Rússia condena caricaturas de Charlie Hebdo sobre queda de avião

Charlie Hebdo

-

Caricaturas do Charlie Hebdo ao acidente do avião russo no Egito

Moscovo classificou de “blasfémia inaceitável” as caricaturas publicadas pela revista satírica francesa Charlie Hebdo sobre a queda do Airbus A321 russo no deserto do Sinai, em que morreram 224 pessoas.

“Na nossa opinião, isto tem um nome: blasfémia. Não tem nada que ver com a democracia nem com a liberdade de expressão. É uma blasfémia”, disse aos jornalistas em Moscovo um porta-voz do Kremlin, Dmitir Peskov.

O mesmo responsável acrescentou que “apesar de não ter muito tempo” tem tentado procurar caricaturas sobre o assassinato dos próprios trabalhadores da revista por terroristas islâmicos, no passado mês de janeiro em Paris.

“Não encontramos. Mas caso tivessem sido publicadas também seriam uma blasfémia. É assim que nós pensamos no nosso país”, sublinhou.

Peskov foi mais além nas considerações sobre a revista ao afirmar que “tem dúvidas de que uma publicação” como a Charlie Hebdo pudesse existir e ser apoiada na Rússia.

“É uma publicação polémica e muita gente não a apoia. Muitos sentem-se ofendidos”, acrescentou.

Uma das caricaturas inclui a frase “os perigos das ‘low cost’ russas” e mostra os destroços de um avião enquanto uma caveira diz que o melhor será “apanhar a air-cocaína”, numa referência ao aparelho recentemente intercetado no Líbano com um carregamento de droga supostamente destinado ao financiamento dos radicais islâmicos na Síria.

A segunda caricatura mostra um terrorista islâmico a proteger a cabeça da queda dos destroços do aparelho, tendo na parte superior do desenho a inscrição: “a aviação russa intensifica os bombardeamentos” contra o Estado Islâmico.

Questionado pelos jornalistas, o porta-voz frisou que as caricaturas – “ofensivas para a Rússia” – não vão prejudicar as relações entre Moscovo e Paris.

Pelo contrário, a Câmara Baixa do Parlamento russo (Duma) aprovou uma declaração em que condena as duas caricaturas sobre o acidente aéreo, referindo que a publicação vai ter um impacto negativo nas relações entre os dois países.

Em agosto, o Charlie Hebdo tinha já sido criticado pela sua caricatura acerca da queda do voo MH370 da Air Malaysia, no sul do Oceano Índico, em março.

Na caricatura em causa, lê-se que “foram encontrados pedaços do piloto do avião e de uma das hospedeiras de bordo”.

Charlie Hebdo

Caricatura da queda do voo MH370 da Air Malaysia: “foram encontrados pedaços do piloto do avião e de uma das hospedeiras de bordo”

ZAP / Lusa

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Realmente é uma vergonha, já não é liberdade de expressão, é falta de vergonha, alarvice, falta de sentimentos e de solidariedade, como “publicação” deviam ser banidos e obrigados a indemnizar as famílias das vitimas, por danos morais.
    Cambada de selvagens.
    Considero que a Rússia devia exigir um pedido de desculpas formal.

  2. Tem alturas em que sinto pena de ser tão sentimental , toda a revolta que senti quando do atentado ao charlie hebdo neste momento resume-se a lastimar a morte daquele polícia simplesmente executado. Perante tanta falta de respeito pelo verdadeiro e merecedor de liberdade JORNALISMO e pela sociedade em geral que ficou chocada com o acidente não me admira que qualquer dia esta escumalha seja silenciada de vez por um qualquer grupo de DESRESPEITADOS da Sociedade, só espero que pelo meio não hajam inocentes

  3. Charlie Hebdo é uma bosta feita por anarquistas loucos e boçais. Deviam ser processados pelo sofrimento que estão a causar às famílias das vítimas, tanto da Air malaysia como agora da companhia aérea. É um nojo e só desprestigia a liberdade de imprensa de que tanto nos orgulhamos. É sádico e indecoroso e só pode mesmo agradar a doentes mentais.

  4. Pois de facto isto de liberdade é pelos vistos para consumir até certamente um dia acabarem com ela por se tornar insuportável, quanto à queda do avião há que lamentar sobretudo as vitimas e ao que parece tudo indica ter sido trabalho de um ataque bombista que os russos agora certamente lamentam e choram as suas vitimas e talvez agora também lhes venha à ideia o avião caído e bombardeado sobre a parte ucraniana ocupada por eles próprios que fez mais de 200 mortes, portanto terroristas há-os por toda a parte alguns até ao nível de Estado e neste ponto os russos são especialistas.

  5. Depois não querem levar bombas ou ser assassinados … Isto é liberdade de expressão ou falta de respeito ??? Os charlies de m£rda que cá nesta província da desunião europeia se manifestaram numa manifestação parola, sem saber aquilo que estavam a protestar, agora não dizem nada ??? té que ponto a “liberdade de expressão” pode interferir com a dor e o luta das famílias que perderam os seus entes queridos ??? Eu nunca serei charlie hebdo !!!

    • Subscrevo inteiramente.
      Tem de haver limites e decoro . A etica , o bom senso ,o sentimento e a compreensao pela dor de quem sofre , tem de prevalecer e os caricaturistas , jornalistas , etc, nao sao ninguem para que possam ultrapassar essa dita fronteira.
      Deixo aqui a minha sentida solidariedade por todos os que sofrem .

Responder a Gil Cancelar resposta

Afinal, o Espaço não é assim tão escuro. Há brilho de origem desconhecida

Uma equipa de cientistas usou a New Horizons para medir a luminosidade do Espaço profundo e os resultados surpreenderam-na. Há muito tempo que os cientistas tentam perceber qual a luminosidade do Espaço, se lhe retirarmos todas …

Meteorito atinge casa de homem indonésio e transforma-o em milionário

O caso insólito aconteceu em Kolang, na Sumatra do Norte, Indonésia. Um fabricante de caixões de 33 anos encontrou um meteorito no seu jardim, depois deste atingir o telhado da sua casa em agosto. O protagonista …

Há 20 anos que ninguém sabe do paradeiro de dois cadernos de Charles Darwin

Dois dos cadernos do naturalista Charles Darwin, um dos quais com o rascunho da “Árvore da Vida” (1837), estão desaparecidos há cerca de 20 anos e terão sido muito provavelmente roubados, anunciou esta terça-feira a …

Cientistas reconstruiram explosão de Beirute através das redes sociais

Cientistas forenses recorreram a imagens partilhadas nas redes sociais para reconstruirem a explosão de Beirute, em agosto, que matou 191 pessoas. A 4 de agosto, uma série de explosões causadas por 2.750 toneladas de nitrato de …

Professor alemão do ensino básico é suspeito de canibalismo e homicídio

Depois de uma pilha de ossos ter sido encontrada por transeuntes no parque de Berlim, as autoridades alemãs descobriram que se tratava de uma vítima de canibalismo. As pistas conduziram-nas, mais tarde, à casa do …

Marselha 0-2 FC Porto | Dragão vence e abre porta dos "oitavos"

Basta apenas um ponto para que o FC Porto carimbe uma vaga nos oitavos-de-final da Liga dos Campeões. Na noite desta quarta-feira, os “dragões” venceram o Marseille por 2-0 – com os contributos de Zaidu …

Mais de 100 mil crianças morreram com VIH e 320 mil ficaram infetadas. A pandemia pode piorar o cenário

De acordo com um relatório da UNICEF, a cada 100 segundos uma criança ou jovem com menos de 20 anos foi infetado pelo VIH no ano passado. Com os novos dados, o número total de …

Animação mostra como foram construídas as pontes do século XIV

Construir uma ponte sobre a água parece uma tarefa complicada e a verdade é que, apesar dos inúmeros avanços tecnológicos, os fundamentos pouco alteraram desde os tempos medievais. A Ponte Carlos tem 618 anos, mas não …

Médicos sem Fronteiras deixam hospital da Venezuela devido a restrições

A Médicos sem Fronteiras (MSF) vai se retirar de uma colaboração com um hospital venezuelano que visa tratar pacientes com covid-19 devido a restrições na entrada de especialistas no país, informou a organização na terça-feira. A …

O novo amplificador de guitarra tem maior capacidade de encaixe (e é mais poderoso)

Em 2016, o engenheiro eletrónico Chris Prendergast lançou um projeto Kickstarter para o amplificador de guitarra portátil JamStack. Este encaixava-se num pino de correia e emitia sons gerados por um smartphone. Agora foi lançada a …