditória. Parece ter que ver c/um problema de insónias, do presidente Sampaio. Até porque o que se seguiu está à vista de todos.

  4. Os socialistas deviam , se fossem sérios , e ao abrigo das teorias antidemocráticas do Sampaio , ter pedido eleições para a CML quando o Costa saiu …

  5. Quando o Sr. Durão Barroso “fugiu” em busca do “el dorado”, devido ao frete da cimeira dos Açores que deu origem, com a evasão do Iraque e ao embrião do EI e as consequências conhecidas, o Sr. Santana Lopes foi “cooptado” para PM de Portugal e as críticas não fizeram esperar, quer da esquerda, quer mesmo da direita devido ao seu perfil e o facto de ser demitido pelo presidente Jorge Sampaio, teve a ver com o facto de o governo Santana Lopes estar iminente de implodir, devido à péssima gestão e aos conflitos constantes, entre elementos do governo como referiu o Sr. Arala Chaves e a controversa ida do Sr. Morais Sarmento a S. Tomé para entre outros atos praticar “mergulho” utilizando um avião da Força Aérea Portuguesa. Se o presidente não tomasse medidas, este país era “uma coutada” da coligação de interesses (exploradores/corruptos/parasitas) que têm arruinado Portugal.

    • José não diga disparates…!

      Como deveria sabe (não sei se sabe) Ferro Rodrigues era fraquinho à frente do PS e o seu camarada Sampaio esperou que ele fosse afastado para fazer cair o Governo. Nunca o ex-presidente em qualquer lugar justificou a decisão da dissolução.

      Falar do “perfil” de Santana Lopes, denegrindo-o e não apresentando qualquer justificação é reles e de alguém “cobardolas”!

      Se não fossem as medidas do ex-presidente Sampaio, como diz, este país era “uma Coutada” da coligação de interesses que têm arruinado Portugal. Pergunto: E agora é o quê?

      É incrível como os esquerdalhos pensam que apenas os outros são corruptos, parasitas e exploradores.

      Os comentários acerca do Governo de Santana (que durou poucos meses devido ao golpe de Estado provocado por Sampaio) que diz ser de “péssima gestão”, são uma ideia falaciosa que por repetida à exaustão não passa a ser verdadeira.

      O governo de Santana Lopes não estava em iminente implosão como diz, foi explodido pelo ex-presidente socialista que defendeu sempre o seu partido e não foi isento nas avaliações que fez. Foi um cobarde e execrável não pensando no futuro do país, mas apenas nos resultados eleitorais do PS.

      Como dizia o tio-avô do Bruno de Carvalho: “Bardamerda” para todos os que não aceitam os factos como eles são e criam narrativas para explicar as suas versades!

  6. Ó Dr. Santana Lopes, este País é considerado – Marrocos da Europa – precisamente por estas questões.
    Então não é que sendo você mais um “menino da linha” tem passado por tudo o que é Presidencial ou seja:
    Ele é presidente do Sporting, ele é Camara de Lisboa, ele é Primeiro Ministro de Portugal, ele é Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa então já pensou bem o que produziu de valorativo na vida sem ser presidente de qualquer coisa?
    Teria tido mais aceitação se não viesse somente agora dizer mal do Sampaio então já passou por lá o Socrates depois foi o seu compadre Passos Coelho e somente agora quer meter mais ferro na cabeça dos portugueses que aqueles que já têm por causa do “menino” ter ficado ofendido pelo Presidente Sampaio ter dito que estava FARTO DE SI quando o despediu ( mas não abdicou das regalias de ter sido presidente do Conselho de Ministros de Portugal). Tenha dó Sr. Dr. já pensou que o seu compadre Durão Barroso já nos tinha dado uma imagem de como o PSD tem criado os “meninos” para politicos vide Durão Barroso que abandonou a presidência do Governo e “fugiu” em busca do “el dorado” (o que o dinheiro faz), e o Dr. Santana saltou para o cavalinho da Presidência para que o seu curriculum fosse recheado com mais uma Presidência.
    É este tipo de Políticos que a democracia tem deixado governar em Portugal e nós todos a ver passar os Presidentes, os Ministros, os Secretários de Estado ou seja os grandes Homens das Negociatas.
    Das negociatas sim, pois recordamos o antigo ministro da administração interna Dias Loureiro também seu compadre no PSD que comprou acções na empresa que alugava Helicópteros ao estado para apagar fogos florestais e que nunca se justificaram os valores em milhões desses negócios e já agora onde está o Dias Loureiro?.
    Olhe Dr. Santana se fosse a escrever tudo ao que fui assistindo como cidadão, que só sabe das coisas através da Comunicação Social então estava diversos dias a escrever e não trabalhava que é o que muitos dos nossos queridos políticos fazem ou seja não fazem que é trabalhar.

American Airlines e United Airlines preparam-se para despedir 32.000 funcionários

As companhias aéreas norte-americanas American Airlines e United Airlines preparam-se para despedir, no total, 32.000 funcionários, situação que admitem travar se os apoios do Governo forem prorrogados.  A American Airlines anunciou que começará a despedir 19.000 …

Lei da Nacionalidade. PS deixa cair artigos que motivaram veto de Marcelo

A vice-presidente da bancada socialista Constança Urbano de Sousa disse à agência Lusa que o PS vai "atender plenamente" às objeções que estiveram na origem do veto do Presidente da República à revisão da Lei …

Promulgada lei que prolonga proteção de arrendatários até 31 de dezembro

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, promulgou esta quinta-feira o diploma do Parlamento que prolonga a proteção de arrendatários até 31 de dezembro, por considerar que neste período "é necessária uma especial proteção …

Nuno Melo lança petição para retirar “o que é político” da disciplina de Cidadania

O eurodeputado centrista Nuno Melo lançou uma petição pública que pede a revisão dos conteúdos da disciplina de Cidadania e Desenvolvimento ou o seu caráter opcional, numa tentativa de “expurgar” da disciplina “o que é …

Governo "não se pode queixar de falta de empenho da direita"

O presidente do CDS-PP considerou, esta quarta-feira, que o Governo “não se pode queixar de falta de empenho da direita” na construção do Orçamento do Estado, e recusou “especular uma crise artificial” entre os partidos …

Mais seis mortos e 854 casos de covid-19. Lisboa com 49% das novas infeções

Portugal contabiliza esta quinta-feira mais seis mortos relacionados com a covid-19 e 854 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Desde o início da pandemia, Portugal …

Novo primeiro-ministro belga nomeado após 16 meses de crise política

O atual ministro das Finanças da Bélgica, Alexander de Croo, toma posse esta quinta-feira como primeiro-ministro, depois de ter sido na quarta-feira formalmente nomeado para o cargo, pondo fim a uma longa maratona de 16 …

Cortes de água, luz, gás e telecomunicações regressam esta quinta-feira

A partir desta quinta-feira, regressam os cortes de água, eletricidade, gás natural e telecomunicações para todos os consumidores em situação de desemprego, com uma quebra de rendimentos de, pelo menos, 20% ou que estejam infetados …

Moderna contradiz Trump. Não haverá vacina até às eleições

O diretor-executivo da farmacêutica Moderna Therapeutics, que está a desenvolver uma das mais avançadas vacinas para a covid-19, disse que esta não estará pronta até às eleições presidenciais dos Estados Unidos. Em declarações ao jornal Financial …

Brigadas dos lares arrancam com menos profissionais do que o previsto

As Brigadas de intervenção Rápida para os lares atingidos por surtos de covid-19 arrancam esta quinta-feira - mas há menos enfermeiros e cuidadores do que o previsto. Em declarações à Renascença, o presidente do Instituto da …