Documentário garante que Salvator Mundi não foi pintado por Da Vinci, mas sim pelos seus assistentes

Justin Lane / EPA

O Salvator Mundi, quadro adquirido por cerca de 380 milhões de euros pelo príncipe saudita Mohammed Ben Salman, terá sido pintado pela oficina de Leonardo da Vinci e não pelo próprio mestre, revela um documentário que será divulgado brevemente.

Paris terá também rejeitado as condições exigidas por Riade para exibir esta obra na exposição dedicada a Leonardo Da Vinci em 2019, no museu Louvre, segundo o documentário que irá estrear em 13 de abril em França, no canal France 5.

O diretor do documentário, Antoine Vitkine, investigou esta pintura comprada em 2005 em mau estado, por 1.175 dólares (cerca de mil euros), por um negociador de arte de Nova Iorque e que foi restaurada nos Estados Unidos, notícia a agência AFP.

A obra foi autenticada como da autoria do pintor italiano por vários especialistas britânicos e vendida a um oligarca russo, que decidiu revendê-lo.

Finalmente, o quadro esteve à venda em novembro de 2017, num leilão de arte contemporânea, sendo apresentado como um original de Leonardo da Vinci.

Apesar da Arábia Saudita nunca ter confirmado que o príncipe é o dono daquela obra, várias fontes indicam que Mohammed Ben Salman a adquiriu através vários intermédios, pelo valor de 450 milhões de dólares (cerca de 380 milhões de euros), sendo estabelecida a marca como a pintura mais cara já vendida.

O Salvator Mundi é uma pintura, no estilo renascentista, de Jesus Cristo, que surge a dar a bênção com mão direita levantada e os dedos cruzados, enquanto segura uma bola de cristal na mão esquerda.

Em abril de 2018, a dúvida começou a surgir sobre se o trabalho não teria sido executado, em parte, pelas mãos dos assistentes de Leonardo da Vinci.

Pelo meio, o príncipe saudita foi recebido por Emmanuel Macron e segundo fonte da administração francesa, citada no documentário, o Salvator Mundi esteve entre os temas discutidos.

Os sauditas terão pedido à França uma avaliação do quadro, que terá estado durante três meses no Louvre, que abriga um laboratório de análise de obras de arte, o C2RMF. O estudo da obra demonstrou, segundo a mesma fonte, que o mestre italiano apenas terá contribuído para a fotografia e o Louvre terá informado os sauditas desta conclusão.

Mohammed Ben Salman tinha ainda como pretensão emprestar a pintura ao famoso museu da capital francesa para a grande exposição dedicada a Leonardo da Vinci no final de 2019.

O seu pedido era muito claro: expor o Salvator Mundi ao lado da Mona Lisa e apresentá-lo como um da Vinci. Aceitar estas condições equivaleria elevar o valor da obra a 450 milhões de dólares (cerca de 380 milhões de euros)”, sublinhou a mesma fonte.

“No final de setembro [de 2018] o presidente de França decidiu não dar seguimento ao pedido de Ben Salman”, acrescentou

Por fim, o saudita recusou-se também a emprestar o quadro condições diferentes às suas, revela o documentário. “Antoine Vitkine solicitou declarações ao Louvre, mas não quisemos responder às suas perguntas. O quadro não foi emprestado durante a retrospetiva Leonardo da Vinci”, destacou fonte do museu, em declarações à AFP.

Não é a primeira vez que especialistas questionam e a põe em causa a autoria do quadro, que chegou a ser atribuída a Bernardo Luini, que fazia parte do círculo do pintor florentino. Esta teoria voltou a ser defendida recentemente pelo historiador de arte Matthew Landrus.

Em janeiro, dois novos estudos sobre o Salvator Mundi sugeriram que, originalmente, foram apenas criados a cabeça e os ombros e que as mãos e os braços só foram adicionados mais tarde. Além disso, um dos estudos concluiu que o braço e a mão não foram pintados por Da Vinci.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Biden prepara-se para reconhecer massacre arménio como genocídio

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Joe Biden, está a preparar-se para reconhecer formalmente os massacres arménios do início do século 20 como genocídio, cumprindo assim uma promessa que fez durante a sua campanha, decisão …

Football Leaks. Consultor de cibersegurança aponta para ataque único à Doyen

A intrusão no sistema informático da Doyen terá resultado de um único ataque conduzido por uma pessoa e não várias, defendeu na quarta-feira o consultor inglês de cibersegurança contratado pelo fundo de investimento, no julgamento …

Cavaco Silva volta a estar ausente das cerimónias do 25 de Abril

O ex-Presidente da República já informou que não vai marcar presença na cerimónia comemorativa dos 47 anos do 25 de Abril, este domingo, no Parlamento, por continuar "a respeitar as regras sanitárias". Fonte oficial do gabinete …

No dia da Terra, os líderes mundiais juntaram-se para "passar à ação"

A Casa Branca organizou uma Cimeira de Líderes sobre o Clima, que decorre de forma virtual e durante dois dias. Começou esta quinta-feira, dia em que se comemora o Dia da Terra, e junta cerca …

Detido em Itália homem que terá fornecido arma ao autor do atentado de Nice em 2016

Um homem que teria fornecido uma arma ao autor do atentado com um caminhão na cidade francesa de Nice, em 14 de julho de 2016, foi detido na Itália, anunciaram na quarta-feira vários veículos de …

"Invisibilidade" do LGBTI nos Censos é alvo de críticas

A Associação ILGA Portugal - Intervenção Lésbica, Gay, Bissexual, Trans e Intersexo e o Bloco de Esquerda estão a criticar os Censos 2021 devido à ausência de perguntas relacionadas com identidade de género, o que …

Rússia vai dar início à retirada de tropas perto da fronteira com a Ucrânia

A Rússia anunciou que vai iniciar, esta sexta-feira, a retirada das suas tropas concentradas perto da fronteira com a Ucrânia e na Crimeia anexada, referindo que os exercícios foram concluídos. "As tropas demonstraram a sua capacidade …

KPMG desconhecia problemas no BESA que justificassem reserva às contas

A KPMG Portugal afirmou, numa carta enviada à comissão de inquérito do Novo Banco, que desconhecia factos no BES Angola que pudessem levar a uma opinião com reservas às contas do BES. A KPMG Portugal desconhecia …

Ferro Rodrigues está "perfeitamente de acordo" com Marcelo sobre enriquecimento ilícito

O presidente da Assembleia da República (AR) concorda com o Presidente quanto à urgência de melhorar a lei contra o enriquecimento ilícito e diz que isso pode ser feito sem pôr em causa princípios constitucionais. Numa …

Índia regista subida drástica de infeções e mortes. EUA com 200 milhões de vacinas tomadas

O número de novas infeções pelo coronavírus dispararam na Índia, com a falta de preparação do Governo e a forma como a pandemia tem sido gerida apontadas como causas para a subida dos casos e …